Lista de questão: Contexto Espacial do Brasil        Quantidade de questões: 273        Criada por: MARCIO PADOVANI

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

1)

Em médias e grandes cidades brasileiras, o processo de expansão urbana tem contribuído para a

A)

valorização de áreas nobres, devido à concentração espacial de atividades industriais e de equipamentos urbanos.

B)

ocupação de encostas e de áreas de risco, com a construção de moradias pela população de baixa renda, constituindo um dos problemas do espaço urbano.

C)

apropriação legal das áreas de preservação permanente, como os mananciais, as falésias e as florestas.

D)

expansão imobiliária nas áreas periféricas, devido ao fato de migrantes terem efetivado nelas altos investimentos em equipamentos coletivos e de lazer.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

2)

O espaço geográfico é a expressão visível de como a sociedade está organizada. No Brasil, o café foi o principal fator responsável pelo impulso do desenvolvimento capitalista do país e da produção do espaço geográfico no Sudeste. Em relação à expansão cafeeira no Brasil, é INCORRETO afirmar que

A)

reduziu a cobertura vegetal nativa do Planalto Ocidental Paulista, onde o clima tropical e o solo de terra roxa permitiram a sua expansão.

B)

levou à implantação de um sistema ferroviário, permitindo um escoamento da produção.

C)

promoveu o crescimento urbano e a formação de uma classe média urbana.

D)

desestimulou a imigração estrangeira e a formação de um mercado de trabalho voltado para o setor industrial.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

3)

A história da estrutura fundiária do espaço agrícola brasileiro registra inúmeros e violentos conflitos. No período da colonização, as principais vítimas foram os indígenas, expulsos de suas terras de sobrevivência. No quadro atual, a violência no campo é resultado dos seguintes fatores, EXCETO.

A)

Atuação de grileiros no espaço agrário brasileiro.

B)

Desemprego estrutural, resultante da mecanização do espaço agrário brasileiro.

C)

Relações de trabalho igualitárias e humanizadas, com a prática de utilização de mão-de-obra escrava e infantil.

D)

Histórica concentração fundiária.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

4)

Sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha junto é a realidade que começa. (Dom Hélder Câmara, arcebispo brasileiro.)

Sobre os movimentos sociais no Brasil, assinale V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Em consequência da busca por demarcação e reconhecimento de suas terras, os povos indígenas ainda vivem situações de conflitos.

( ) A frase de Dom Hélder sintetiza os movimentos sociais dos trabalhadores urbanos e rurais no Brasil: é impossível tornar os sonhos coletivos em realidade.

( ) Os escravos negros resistiram à escravidão, muitos deles conseguiram fugir e fundaram os quilombos, criando uma nova ordem de relações sociais.

( ) A modernização das relações de trabalho no campo brasileiro contribuiu para a criação da Confederação dos Trabalhadores na Agricultura congregando vários sindicatos rurais.

( ) Os movimentos sociais na cidade são formas de luta criada para reivindicar melhores condições de vida, como moradia e serviços de saúde.

 

Marque a sequência correta.

A)

V, F, F, F, V

B)

F, V, V, F, F

C)

V, F, F, V, V

D)

V, F, V, V, V

E)

F, F, V, V, F

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

5)

Atualmente têm se tornado cada vez mais frequentes as notícias sobre os congestionamentos no trânsito em São Paulo. Esses congestionamentos aumentam em quilômetros de trânsito lento e engarrafamentos.

 

Sobre esse problema urbano de muitas cidades brasileiras, é INCORRETO afirmar que

A)

o crescimento urbano horizontal, com incorporação de novas áreas nas periferias da cidade, aumenta as distâncias nos deslocamentos intra-urbanos, o que contribui para que a população se torne mais dependente dos transportes.

B)

as políticas públicas para os transportes urbanos devem sempre priorizar as obras de engenharia, como: a construção de viadutos, túneis, novas avenidas e, ainda, o alargamento de outras avenidas existentes. Desse modo, haverá a garantia de uma circulação rápida da frota crescente de veículos particulares nas cidades.

C)

a má qualidade e a baixa eficiência dos transportes coletivos contribuem para o aumento da circulação de carros particulares e o agravamento do problema do trânsito nas cidades.

D)

os investimentos para o aumento da quantidade e da qualidade dos transportes coletivos, como ônibus e metrô, por exemplo, contribuem para melhorar o trânsito e diminuir a poluição do ar nas grandes cidades.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

6)

A reordenação produtiva do território brasileiro alterou o padrão da rede urbana, impactando a estrutura e as funções de diferentes tipos de cidades. Em relação à dinâmica das cidades médias,

A)

as leis de responsabilidade fiscal contribuíram para redefinir as atividades produtivas.

B)

a adoção do marketing de consumo urbano introduziu novos objetos que reordenaram a morfologia urbana.

C)

a ligação rápida com as metrópoles possibilitou a função de gerar novas tecnologias.

D)

a integração econômica com o campo por meio da agroindústria aumentou as funções terciárias.

E)

os eventos acadêmicos e as atividades turísticas transformaram os modelos de suas gestões.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

7)

“Existe a possibilidade de que a área do pré-sal, inicialmente delimitada entre o Espírito Santo e o norte de Santa Catarina, chegue ao Rio Grande do Sul.”

(Zero Hora, 27/09/2008).

Essa informação, dada pelo diretor geral da Agência Nacional do Petróleo, gás natural e biocombustíveis (ANP), Haroldo Lima, significa que

I. muda a história do petróleo no Brasil, fazendo o país passar da situação de autossuficiência à de um grande produtor mundial de petróleo.

II. o anúncio do redimensionamento da região mais rica em petróleo do país pode conter boas perspectivas para os gaúchos, mas não a garantia de investimentos mais baratos na exploração.

III. essas novas reservas do pré-sal que passariam pelo Rio Grande do Sul, chegando segundo hipóteses até à Argentina, se localizam na Bacia de Santos, em formações basálticas semelhantes àquelas que constituíram o Recôncavo Baiano.

IV. o fato de os combustíveis fósseis responderem pela maior parte (81%) da matriz de energia global possibilita ao Brasil uma verdadeira alavanca ao seu crescimento econômico, se tal descoberta for concretizada e bem aproveitada.

V. o petróleo anunciado, apesar de se encontrar abaixo do leito marítimo, sob uma placa de sal, chamada pré-sal, poderá ser facilmente extraído e sem grandes custos em face da alta tecnologia dominada pela Petrobras.

Das afirmativas acima com relação ao petróleo e suas perspectivas no Brasil, são corretas apenas:

A)

I, II e III.

B)

II e IV.

C)

III e V.

D)

II, IV e V.

E)

I e V.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

8)

Analise as proposições abaixo, que tratam de aspectos sociais da população brasileira.

I. O empobrecimento da população tanto urbana como rural vem empurrando crianças nas diversas faixas etárias para o trabalho infantil. Elas são levadas à exploração sexual, ao trabalho escravo e ao mundo do tráfico de drogas.

II. A agricultura é uma das atividades econômicas que concentram apenas 10% das crianças que se dedicam aotrabalho infantil.

III. O PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio) vem mostrando que três milhões de crianças de 05 a 15 anos permanecem trabalhando em áreas insalubres, perigosas e penosas. Elas são vítimas de sequelas físicas, de distúrbios psíquicos e de desintegração familiar.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uepb2008geo32.png

Está(ão) correta(s):

A)

apenas as proposições I e III

B)

apenas as proposições I e II

C)

apenas as proposições II e III

D)

apenas a proposição I

E)

todas as proposições

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

9)

O gráfico abaixo apresenta o número de ocupações de terra no Brasil no período 1988-2004.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UFU6222G.jpg

 Com base nas informações contidas neste gráfico, assinale a alternativa INCORRETA.

A)

O aumento dos conflitos no campo é decorrente, por um lado, da ação histórica arbitrária e opressiva do Estado e, de outro, da ofensiva dos trabalhadores rurais sem-terra na ocupação dos latifúndios.

B)

A aceleração das ocupações de terras ocorreu a partir do Governo FHC, demonstrando que a questão da Reforma Agrária continua sendo um problema para o atual governo Lula, caracterizado pela expansão do agronegócio.

C)

Os números refletem um maior nível de mobilização de movimentos de luta pelo acesso à terra que surgiram nas últimas décadas no Brasil, compostos, inclusive, por camponeses, indígenas, afrodescendentes e mulheres.

D)

Os números, relativamente baixos, de ocupações de terras até 1995 caracterizam-se pela ausência de pressões sociais pela Reforma Agrária, em razão da baixa concentração privada de terras nas mãos dos latifundiários.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

10)

A existência de um abismo entre ricos e pobres, nas principais metrópoles brasileiras, pode ser explicada pela

A)

elevada migração de populações de baixa renda em direção a essas metrópoles e pela redução de postos de trabalho em virtude do avanço tecnológico.

B)

dinâmica do crescimento econômico dessas metrópoles, fundamentado na indústria de base e de bens de consumo.

C)

priorização do crescimento econômico, centrado na agricultura cafeeira e na indústria alimentícia.

D)

reestruturação produtiva nos diversos setores econômicos, decorrente da organização social da classe trabalhadora.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

11)

As proposições abaixo tratam das políticas territoriais no espaço brasileiro.

I. A produção do espaço brasileiro não é condicionada apenas pela economia dos grupos empresariais, mas também por decisões de ordem política, protagonizadas pelo Estado.

II. As políticas territoriais valorizam e dinamizam determinadas porções do território, criando e recriando desigualdades entre regiões e entre lugares.

III. Os acordos de cooperação internacional negociados pela política externa não repercutem sobre as localizações das atividades produtivas no interior do país.

Está(ão) correta(s) APENAS a(s) proposição(ões)

A)

I

B)

I e II

C)

II

D)

III

E)

I e III

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

12)

Compreender a dinâmica regional amazônica passa pelo entendimento do “[...] funcionamento da economia ao nível mundial e seu rebatimento no território brasileiro, com a intermediação do Estado, das demais instituições e do conjunto dos agentes da economia, a começar pelos atores hegemônicos”

(SANTOS, M. Metamorfoses do espaço habitado. São Paulo: HUCITEC, 1991, p.46).

Neste sentido, podemos afirmar:

A)

Em nível global, a Amazônia valorizou-se por seu patrimônio mineral e pelo potencial agrícola da soja, por isso passou a ser foco de intensa pressão desenvolvimentista internacional. O Programa Avança Brasil, a criação do Ministério do Desenvolvimento Agrário e o Programa de Aceleração do Crescimento foram algumas respostas do governo brasileiro a essa pressão.

B)

As alterações no modelo nacional desenvolvimentista, predominante na Amazônia nas décadas de 1970 e 1980, mudaram a natureza dos conflitos pela posse e pelo uso dos recursos do subsolo, solo, florestas e rios. O Zoneamento Ecológico Econômico da região permitiu a posse àqueles que tinham apenas o uso da terra, diminuindo-se os conflitos no campo.

C)

A biodiversidade da Amazônia pode gerar riqueza e inclusão social sem destruir a natureza nesse processo, o que pode abranger toda a escala regional, inclusive, e beneficiar as comunidades que habitam as extensões florestais. Tal valorização pode impulsionar um desenvolvimento sustentável que utilize o patrimônio natural da floresta para as populações tradicionais.

D)

A demarcação de Áreas Protegidas na Amazônia (Terras Indígenas e Unidades de Conservação) é fruto da política desenvolvimentista brasileira. Trata-se de recortes territoriais incluídos no circuito produtivo, protegidos por empresas e empreendimentos sustentáveis, que geralmente associam proteção da floresta com apropriação de terras públicas.

E)

Na Amazônia, o avanço dos cinturões da soja e do boi sobre a floresta em Santarém e Belterra, mesmo em áreas protegidas, tem gerado trabalho, renda e desenvolvimento local e regional, uma vez que, ao aumentar as receitas municipais, criam-se condições para melhoria e ampliação dos serviços públicos. Isso indica que mais importante do que preservar, é produzir, gerar emprego e desenvolver o lugar.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

13)

O setor residencial brasileiro é, depois da indústria, o que mais consome energia elétrica. A participação do setor residencial no consumo total de energia cresceu de forma bastante acelerada nos últimos anos. Esse crescimento pode ser explicado

I. pelo processo de urbanização no país, com a migração da população rural para as cidades.

II. pela busca por melhor qualidade de vida, com a maior utilização de sistemas de refrigeração, iluminação e aquecimento.

III. pela substituição de determinadas fontes de energia - a lenha, por exemplo - pela energia elétrica.

Dentre as explicações apresentadas

A)

apenas III é correta.

B)

apenas I e II são corretas.

C)

apenas I e III são corretas.

D)

apenas II e III são corretas.

E)

I, II e III são corretas.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

14)

No Brasil, o movimento ecológico emerge na década de 1970, época em que se vivia sob uma ditadura que combatia diretamente todos os movimentos sociais oposicionistas. Durante o regime militar, o Estado criou diversas instituições para gerir o meio ambiente, visando principalmente à atração de investimentos estrangeiros – como por exemplo do Banco Mundial e do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) – para a realização de ações ambientais. No entanto, grande parte destes recursos não foram utilizados para os fins aos quais se destinavam.

(Adaptado de GONÇALVES, Carlos W. P. Os (des)caminhos do meio ambiente. São Paulo: Contexto, 2002.)

 

A leitura do texto permite afirmar que

A)

o Estado procurou administrar o meio ambiente utilizando principalmente recursos internos.

B)

o regime militar tomou várias medidas que impediram a utilização dos recursos naturais.

C)

o regime militar utilizou a questão ambiental como forma de atrair o capital internacional.

D)

o movimento ecológico surgiu num momento em que o regime militar era mais democrático.

E)

o capital financeiro internacional se uniu ao movimento ecológico contra o regime militar.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

15)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEPB20061geo33.png

A charge acima retrata que:

I. O mensalão destruiu a imagem ética do PT, mas o problema do Brasil está na ocupação predatória do Governo por petistas e aliados.

II. O complô das elites e os movimentos sociais contra o “governo operário” incendeiam o Brasil com denúncias infundadas de corrupção, visando tornar o país ingovernável.

III. A implantação das CPIs dos Correios, dos Bingos e do Mensalão nos leva à conclusão de que o banditismo não está à margem, mas no centro da sociedade e das instituições.

Está(ão) correta(s)

A)

Apenas a proposição III

B)

Apenas a proposição I

C)

Apenas a proposição II

D)

Apenas as proposições I e III

E)

Todas as proposições

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

16)

A crise do petróleo ocorrida na década de 70, a conscientização de que o petróleo é um recurso natural não-renovável, os perigos das usinas nucleares e de seus resíduos, a crescente necessidade de consumo de energia são alguns dos fatores que têm forçado a humanidade a buscar, ao lado da racionalização do consumo, fontes renováveis de energia. No Brasil, porém, no que pese o imenso leque de possibilidades da produção da mamona, do pinhão manso, da mandioca, ante a predisposição da ambiência e a facilidade do manejo, a produção do combustível terá que ficar sob os auspícios da Petrobrás. Isto deve ocorrer porque os (a)

A)

produtores jamais dominarão a técnica de produção do combustível.

B)

lei federal estabelece o monopólio da Petrobrás no que concerne à produção de combustível.

C)

qualidade final do produto torna imprescindível o controle de qualidade e de segurança.

D)

A Petrobrás financia e garante a compra da matéria-prima produzida.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

17)

Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário – IBPT – são editadas, em média, 37 novas normas tributárias por dia, o que equivale a uma norma a cada 40 minutos. Desde 1990, foram criadas 127.338 novas normas federais, 813.735 estaduais e 2.374.874 municipais. De que forma esse grande número de normas repercute nas empresas brasileiras?

A)

As frequentes mudanças favorecem a instauração de um caos tributário, o que é benéfico para o desenvolvimento das empresas.

B)

As empresas lucram com o excesso de burocracia tributária.

C)

Essas novas normas geralmente vêm associadas a aumentos de impostos. Desde 1988, esses impostos subiram de 23% para 36,5%.

D)

O Governo precisa de dinheiro; por isso, cria normas e impostos gerando pouco impacto sobre as empresas.

E)

As normas contribuem para a extinção da sonegação, propiciando ao empresário satisfação em pagar seus impostos.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

18)

A globalização, a partir da década de 80, trouxe, além de interdependência dos povos e das economias mundiais, a criação de megablocos e mercados regionais. No Brasil, a nova situação se relaciona:

A)

à desvalorização do real e à reduzida dependência externa.

B)

ao nível tecnológico do setor informal e ao desemprego estrutural

C)

ao aumento do poderio militar e à criação de um bloco econômico do Sul.

D)

à privatização das empresas estatais e ao aumento do capital estrangeiro em setores estratégicos.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

19)

O modernismo, a ocidentalização, o pop, o popularizar, a industrialização e a tecnologia aliaram-se à maneira afro-brasileira de ver e tocar o mundo. O sucesso da música feita para o Carnaval de Salvador está, também, na sua multiplicidade. Multiplicidade esta que também encontra inspiração e poesia nos gringos que, desengonçados ou não, já fazem parte do cotidiano da cidade (Salvador), principalmente quando é Carnaval. Já participam do ser e estar “baiano” — a conhecida “baianidade” —, que se encontra na procura do olhar do outro que, neste caso, é o simpático e agradável turista — hóspede que chega a conhecer e reconhecer a cidade com mais propriedade e curiosidade que muitos dos filhos dela.

(Armando Alexandre Castro, in: www.ivt-rj/caderno)

O autor analisa mudanças que ocorreram na cidade de Salvador nos últimos anos. Com base na leitura e interpretação do texto, é possível afirmar que o Carnaval

A)

contribuiu para intensificar ainda mais o processo de mundialização da cidade de Salvador.

B)

despertou hostilidade entre os cidadãos da cidade de Salvador e os turistas estrangeiros.

C)

impediu que o povo de Salvador conhecesse as novas tecnologias de comunicação.

D)

criou um fenômeno social, na cidade de Salvador, contrário ao processo de globalização.

E)

provocou imensos prejuízos econômicos e culturais para a população da cidade de Salvador.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

20)

O processo de urbanização brasileiro tornou-se mais intenso a partir das décadas de 1940 e 1950, como resultado da industrialização. No momento atual, as tendências da urbanização brasileira são dinamizadas por diferentes fatores econômicos e sociais. Nesse sentido, é correto afirmar que:

A)

As cidades médias crescem sempre num ritmo inferior às metrópoles.

B)

Há uma diminuição do emprego informal e um aumento da qualidade de vida nas metrópoles.

C)

Com o crescimento das cidades médias, nas proximidades das regiões metropolitanas, podem surgir áreas conurbadas ou em processo de conurbação.

D)

Há novos direcionamentos de investimentos privados que ocorrem das pequenas cidades para as metrópoles.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

21)

Analise esta tabela, em que se relacionam as nove unidades administrativas mais ricas do País e suas respectivas participações no PIB nacional, em 1999 e em 2002:

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/41_24.png

A partir dessa análise e considerando-se outros conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar que, no período considerado,

A)

os dois municípios de maior população foram os que alcançaram crescimento mais significativo da participação percentual no PIB nacional.

B)

a importância que as atividades industriais ocupam na composição do PIB dessas unidades administrativas é um dos fatores que explicam a concentração espacial da riqueza no Brasil.

C)

a presença, nesse ranking, de municípios que não sediam administrações estaduais pode ser explicada pelo extravasamento da atividade industrial de grandes centros para municípios situados em suas proximidades.

D)

o Distrito Federal ocupa posição de destaque por ser a Capital Federal e, consequentemente, pela importância de seu setor terciário na geração de renda.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

22)

Sobre a economia e a organização do território brasileiro nas últimas décadas, é CORRETO afirmar que

A)

Os programas de privatizações retiraram o Estado da economia nacional e facilitaram a entrada de capitais externos

B)

A dispersão industrial provocou a diminuição do PIB do estado de São Paulo, que perdeu sua importância como polo financeiro do país

C)

O Brasil assumiu, nas últimas décadas, a condição de Global Trader, ou seja, um parceiro global que defende os princípios do unilateralismo comercial

D)

Os novos investimentos na economia brasileira impulsionaram a integração industrial entre os estados no centro-sul

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

23)

Em 1995, o Governo Federal criou os portos secos, com a finalidade de armazenar produtos importados e exportados pelo Brasil e a Receita Federal liberou seu comércio no país ou seu embarque para o exterior.

Assinale a alternativa que corretamente demonstra uma das vantagens de tais portos.

A)

Eles estão instalados nas principais capitais brasileiras, geralmente próximos do litoral.

B)

São 33% mais baratos que os portos e 90% mais baratos que os aeroportos brasileiros, contribuindo para a diminuição dos custos do comércio exterior.

C)

Eles não conseguiram diminuir o congestionamento de mercadorias nos portos e aeroportos, usados para o comércio exterior, devido ao seu marasmo burocrático.

D)

A grande crítica a esses portos secos é a insistência do Governo Federal de não abrir sua exploração para concessionárias, o que poderia suprir a deficiência de capital e a agilização das transações comerciais brasileiras.

E)

São grandes silos subterrâneos, localizados nas fronteiras setentrional e boreal do Brasil.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

24)

Para o Brasil, o século XX foi uma longa e árdua luta contra o seu subdesenvolvimento econômico e social. Avalie, dentre as afirmações a seguir, aquela que apresenta um dos maiores obstáculos encontrados nessa longa marcha, ainda hoje não concluída.

A)

O aumento populacional concentrado no Nordeste, devido a altas taxas de natalidade e a baixas taxas de mortalidade infantil.

B)

A dependência financeira e tecnológica do país em relação às empresas brasileiras instaladas na Ásia, África e América Latina.

C)

A atuação de fortes sindicatos operários, o que impediu uma política de distribuição da indústria pelas regiões mais pobres do país, de 1930 a 1945.

D)

Os baixos investimentos em infraestrutura urbana e industrial, tais como em redes de: eletricidade e saneamento básico, saúde e educação, comunicação e transporte.

E)

O desenvolvimento de uma economia fortemente agrícola e independente, privilegiada pelas políticas federais, e que continuou predominando sobre a indústria até os anos 1980.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

25)

A indústria cultural norte-americana teve enorme influência na vida social e cultural do Brasil e de toda a América Latina. Uma das mais importantes dessas influências esteve representada pela coluna de heróis e super-heróis, tais como: Flash Gordon, Jim das Selvas, Mandrake, Zorro, Fantasma, Tarzan, Super-Homem, Capitão América, Batman, Homem de Borracha, Capitão Marvel e muitos outros. Juntamente com os personagens de Walt Disney, que chegam ao Brasil na década de 40, a “invasão” desses personagens assinala o novo contexto socioeconômico, político e cultural da nação brasileira.

 

 Tendo em vista as principais características socioespaciais do Brasil nesse contexto, assinale a afirmativa INCORRETA:

A)

O país estava se industrializando e formava-se paulatinamente uma indústria cultural, que se difundia a partir da região Sudeste.

B)

A difusão do american way of life impulsionou o consumo de mercadorias, o que interferiu no processo de instalação de indústrias de bens de consumo.

C)

Em função da Guerra Fria, uma das estratégias da indústria cultural norte-americana foi a conquista de novos parceiros políticos e econômicos.

D)

O elevado crescimento das cidades na região Sudeste, associado ao aumento da pobreza, impossibilitou a expansão da indústria cultural nas principais cidades da região Sudeste.

E)

Os elevados investimentos em infraestrutura, com vistas a integrar o território a partir da 2ª Guerra, possibilitaram a difusão das ideias e produtos norte-americanos.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

26)

Uma pesquisadora francesa produziu o seguinte texto para caracterizar nosso país:

O Brasil, quinto país do mundo em extensão territorial, é o mais vasto do hemisfério Sul. Ele faz parte essencialmente do mundo tropical, à exceção de seus estados mais meridionais, ao sul de São Paulo. O Brasil dispõe de vastos territórios subpovoados, como o da Amazônia, conhece também um crescimento urbano extremamente rápido, índices de pobreza que não diminuem e uma das sociedades mais desiguais do mundo. Qualificado de “terra de contrastes”, o Brasil é um país moderno do Terceiro Mundo, com todas as contradições que isso tem por consequência.

[Adaptado de] DROULERS, Martine. Dictionnaire geopolitique des états. Organizado por Yves Lacoste.

Paris: Éditions Flamarion, 1995.

O Brasil é qualificado como uma “terra de contrastes” por

A)

fazer parte do mundo tropical, mas ter um crescimento urbano semelhante ao dos países temperados.

B)

não conseguir evitar seu rápido crescimento urbano, por ser um país com grande extensão de fronteiras terrestres e de costa.

C)

possuir grandes diferenças sociais e regionais e ser considerado um país moderno do Terceiro Mundo.

D)

possuir vastos territórios subpovoados, apesar de não ter recursos econômicos e tecnológicos para explorá-los.

E)

ter elevados índices de pobreza, por ser um país com grande extensão territorial e predomínio de atividades rurais.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

27)

Observe os gráficos abaixo.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/assentamentosrurais.JPG

A questão fundiária sempre está nas manchetes de todos os anos: ora no Pontal do Paranapanema, ora nas áreas de fronteiras agrícolas. Comparando-se os gráficos, pode-se concluir que

A)

o assentamento de famílias é parte condicionante para a redução do número de mortos em conflitos fundiários.

B)

o número de famílias assentadas no período de 1990-1998 apresentou um declínio em relação aos anos anteriores.

C)

os assentamentos rurais iniciaram-se na década de 60, com a elaboração do Estatuto da Terra.

D)

o maior número de assassinatos em conflitos de terras ocorreu no período de 1996-1999.

E)

o número de famílias mortas em conflitos de terras nos anos considerados elevou-se.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

28)

Observe o mapa e a tabela a seguir.

2

A Universidade de Brasília realizou, em 2005, o Segundo Cadastro Municipal de Territórios Quilombolas no Brasil. Sobre os territórios quilombolas pode-se afirmar que:

A)

juntamente com as terras indígenas a maior parte dos territórios quilombolas encontra-se na região Centro-Oeste.

B)

são atualmente vazios demográficos, pois, com a Abolição da Escravidão, os negros rumaram para as cidades.

C)

a preservação dos territórios quilombolas justifica-se como reserva de terras para a Reforma Agrária.

D)

correspondem às principais áreas industriais do país, onde encontra-se o maior índice de urbanização.

E)

devem ser consideradas áreas de proteção porque contribuem para a preservação da história do país.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

29)

Na figura, observase uma alteração na Estrutura de População, segundo os setores de produção.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UFLA20082geo17.png

As alternativas abaixo indicam fatores determinantes das alterações apresentadas pela figura, EXCETO:

A)

Aumento da urbanização.

B)

Aumento da industrialização.

C)

Modernização no setor primário da economia.

D)

Modificação da atual estrutura fundiária.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

30)

Para classificar o ar da cidade de São Paulo, a CETESB considera as quantidades de SO2, as de partículas sólidas (MP) e o produto de ambos, existentes em determinado volume de ar, em determinado momento. Para a determinação da qualidade do ar, dos três valores apresentados na tabela a seguir, escolhe-se aquele que confere ao ar a pior qualidade.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/qualidadedoar.JPG

Com relação à ação dos poluentes utilizados como referência para a determinação da qualidade do ar, pode-se afirmar que a presença de SO2 e MP no ar atmosférico causam, respectivamente,

A)

dores de cabeça e fraqueza.

B)

a morte de peixes e infecção respiratória.

C)

chuva ácida e problemas respiratórios.

D)

efeito estufa e destruição da camada de ozônio.

E)

eutrofização de lagos e tontura e fraqueza.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

31)

Observe o mapa a seguir:

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UFG2005fgeo60.png

Com o atual fenômeno da globalização, o território brasileiro é chamado a oferecer as bases materiais à economia globalizada, que conjuga as cadeias de produção e consumo às redes de circulação. A conjugação dessas cadeias, nas regiões, com a rede de comunicação de telefonia celular móvel, pode ser identificada pela

A)

dispersão da rede na Região Norte, devido à criação da Zona Franca de Manaus.

B)

dispersão da rede na Região Centro-Oeste, devido ao desenvolvimento do turismo ecológico.

C)

revitalização do sítio urbano e dos centros históricos para preservar a memória urbana.

D)

concentração da rede na Região Sul, em consequência da presença da população de origem europeia.

E)

concentração da rede na Região Sudeste, devido à presença do capital financeiro.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

32)

Até a década de 1930, em função, principalmente, do predomínio da imigração masculina para o Brasil, havia mais homens que mulheres no país. Mas a partir desse período até os dias de hoje, este quadro vem se alterando.

Observe o quadro abaixo e analise as assertivas.

Brasil: Distribuição Regional da População por Sexos (1999)

 Região Mulheres (%) Homens (%)  Norte  51,0 49,0  Nordeste 51,1 48,9  Sudeste 51,3 48,7  Centro-Oeste 50,5 49,5  Sul 50,7 49,3  Brasil 50,8 49,2

                                Fonte: IBGE, 2000.

 I. Todas as regiões brasileiras apresentam um número maior de mulheres. Isso se justifica pelo fato delas predominarem nas zonas rurais, longe de problemas urbanos como a violência, epidemias entre outras.

II. A região Sudeste apresenta a maior diferença a favor das mulheres e as principais justificativas são a elevada emigração e a mortalidade masculina.

III. A região Nordeste apresenta a segunda maior diferença a favor das mulheres, justificada, principalmente, pelas elevadas taxas de mortalidade masculina.

IV. A região Norte apresenta a terceira maior diferença a favor das mulheres, e a principal causa é o deslocamento dos homens para trabalhar em outros Estados, em especial, na região Sudeste.

V. A razão principal para o predomínio das mulheres em todas as regiões brasileiras está na maior mortalidade masculina por acidentes, doenças e violência urbana, seguida pela emigração.

Assinale a alternativa correta.

A)

Apenas I, III e IV estão corretas.

B)

Apenas II e V estão corretas.

C)

Apenas III e IV estão corretas.

D)

Todas estão corretas.

E)

Apenas I, IV e V estão corretas.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

33)

Observe no mapa a localização da reserva Raposa do Sol.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/FGV2009SPbAecoGEOG74.PNG

Assinale a alternativa que apresenta características geoambientais predominantes na área da reserva.

A)

Depressão sedimentar, clima tropical úmido e floresta.

B)

Planície fluvial, clima tropical típico e cerrado.

C)

Planalto cristalino, clima equatorial úmido e cerrado.

D)

Planalto sedimentar, clima equatorial e campos.

E)

Planície fluvial, clima equatorial e floresta.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

34)

Estado do Mato Grosso

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uftm20071geo30.png

O município de Sorriso está situado na região Norte do estado do Mato Grosso, no km 742 da rodovia BR 163 (Cuiabá-Santarém), a 412 km da Capital, Cuiabá, na fronteira entre os climas Tropical e Equatorial. A sua fundação deu-se através de um projeto de colonização privada, com a maioria absoluta de sua população constituída de migrantes provenientes da região Sul do país.

(www.sorriso.mt.gov.br, acessada em 07.10.2006)

Sobre a participação do Estado brasileiro e de suas políticas territoriais na ocupação da região Centro-Oeste, pode-se afirmar que foi

A)

pouco importante, já que os projetos de colonização privada no Centro-Oeste na década de 1970, com farto financiamento internacional, previam desde a construção de rodovias de integração até a infraestrutura de energia e telecomunicações.

B)

limitada aos investimentos sociais, já que as políticas neoliberais implementadas no país, a partir da década de 1980, tinham como premissa a maior autonomia do setor privado na expansão da economia.

C)

importante tanto diretamente, na construção de infraestruturas  de transporte, energia e telecomunicações, como indiretamente, com políticas de incentivo à expansão da fronteira agrícola pela agricultura moderna de exportação.

D)

iniciada na década de 1990, em razão do fracasso das empresas de colonização privada no Centro-Oeste e Amazônia, pelas dificuldades encontradas para o escoamento da produção pelo Pacífico.

E)

indireta, atuando principalmente como órgão fiscalizador da atividade privada na região Centro-Oeste, em razão da existência de muitas áreas de proteção ambiental, como parques nacionais e reservas indígenas.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

35)

Analise a letra da música abaixo.

Minha Alma (A paz que eu não quero)A minha alma está armada e apontada para a cara do sossego pois paz sem voz não é paz é medo [...]As grades do condomínio são para trazer proteção mas também trazem a dúvida se não é você que está nessa prisão me abrace e me dê um beijo faça um filho comigo mas não me deixe sentar na poltrona no dia de domingo procurando novas drogas de aluguel nesse vídeo coagido pela paz que eu não quero seguir admitindo.

http://o-rappa.musicas.mus.br/letras/28945

Assinale a alternativa que indica o problema central destacado na letra da música.

A)

A formação da chamada cidade informal das regiões metropolitanas.

B)

A falta de infraestrutura básica nos subúrbios das metrópoles.

C)

O aprofundamento da pobreza nas grandes cidades brasileiras.

D)

A violência criminal que atormenta os moradores dos grandes centros urbanos.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

36)

O setor agrário brasileiro tem passado por mudanças significativas em decorrência do processo da modernização da agricultura, embora alguns fatores permaneçam os mesmos do passado.

Assinale, no que se refere às modificações no campo decorrentes deste processo de desenvolvimento, a alternativa que estiver correta.

A)

A densidade demográfica no campo é maior do que na área urbana, mas menor do que no passado, devido à liberação de mão-de-obra do campo para a cidade.

B)

As atividades econômicas sofreram mudanças em algumas regiões. Embora ainda tenham como base a agropecuária, foram introduzidas transformações no tipo de produção, na forma de produzir e na organização do trabalho.

C)

A modernização da agricultura resultou em uma melhor distribuição das terras, pois do contrário traria o estrangulamento na oferta de alimentos e matérias primas.

D)

O processo de modernização teve um caráter de distribuição desigual privilegiando as áreas de fronteira agrícola do Brasil, com destaque às regiões Norte e Centro-oeste.

E)

Os recursos naturais não foram afetados pelo processo de modernização da agricultura, uma vez que a quantidade de terra disponível era significativamente elevada no país.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

37)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uff058geo.jpg

Assinale a proposta de modelo de desenvolvimento alternativo para a Amazônia, inspirada pelo movimento social liderado pelo seringueiro Chico Mendes.

A)

Área de Proteção Ambiental: área em geral extensa e com ocupação humana, possuindo elementos abióticos, bióticos e culturais importantes, tendo como objetivos proteger a biodiversidade, disciplinar a ocupação e garantir a sustentabilidade no uso dos recursos naturais.

B)

Reserva Extrativista: área usada por populações tradicionais, cuja base econômica é o extrativismo, complementado por agricultura de subsistência e criação de pequenos animais, tendo como objetivo básico proteger os meios de vida e a cultura dessas populações, bem como o uso sustentado dos recursos naturais.

C)

Floresta Nacional: extensa área pública coberta por florestas com o predomínio de espécies nativas, tendo por objetivo usos diversificados e sustentáveis de seus recursos, como a pesquisa científica, que serve para o desenvolvimento de métodos e técnicas de manejo e exploração sustentável.

D)

Reserva Biológica: área destinada à preservação integral da biota e outros elementos naturais, sem a interferência humana e mudanças ambientais, à exceção de medidas de recuperação de ecossistemas alterados ou ações de manejo, voltadas para a preservação do equilíbrio ecológico.

E)

Parque Nacional: área pública que tem por objetivo a preservação dos ecossistemas brasileiros de grande relevância ecológica e beleza paisagística, utilizados para a pesquisa científica, a educação e o conhecimento da natureza, a recreação em ambientes naturais e o turismo ecológico.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

38)

Municípios que representam juntos 25% do PIB nacional

1999                                    2002

1º São Paulo (SP)            1º São Paulo (SP)

2° Rio de Janeiro (RJ)         2° Rio de Janeiro (RJ)

3° Brasília (DF)                  3° Brasília (DF)

4° Belo Horizonte (MG)           4° Belo Horizonte (MG)

5° Manaus (AM)                5° Manaus (AM)

6° Curitiba (PR)              6° Duque de Caxias (RJ)

7° Porto Alegre (RS)                      7° Curitiba (PR)

8º Guarulhos (SP)                  9° São José dos Campos (SP)

Fonte: IBGE. Produto Interno Bruto dos Municípios 1999-2002. Disponível em:http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_visualiza.php?id_noticia=354

Observe o quadro acima e assinale a alternativa correta.

A)

O crescimento das atividades econômicas na região nordeste justifica o aparecimento das capitais nordestinas na  listagem apresentada.

B)

A mudança na posição de Manaus na listagem apresentada é decorrente das dificuldades de comercialização de produtos de origem florestal.

C)

Devido à expansão das atividades econômicas nas regiões metropolitanas, as cidades do entorno das capitais passam a ter representatividade significativa no PIB nacional.

D)

A entrada das cidades do entorno das capitais na listagem apresentada está basicamente associada à atividade econômica representada pelo cinturão verde das regiões metropolitanas.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

39)

“Fome Zero” é um projeto social implantado pelo governo Lula, de combate à fome endêmica no país. Entretanto, esse projeto não tem alcançado os objetivos desejados, porque

A)

o governo não dispõe de verbas para que o sucesso seja garantido.

B)

a sociedade não se mobilizou, e o governo sozinho não é capaz de executá-lo.

C)

o sistema viário ineficiente é o principal obstáculo para a distribuição de cestas básicas.

D)

a burocracia e a corrupção boicotam o projeto, tornando-o ineficaz.

E)

a produção agrícola brasileira não é suficiente para fornecer os alimentos necessários a essa campanha.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

40)

Em relação aos movimentos migratórios no Brasil, analise as afirmativas a seguir:

I. O processo de industrialização concentrada transformou o eixo Rio–São Paulo no principal polo de atração das migrações da Região Nordeste.

II. Em razão das políticas públicas de incentivo à ocupação das regiões Norte e Centro-Oeste, os movimentos migratórios em direção ao Sudeste começaram a declinar.

III. As condições favoráveis de produção agrícola do Oeste da Bahia atraíram importantes fluxos migratórios vindos da Região Sul.

Assinale:

A)

se somente a afirmativa I estiver correta.

B)

se somente a afirmativa III estiver correta.

C)

se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

D)

se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

E)

se todas as afirmativas estiverem corretas.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

41)

Na estrutura espacial de um país, a rede urbana contribui para demonstrar o nível de integração entre os diversos espaços e lugares. Em se tratando das funções das metrópoles brasileiras atuais na organização da rede, as suas características são:

A)

crescimento urbano descontrolado e prevalência dos centros históricos para as funções administrativas.

B)

conurbação com municípios próximos e integração da gestão com as metrópoles nacionais.

C)

aumento de frotas de veículos e limitação da expansão urbana.

D)

formação de novas centralidades e crescimento de funções terciárias.

E)

intercâmbio com o comércio internacional e criação de centros de inovações tecnológicas.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

42)

O índice de urbanização no Brasil é muito elevado, cerca de 80% de toda a população reside em ambientes urbanos. A cidade tornou-se palco das diferenças sociais, onde uma parte das áreas periféricas (aquelas que não são ocupadas pelos condomínios horizontais fechados, por exemplo) sofre com a falta de infraestrutura e serviços básicos. Não bastando isso, a ocupação de áreas irregulares coloca a população de baixo poder aquisitivo em uma efetiva situação de risco, tornando-a vulnerável a situações de desastres, como a que aconteceu no morro do Bumba, em Niterói, no Rio de Janeiro, no início do mês de abril de 2010.

Sobre esse assunto, analise as alternativas abaixo e assinale a INCORRETA.

A)

A expansão urbana baseia-se em dois tipos principais de ocupação habitacional: os loteamentos regulares, com projeto aprovado pelas administrações municipais, e as ocupações irregulares (invasões) de terrenos privados e públicos. As ocupações irregulares têm ocorrido especialmente nas encostas de grande declividade, com a implantação de arruamento precário, sem proteção e moradias precárias.

B)

A segunda metade do século XX marcou a aceleração do processo de urbanização no Brasil e, entre as consequências deste processo, destacam-se a formação de regiões metropolitanas, a verticalização e adensamento das áreas já urbanizadas e a expansão urbana para as áreas periféricas.

C)

Os processos de expansão urbana, periferização e peri-urbanização têm fortes impactos socioambientais, dentre eles: o aumento das jornadas entre o centro e as áreas periféricas, ocasionando o aumento do trânsito e da poluição do ar; a ausência de saneamento básico e um forte processo de desmatamento e degradação ambiental.

D)

A ocupação e a expansão das periferias urbanas são estimuladas pela retenção especulativa de terrenos em áreas mais bem localizadas, cujo acesso é para todos, devido o alto valor a ser pago pelas infraestruturas instaladas. No processo de segregação espacial, o solo urbano torna-se uma mercadoria disputada por diferentes agentes sociais e econômicos urbanos, que utilizam de estratégias mercantis para valorizar todas as áreas do espaço urbano.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

43)

Para responder à questão abaixo, considere as afirmativas referentes ao petróleo no Brasil.

I. A maior parte do petróleo brasileiro é obtido na plataforma continental do país.

II. O Brasil é auto-suficiente no refino de petróleo, embora ainda não o seja em termos de produção.

III. A Petrobrás detém o monopólio para a exploração e o refino do petróleo no país.

IV. A recém-iniciada exploração de petróleo na camada do Pré Sal só foi possível por seus baixos custos, inferiores aos custos da exploração em áreas continentais, como a região de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

As afirmativas corretas são, apenas,

A)

I e II.

B)

I e III.

C)

I e IV.

D)

II e IV.

E)

II, III e IV.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

44)

A obra de Tarsila do Amaral é muito trabalhada nos estudos da Geografia, pois retrata o cotidiano e fenômenos geográficos.

0As obras I e II de Tarsila do Amaral sugerem, respectivamente, quais momentos da sociedade brasileira?

A)

Metropolização e êxodo rural

B)

Urbanização e desmetropolização

C)

Metropolização e conurbação

D)

Urbanização e megalopolização

E)

Urbanização e industrialização

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

45)

Leia com atenção:

I. trabalhadores e patrões se queixam da concorrência desleal com os produtos contrabandeados ou subfaturados. Alertam ainda que, sem a regulamentação das salvaguardas, não podem denunciar práticas de concorrência desleal;

II. todos indicam a invasão estrangeira, principalmente a partir de 2005, quando acabou o mecanismo de cotas. O setor avisou o governo de que depois do fim das cotas haveria uma invasão estrangeira no mercado interno brasileiro;

III. na região de Americana, maior polo brasileiro, quatro mil trabalhadores já perderam o emprego este ano, resultado direto do encolhimento da carteira de pedidos. O item importado chega ao Brasil com valor de até 40% do preço de venda do produto brasileiro.

Os textos referem-se

A)

aos produtos do setor têxtil da China.

B)

à produção de açúcar da União Europeia.

C)

aos subsídios dos EUA ao setor algodoeiro.

D)

à liderança da produção de carne da Austrália.

E)

ao comércio da soja, liderado pela China.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

46)

Observe o mapa para responder à questão.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/FGV2009SPbAecoGEOG73.PNG

A leitura do mapa e os conhecimentos sobre a dinâmica brasileira permitem afirmar que a antiga designação de

A)

região de emigração para o Nordeste perdeu o significado.

B)

abertura da fronteira agrícola foi abandonada.

C)

macrocefalia da rede urbana já foi ultrapassada.

D)

rodovias de integração está superada.

E)

economia de arquipélago não tem mais razão de ser.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

47)

A diversidade arquitetônica de Higienópolis no início do século XX, bairro da metrópole de São Paulo, foi descrita por um observador da época nos seguintes termos: “Havia desde a pureza de uma frontaria fria à normanda, dos arabescos sinuosos ilógicos da arte-nova até o risonho´cottage´ inglês, dos pontiagudos chalés da neve aos alpendrados espanhóis, às cúpulas e minaretes orientais, às varandas cobertas do norte, às vilas graciosas da Itália, às galerias do renascimento, ao exagero do barroco ou do plateresco, ao rústico suíço, até a horrível simetria esburacada do estilo pombalino.”

(Souza Pinto, citado em MORAES, José G. V. Cidade e cultura urbana na Primeira República. São Paulo: Atual, 1994, p.53).

Essa grande diversidade cultural da Capital, refletida em sua arquitetura, está relacionada a uma sequência histórica de processos socioeconômicos e territoriais no estado de São Paulo, entre eles

A)

economia cafeeira, imigração europeia, urbanização e industrialização.

B)

economia industrial, migrações internas e modernização do campo.

C)

economia açucareira, imigração europeia e abolição da escravatura.

D)

economia cafeeira, emigração do país, urbanização e exportação industrial.

E)

economia de serviços, metropolização, segregação e globalização cultural.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

48)

Da década de 50 a 70 do século XX, o Brasil representou um bom desempenho econômico, tanto em nível regional como mundial.

Assinale a alternativa que garantiu esse excepcional desempenho do nosso país.

A)

Forte participação do capital estatal e estrangeiro na economia e o fácil endividamento externo, aliados às condições internas favoráveis. Por exemplo: mão-de-obra e recursos naturais abundantes.

B)

Forte participação do capital estrangeiro que veio para o Brasil num momento da Universalização do Capital.

C)

Política interna, forte e agressiva, voltada para o desenvolvimento brasileiro no sentido de sanar, definitivamente, a miséria nacional.

D)

Calmaria pela qual passaram os países do mundo, após o  fim  da  Segunda  Grande  Guerra  que   motivou  o desenvolvimento em busca da paz.

E)

Criação do FMI, organização voltada para ajudar países pobres a se desenvolverem.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

49)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/romariz.JPG

No território do Espírito Santo, as situações mencionadas no Texto se manifestam

A)

na urbanização diferenciada das áreas litorâneas, que promove a contenção da impermeabilização do solo.

B)

nos aterros realizados no município de Vitória, que se destinaram exclusivamente às instalações portuárias.

C)

no cultivo do eucalipto em sistema de monocultura, que assegura matéria-prima para a indústria de papel e celulose.

D)

nas unidades de conservação e corredores ecológicos, que garantem a preservação de toda faixa litorânea capixaba.

E)

no aproveitamento do tanino do mangue vermelho na fabricação das panelas de barro artesanais, o que tem promovido a extinção desta espécie.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

50)

Observe o mapa a seguir.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UPE2005geo09.png

Considerando o processo de ocupação do território nacional, pode-se dizer que a região 2 tem melhor índice de condições de vida, quando comparada com a região 1, porque, dentre outros motivos,

A)

teve a sua base econômica apoiada na monocultura comercial, direcionada para o mercado externo.

B)

utilizou inicialmente a mão-de-obra escrava.

C)

foi colônia de povoamento.

D)

houve uma grande concentração de terras nas mãos de poucos proprietários.

E)

se apoiou na grande propriedade rural, desenvolvida em clima frio.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

51)

“Gargalos institucionais (como leis defasadas e sobrecarga tributária) e de infraestrutura (logística e tecnologia) ainda travam a competitividade brasileira no cenário internacional. A 8ª economia do mundo ocupa apenas o 38º lugar num ranking [de competitividade] de 58 países feito pela faculdade suíça Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Administração em parceria no Brasil com a Fundação Dom Cabral (FDC).”

GARGALOS travam competitividade brasileira. Folha de S. Paulo,São Paulo, 20 mai. 2010, p. B1

Considerando as falhas infraestruturais que atrapalham a competitividade econômica do Brasil pode ser dito que

A)

elas se concentram no Nordeste e Norte brasileiros, pois as infraestruturas de transportes e de comunicações do restante do país encontram-se no nível dos países mais avançados.

B)

o sistema de transportes, que inclui além das vias (rodoviárias, férreas etc.) também aeroportos e portos, encontra-se em nível precário, e está longe de atender adequadamente uma economia que se interioriza no território.

C)

as infraestruturas de logística (armazenamento, gestão de informações e comunicações etc.) possuem um padrão tecnológico muito avançado no país e um custo barato; o problema é a pequena quantidade de equipamentos.

D)

os padrões tecnológicos da logística econômica do território brasileiro estão comprometidos pelos preços baratos cobrados pelo uso dos equipamentos, o que compromete futuros investimentos.

E)

as falhas infraestruturais são bem mais graves no Sudeste e no Sul do Brasil onde se concentra a maior produção econômica para o exterior, pois, nas outras áreas do Brasil, o processo econômico é praticamente regional.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

52)

A Federação Russa, país em desenvolvimento, marca novamente a política internacional graças à expansão de sua economia e às reservas energéticas existentes.

Analise o gráfico abaixo.

0

A análise dos gráficos com relação à economia soviética demonstra que,

I. em 1992, o país apresentava o menor nível de desemprego, enquanto o PIB e a Renda per capita eram maiores do que em 1998.

II. em 1998, o PIB e a renda per capita desabaram enquanto o desemprego mais que dobrou em relação a 1992.

III. em 2003, houve um aumento do PIB e da renda per capita e uma relativa redução nos níveis de desemprego com relação aos anos anteriores; esse quadro não se manteve em 2004.

IV. em 2005, o PIB aumentou cerca de 30% em relação ao ano anterior; a renda per capita também registrou crescimento semelhante, e o desemprego apresentou um leve declínio.

 V. em 2005, todos os indicadores apresentaram o melhor desempenho no período considerado, inclusive o nível de ocupação da força de trabalho.

Estão corretas:

A)

apenas I, II e IV.

B)

apenas I, II e III.

C)

apenas III, IV e V.

D)

apenas I, III e V.

E)

todas as afirmativas.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

53)

“Tenho medo. Medo de ti, sem te conhecer, medo só de te sentir, encravada na favela, erisipela, mal-de-monte, na coxa flava do Rio de Janeiro. Medo: não de tua lâmina nem do teu revólver. Nem da tua mancha, nem do teu olhar. Medo de que sintas que sou culpado e culpado somos de pouco ou nenhuma irmandade.” (...)

Fonte: Ensino de Geografia do Brasil – Marcos de Amorim

O fragmento do poema de Carlos Drumond de Andrade, acima, mostra que

I. há uma visão generalizada por grande parte da sociedade brasileira de que as favelas são apenas territórios uniformes de pobreza, onde perdura a ilegalidade, a violência, o tráfego de drogas, ou seja, lugar da desordem social.

II. as favelas são espaços de moradia possível para milhares de trabalhadores que disponibilizam sua força de trabalho a serviço do desenvolvimento econômico deste país e que não têm condições de acesso a outro lugar no solo urbano.

III. as favelas agregam milhares de trabalhadores que ainda não adentraram ao mundo moderno dos apartamentos de luxo, academias de ginásticas, ao brilho dos shoppings centers e da globalização via Internet.

 

Está(ão) correta(s):

A)

apenas a proposição III

B)

apenas as proposições I e II

C)

apenas as proposições I e III

D)

apenas as proposições II e III

E)

todas as proposições

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

54)

A chamada camada “pré-sal” é uma faixa que se estende por cerca de 800 quilômetros entre os Estados do Espírito Santo e Santa Catarina, abaixo do leito do mar, e engloba três bacias sedimentares (Espírito Santo, Campos e Santos). Nessa área o petróleo encontrado está a profundidades que superam os sete mil metros, abaixo de uma extensa camada de sal. A figura a seguir ilustra essa descrição.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/pelotas09fev42.JPG

A descoberta de reservas potencialmente ricas em petróleo suscita discussões sobre o destino dos lucros obtidos bem como sobre possíveis alterações no modelo de exploração adotado pelo país. Essa discussão, acerca da forma de exploração do petróleo, só tornou-se possível em decorrência

A)

da quebra do monopólio da Petrobrás na extração, transporte, refino e importação de petróleo e seus derivados, em 1995 com a revisão da Constituição de 1988.

B)

do Estado brasileiro não poder contratar empresas privadas ou estatais, sejam nacionais ou estrangeiras, que queiram atuar no setor graças à manutenção do monopólio da Petrobrás para exploração do petróleo.

C)

da quebra do monopólio da União no que diz respeito à pesquisa e extração de jazidas de petróleo e gás natural, do refino, importação e exportação de petróleo, com base na Constituição de 1988.

D)

dos subsídios do governo incentivando indústrias a substituírem o petróleo por energias alternativas, permitindo à Petrobrás o privilégio na extração de petróleo.

E)

da existência de refinarias públicas e privadas que garantem a autossuficiência no setor de petróleo o que permite ao país se dedicar a explorações mais profundas.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

55)

Marque a alternativa correta que identifica o processo de reconquista territorial pelos Wajãpi ao final do século XX. (Geografia do Amapá)

A)

Após a conclusão da Perimetral Norte, os Wajãpi assumiram expulsar, com a ajuda da FUNAI e da Prefeitura de Serra do Navio, os invasores de seu território.

B)

Deram início a várias atividades de controle territorial e de diversificação do extrativismo e modernização da agricultura de precisão, na área tradicionalmente ocupada.

C)

As dificuldades de subsistência nas aldeias superpovoadas, as mais atingidas pela proximidade da rodovia Perimetral Norte e pelo esgotamento dos recursos naturais, fez com que muitas famílias migrassem de volta ao vale do Xingu.

D)

As dificuldades de subsistência nas aldeias super  povoadas e pelo esgotamento dos recursos naturais fez com que muitas famílias se concentrassem em pequenas aldeias próximas aos Postos da FUNAI.

E)

Atualmente, há aldeias permanentes além de numerosos acampamentos concentrados no entorno dos Postos da FUNAI.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

56)

0

Analise os mapas apresentados e assinale a alternativa correta.

 

A)

A incorporação das áreas do Sudeste e do Centro-Oeste na produção de trigo foi possível graças ao processo de resfriamento por que passa a Terra.

B)

A produção da região Sul do Brasil diminuiu em decorrência da entrada no mercado brasileiro de trigo importado da Europa.

C)

As condições ideais de produção de trigo são encontradas no Sul do Brasil, com temperaturas elevadas durante todo o ano e precipitação anual de 700ml.

D)

O desenvolvimento de variedades adaptadas ao clima tropical tem permitido o aumento da produtividade nas áreas do Sudeste e Centro-Oeste do Brasil.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

57)

O Estatuto da Cidade, aprovado em 2001, permite à população ter maior participação na gestão democrática da cidade. O que estimula a participação do cidadão na vida da comunidade?

A)

Elevação da renda per capita da população, estimulando as organizações sociais.

B)

Criação de leis ordinárias municipais, regulamentando a participação por concurso público.

C)

Maior remuneração dos cargos públicos municipais, estimulando o ingresso da população.

D)

Criação de conselhos municipais, com participação significativa da sociedade civil organizada.

E)

Reforma do legislativo municipal, criando vagas para vereadores voluntários.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

58)

São Francisco do Conde (BA), Triunfo (RS), Quissamã (RJ), Carapebus (RJ), Rio das Ostras (RJ) e Paulínia (SP) são os municípios brasileiros que apresentam os maiores PIBs per capita do Brasil devido ao fato de serem sede

A)

do setor sucroalcooleiro.

B)

de centros siderúrgicos.

C)

de indústrias petroquímicas.

D)

da indústria naval.

E)

do setor de telecomunicações.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

59)

Analise a tabela a seguir.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/RENDAIBGE.bmp

De acordo com os dados da tabela, é válido afirmar que, nesse período, o Brasil

A)

concentrou a renda entre os 60% mais pobres, que possuem cerca de metade da riqueza nacional em 1989.

B)

repartiu a renda de forma concentrada entre os mais ricos, que possuem mais da metade da renda nacional em 1989.

C)

distribuiu melhor a renda entre a população, principalmente entre os 1% mais ricos, que possuem 17,3% em 1989.

D)

ampliou a renda de forma desigual entre os mais pobres, que receberam cerca de 42% da riqueza entre 1960 e 1989.

E)

concentrou a renda entre os 11% mais ricos, que acumularam em 1989 ganhos de riqueza de mais de 80% em relação aos anos anteriores.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

60)

Assinale a alternativa que expresse a sequência correta das atividades que predominaram na ocupação territorial da Amazônia.

A)

 Década de 1970   Década de 1990   Século XXI  Projetos de colonização  Pecuária extensiva  Soja

B)

 Década de 1970   Década de 1990   Século XXI  Biopirataria Integração nacional  Reserva extrativista

C)

 Década de 1970   Década de 1990   Século XXI  Integração nacional Projetos de colonização  Biopirataria

D)

 Década de 1970   Década de 1990   Século XXI  Reserva extrativista Soja Pecuária extensiva

E)

 Década de 1970   Década de 1990   Século XXI Pecuária extensiva Projetos de colonização Biopirataria

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

61)

“Ave madeira que desgraça / Se preciso te cortar / Bendito és o teu leite / Pros meus filhos sustentar / Porém a tua borracha / Faz os barões farrear.”(Oração de seringueiro de Basiléia, Acre)O texto mostra a representação, na consciência popular, das relações sociais entre os homens e destes com a natureza na Amazônia brasileira. Em meados do século XIX, essa região começou a se transformar com o “ciclo da borracha”, que se tornou a segunda mercadoria na pauta de exportações brasileiras no período e trouxe grande riqueza para a região, mas entrou em decadência a partir de 1913. Esse ciclo estabeleceu novas relações sociais de trabalho na região, responsáveis por toda essa riqueza, o que serviu como base para o processo posterior de ocupação da Amazônia.

Assinale a alternativa que caracteriza corretamente o sistema de relações sociais de trabalho na produção do látex da borracha amazônica, no período mencionado.

A)

 Sistema de relações de trabalho Características Sistema de contrato assalariado Seringueiros contratam gente por salários, com jornadas fixas e garantia de direitos sociais.

B)

 Sistema de relações de trabalho Características  Sistema de aviamento  Seringueiros extraem o látex, nas terras dos seringalistas, que é vendido às casas aviadoras.

C)

 Sistema de relações de trabalho  Características Sistema de parceria Divisão do produto da extração entre partes iguais para camponeses e fazendeiros.

D)

 Sistema de relações de trabalho  Características Sistema de colonato Produção em pequenas terras de colonos nativos e venda do látex a grandes proprietários.

E)

 Sistema de relações de trabalho  Características Sistema de escravidão indígena Escravos índios extraem o látex para seringueiros, que é exportado por comerciantes.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

62)

O meio rural no Brasil vem passando por grandes transformações. Sobre as características desse processo, assinale V para as verdadeiras e F para as falsas.

( ) Subordinação da agropecuária às necessidades do capital urbano-industrial, em que os complexos rurais que caracterizavam o modelo agroexportador foram substituídos pelos complexos agroindustriais.

( ) Conclusão da reforma agrária no país e alteração da estrutura fundiária a partir de políticas que priorizam a solução dos conflitos e a justa divisão das terras produtivas.

( ) Dependência financeira de parte dos pequenos produtores rurais familiares que passam a necessitar de financiamentos para modernizar a propriedade e a adquirir os insumos necessários, integrando-se ao agrobusiness por meio da comercialização da sua produção com grupos empresariais.

( ) Diminuição do número de produtores especializados e do trabalho assalariado e diarista contendo o êxodo rural a partir da melhoria da qualidade de vida da população do campo.

( ) Organização de cadeias produtivas que envolvem, além do plantio e da colheita, o beneficiamento e a distribuição dos produtos, diminuindo as fronteiras entre o setor primário e o setor secundário.

Assinale a sequência correta.

A)

V, V, F, F, V

B)

V, F, F, F, F

C)

F, V, F, V, F

D)

F, F, V, V, V

E)

V, F, V, F, V

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

63)

A Mata Atlântica, que originalmente se estendia por todo o litoral brasileiro, do Ceará ao Rio Grande do Sul, ostenta hoje o triste título de uma das florestas mais devastadas do mundo. Com mais de 1 milhão de quilômetros quadrados, hoje restam apenas 5% da vegetação original, como mostram as figuras.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/questoesoffline/questoes/95142-827-imgs/img1.jpg

Adaptado Atlas Nacional do Brasil, IBGE, 1992/ http://www.sosmatatlantica.org.br

 

Considerando as características histórico-geográficas do Brasil e a partir da análise das figuras é correto afirmar que

A)

as transformações climáticas, especialmente na Região Nordeste, interferiram fortemente na diminuição dessa floresta úmida.

B)

nas três últimas décadas, o grau de desenvolvimento regional impediu que a devastação da Mata Atlântica fosse maior do que a registrada.

C)

as atividades agrícolas, aliadas ao extrativismo vegetal, têm se constituído, desde o período colonial, na principal causa da devastação da Mata Atlântica.

D)

a taxa de devastação dessa floresta tem seguido o sentido oposto ao do crescimento populacional de cada uma das Regiões afetadas.

E)

o crescimento industrial, na década de 50, foi o principal fator de redução da cobertura vegetal na faixa litorânea do Brasil, especialmente da região Nordeste.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

64)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uepb2008geo35.png

A charge satiriza um programa lançado pelo Governo Federal. As proposições tratam desse programa, logo

I. o PAC é um conjunto de regras, compromissos de ações e diretrizes de governo que objetivam recolocar o país na temática do desenvolvimento econômico, aumentando o número de empregos e melhoria das condições de vida da população brasileira.

II. à Paraíba foi destinado 80% do orçamento do PAC, sendo portanto um dos estados mais beneficiados pelo programa.

III. o PAC depende da participação efetiva dos poderes Executivo e Legislativo, dos empresários e trabalhadores.

IV. as medidas do PAC vão contribuir para incentivar os investimentos do setor privado, aumentar os investimentos do setor público em infraestrutura e remover obstáculos ao crescimento econômico.

Está(ão) correta(s):

A)

apenas as proposições I e II

B)

apenas as proposições I, III e IV

C)

apenas as proposições I e III

D)

apenas as proposições I e IV

E)

todas as proposições

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

65)

Analise as charges a seguir.

0

A partir dessas charges, pode-se afirmar que:

A)

carnaval e futebol são manifestações da cultura popular brasileira que ao longo dos anos vêm polarizando inúmeros programas sociais, os quais contribuíram, inclusive, para a extinção da fome no país.

B)

o programa Fome-Zero erradicou a fome no Brasil e, por isso, esse programa é motivo de grande destaque na mídia, assim como são carnaval e futebol.

C)

as críticas das charges não procedem, pois não há casos de fome no Brasil.

D)

no Brasil, enquanto carnaval e futebol merecem grande destaque na mídia, a fome continua assolando, silenciosamente, parte da população do país.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

66)

Dentre as muitas visões estereotipadas sobre a diversidade regional brasileira, duas são bastante comuns: a de que o conjunto da Amazônia constitui um “vazio demográfico” e a que associa toda a região Nordeste ao clima seco.Com base nessa afirmação e nos conhecimentos de geografia brasileira, assinale a alternativa correta.

A)

A noção de “vazio demográfico” serviu para justificar políticas de “integração nacional” que objetivavam direcionar os imigrantes nordestinos para a Amazônia, as quais resultaram em fracasso.

B)

A ideia de que o problema da seca afeta o conjunto do Nordeste advém do fato de que a maior parte da população nordestina habita o sertão, que possui clima árido.

C)

A Sudene foi instituída no período militar com o objetivo de implementar obras contra a seca, o que generalizou a ideia de que a região é árida em seu conjunto.

D)

A noção de “vazio demográfico” é válida apenas para as áreas da Amazônia ocupadas por populações indígenas, devido ao caráter nômade desses povos.

E)

A Sudam, com obras de saneamento e combate a epidemias, visa promover a ocupação da Amazônia Legal, devido a ser essa a área específica que, por ser insalubre, apresenta-se “vazia”.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

67)

Considerando os elementos que permeiam a construção da escala sob a qual é constituído o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e as análises feitas com base nas informações representadas no mapa a seguir, assinale a alternativa CORRETA.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UFLA20072geo14.png

A)

Baseado na concepção de “condições médias de vida”, o IDH mantém a porção centro-sul do país como a melhor região.

B)

O Nordeste brasileiro, historicamente desfavorecido em outras análises, se vê em um inédito favorecimento pelos índices do IDH.

C)

Um aspecto curioso e importante do IDH é que ele, segundo suas variáveis internas, identifica e aproxima o Nordeste do Sul.

D)

O conceito de IDH, recentemente adotado pela ONU, considera um conjunto de elementos que, a priori, colocam a Região Sul em condições desfavoráveis.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

68)

Em relação à divisão territorial do trabalho na agropecuária brasileira, é CORRETO afirmar que

A)

as práticas agrícolas tradicionais predominam no Centro-Oeste em contraste com áreas mecanizadas.

B)

o Vale do Ribeira, em São Paulo, apresenta grande concentração de atividades agropecuárias modernas.

C)

a modernização agrícola ocorre, em primeiro lugar, no Centro-Sul, condicionada pelo preço da terra agrícola.

D)

a produção da soja no cerrado é prejudicada por problemas de acidez dos solos e de pragas características da cultura.

E)

a pecuária intensiva de bovinos e caprinos da Campanha Gaúcha tem sofrido concorrência da pecuária argentina.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

69)

Considerando que as tabelas são representações da realidade, analise os significados quantitativos e qualitativos referentes à estrutura fundiária da microrregião de Sousa (sertão paraibano).

0

Sobre a análise dos dados da tabela, (número de estabelecimentos (%) e a área dos estabelecimentos (%)), é CORRETO afirmar que

I) em relação à área dos estabelecimentos identifica-se uma distribuição equitativa de terras.

II) em relação ao número dos estabelecimentos rurais constata-se a grande concentração de terras, na qual 94,4% das propriedades são menores que 100 ha e, representam 33,9% da área dos estabelecimentos.

III) as propriedades maiores que 100 ha. representam 66,1% da área dos estabelecimentos disponível para a agropecuária.

IV) é visível uma estrutura agrária com alto índice de concentração de terras, o que pode provocar conflitos sociais e disputas de interesses.

V) o grande número de estabelecimentos rurais com menos de 10 ha. pode ser explicado pelo intenso processo de modernização destas propriedades.

 

Estão corretas:

A)

I, III e V.

B)

I, IV e V.

C)

I, II e IV.

D)

II, III e IV.

E)

III, IV e V.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

70)

Observe o gráfico abaixo:

0

Com base no gráfico e nos conhecimentos sobre perfil socioeconômico do Brasil, assinale a afirmativa INCORRETA:

A)

No Brasil, em função das transformações no processo produtivo, a população ocupada em atividades industriais é elevada.

B)

Em função da elevada urbanização da região Sudeste, a população ocupada em atividades agrícolas é menor do que nos demais setores.

C)

Na região Nordeste, a elevada participação da população em atividades agrícolas está vinculada à baixa tecnificação deste setor.

D)

A participação da população em atividades agrícolas na região Centro-Oeste relaciona-se à expansão da fronteira agrícola.

E)

Na região Norte, a expressiva ocupação da população no comércio está relacionada à constituição de Zonas Especiais de Comércio.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

71)

No decorrer de um rápido processo de urbanização, o Brasil chegou aos dias de hoje contando com milhares de cidades, que são verdadeiros centros de organização e distribuição de populações, capitais, comunicação, mercadorias e informações. (SILVA FILHO et al, 2005, p. 334).De acordo com a hierarquia urbana brasileira, estabelecida pelo IBGE, são consideradas unicamente metrópoles regionais

A)

Belém e Porto Alegre.

B)

Cuiabá e Teresina.

C)

Goiânia e Feira de Santana.

D)

Belém e Campina Grande.

E)

João Pessoa e Itabuna.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

72)

No Brasil o IDH – Índice de Desenvolvimento Humano, mostra que, apesar de ele ocupar o 12º lugar com relação ao PIB, existe a formação de três regiões demonstrando que o nosso crescimento econômico ou modernização conservadora não foi acompanhado pelo desenvolvimento social. Nesse contexto, pode-se afirmar:

A)

Os estados de maiores IDH no Brasil têm a média superior à América Latina. O Rio Grande do Sul e Rondônia têm índices superiores a 0,800.

B)

O Norte do país, ou seja, grande parte da Amazônia, tem os menores índices com IDH inferiores a 0,7. O estado de Roraima detém um dos menores índices do Brasil.

C)

No Nordeste brasileiro sobressaem os estados de Pernambuco e Alagoas com IDH entre 0,7 e 0,8, portanto, posição intermediária semelhante a alguns países do leste europeu.

D)

As regiões Sul e Sudeste se destacam no quadro nacional por apresentarem índices superiores a 0,8 enquanto que o restante do país apresenta índices inferiores a 0,7.

E)

O estado do Acre tem IDH elevado devido à proximidade com Rondônia, o que demonstra uma continuidade espacial no desenvolvimento.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

73)

Neto do Nordeste (Eliakin Rufino)

Eu tenho um pé no Ceará / O meu avô era de lá Eu tenho um pé no Maranhão / Eu tenho mais, eu tenho a mão Eu tenho um pé no Piauí / Rio Grande do Norte passa por aqui Eu tenho um pé em Pernambuco / Tenho uma perna no sertão Eu tenho um braço na Bahia / Uma costela em Alagoas Na Paraíba o coração Quem é filho do Norte / É neto do Nordeste Sou chuva na floresta / Sou mandacaru no agreste Quem é filho do Norte / É neto do NordesteSou farinha de caboclo / Eu sou cabra da peste

 

A música “Neto do Nordeste”, escrita pelo cantor e compositor Eliakin Rufino, retrata o fenômeno migratório, sobretudo do Nordeste, em direção ao Norte do país. Tais fluxos migratórios foram estimulados por diversos fatores, dentre eles podemos afirmar:

I ― O Governo Federal desempenhou papel fundamental nesses deslocamentos populacionais, criando organismos de incentivo ao processo migratório.

II ― Apesar da diminuição do deslocamento de nordestinos para o norte do país por causa da implantação de projetos de colonização e assentamentos agrícolas, a atividade garimpeira retomou o estímulo da migração para a região amazônica.

III ― A migração ocorre, geralmente, por conta da falta de oportunidade e problemas estruturais no local de origem, associados aos incentivos e promessas de melhores condições de vida na nova área de destino.

A)

I e II estão corretas.

B)

II e III estão corretas.

C)

I e III estão corretas.

D)

Todas estão corretas.

E)

Nenhuma está correta.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

74)

O setor de leite e derivados, de longa tradição em Minas, é responsável por mais de 30% da produção brasileira. A Itambé (Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais), maior empresa do ramo, em meados de 2000, anunciou que estudava a transferência de sua produção para Goiás, onde mantém duas fábricas. Alegava que o governo de Minas cobra 7% de ICMS sobre o leite longa-vida, ao passo que o estado de Goiás oferece isenção de 80% para o mesmo produto.

Fonte: Adaptado de http://www.scielo.br/scielo

Este processo envolvendo diferentes interesses de agricultores e empresas, cuja atribuição é de responsabilidade dos governos estaduais, recebe o nome de:

A)

guerra fiscal.

B)

tarifa aduaneira.

C)

isenção de imposto de renda.

D)

taxa de câmbio.

E)

guerra fria.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

75)

Leia os fragmentos da canção Alagados – “Paralamas do Sucesso”

Todo dia o sol da manhã Vem e lhes desafia Traz do sonho pro mundo Quem já não o queria Palafitas, trapiches, farrapos Filhos da mesma agonia E a cidade que tem braços abertos Num cartão postal Com os punhos fechados na vida real Lhe nega oportunidades Mostra a face dura do mal Alagados, Trenchtown, Favela da Maré A esperança não vem do mar Nem das antenas de TVA arte de viver da fé Só não se sabe fé em quê A arte de viver da fé Só não se sabe fé em quê

Os “mocambos” e os “alagados” constituem áreas de habitações precárias que abrigam partes consideráveis das populações pobres das cidades de

A)

São Paulo e Porto Alegre.

B)

Vitória e Salvador.

C)

Recife e Natal.

D)

Recife e Salvador.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

76)

O poema e as proposições a seguir são radiografias da estrutura fundiária do Brasil. Analise-os e identifique a resposta correta.

“Malditas sejam todas as cercas Malditas sejam todas as propriedades privadas que nos privam de viver e de amar Malditas todas as leis aprovadas por mãos que amparam as cercas e os bois e fazem da terra escrava e escravizam o homem”(Ariovaldo Umbelino)

I. A distorção da estrutura fundiária vem se acentuando no Brasil com a modernização agrícola. A violência e os assassinatos são uma constante na vida daqueles que buscam o direito de possuir a terra.

II. Desde o início do processo de colonização, a terra no Brasil representou um bem social, uma mercadoria cara e fundamental para o desenvolvimento do Estado.

III. Nas regiões Norte e Nordeste, o latifúndio está concentrado nas mãos das oligarquias locais e grupos econômicos que impõem relações de trabalho tradicionais e algumas bem próximas à escravidão.

Está(ão) correta(s)

A)

Todas as proposições

B)

Apenas a proposição I

C)

Apenas a proposição II

D)

Apenas a proposição III

E)

Apenas as proposições I e III

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

77)

Leia a charge e o texto a seguir.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UNCISAL2008geo25.png

 “Apenas duas semanas após o Ministério do Trabalho retomar as atividades dos grupos móveis de combate ao trabalho escravo, 90 trabalhadores já foram resgatados em operações realizadas em três Estados.”

(Folha de S.Paulo, 29.10.2007)

Apesar de a escravidão no Brasil ter sido abolida em 1888, o Ministério do Trabalho recebe denúncias sobre trabalhadores em situação análoga à escravidão.

A ocorrência da escravidão nos dias de hoje está associada

A)

à disputa de terras por integrantes do MST e por latifundiários na região Norte do país.

B)

ao endividamento de trabalhadores que ficam “presos” nas propriedades rurais onde prestam serviços.

C)

à falta de apoio do Governo Federal nos assentamentos de terras nas regiões norte e nordeste do país.

D)

às condições adversas do clima que endividam pequenos proprietários, forçando-os ao trabalho escravo para pagar os empréstimos feitos aos bancos.

E)

à falta de leis específicas contra a escravidão em algumas regiões do país, onde o analfabetismo contribui para a situação.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

78)

O gráfico mostra a porcentagem da força de trabalho brasileira em 40 anos, com relação aos setores agrícola, de serviços e industrial/mineral.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/questoesoffline/questoes/95142-826-imgs/img1.jpg

A leitura do gráfico permite constatar que:

A)

Em 40 anos, o Brasil deixou de ser essencialmente agrícola para se tornar uma sociedade quase que exclusivamente industrial.

B)

A variação da força de trabalho agrícola foi mais acentuada no período de 1940 a 1960.

C)

Por volta de 1970, a força de trabalho agrícola tornou-se equivalente à industrial e de mineração.

D)

De 1960 a 1980, foi equivalente o crescimento percentual de trabalhadores nos setores industrial/mineral e de serviços.

E)

De 1960 a 1980, foi equivalente o crescimento percentual de trabalhadores nos setores industrial/mineral e de serviços.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

79)

O texto abaixo descreve uma situação representativa dos problemas socioambientais que ocorrem em várias cidades brasileiras.

Muitos estragos e danos materiais, felizmente sem acidentes fatais, foram registrados em diversos pontos de Viçosa (MG), nesta semana, em consequência das chuvas persistentes que caíram durante toda a noite da última quarta-feira e manhã do dia seguinte. Felizmente não houve acidentes fatais, como em janeiro de 1986 (4 mortos) e de 2001 (3 mortos) e 100 pessoas ficaram desalojadas e 40 famílias desabrigadas. [...] Como ocorre anualmente a fragilidade (ou falta) da infraestrutura de urbanização ficou mais uma vez exposta [...] um muro de arrimo cedeu, derrubando os fundos de uma casa. [...] no centro, uma casa está com seu alicerce exposto devido à queda de um barranco. [...] uma casa, a exemplo do ano passado foi inundada [...].

(CHUVAS fortes: rios sobem, morros descem. 'Folha da Mata', Viçosa (MG), p.5, 24 jan. 2004.)

Entre os motivos responsáveis pelos problemas socioambientais urbanos, assinale aquele a que se refere o texto acima:

A)

Ocupação irregular de áreas de risco, tais como encostas íngremes e margens de cursos d'água.

B)

Asfaltamento das ruas, que expõe o solo à erosão, provocando o deslizamento de encostas.

C)

Previsão meteorológica deficiente, que não consegue prever a grande quantidade de chuva.

D)

Especulação imobiliária, que expulsa a população carente para áreas de risco.

E)

Falta de conscientização ambiental da população que ocupa as margens dos cursos d'água.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

80)

O Brasil pode ser considerado um país industrializado, embora possua características socioespaciais que o classificam como subdesenvolvido. Os indicadores sociais e as desigualdades regionais, presentes nos meios urbano e rural, revelam a dimensão da pobreza da população brasileira.

 

Analise as afirmativas:

I) A concentração de renda e a completa ausência do desenvolvimento capitalista no campo contribuem para o aumento da exclusão social e da pobreza em todas as regiões brasileiras.

II) A expressiva presença de bolsões de miséria nas cidades nordestinas resulta, também, da pobreza e da exclusão social do meio rural.

III) A persistência da pobreza rural no Nordeste é gerada, sobretudo, pelo alto índice de analfabetismo e pela alta taxa de natalidade das famílias. 

IV) Os principais bolsões de miséria da região Centro-Sul concentram-se nas áreas submetropolitanas, distantes do centro econômico e gestor do país.

 

Está(ao) correta(s) apenas:

A)

a proposição IV.

B)

a proposição II.

C)

as proposições I e III.

D)

as proposições III e IV

E)

as proposições I e II.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

81)

Leia o texto.

Chuvas voltam a preocupar moradores de Nova Friburgo

No começo da noite de segunda-feira (8) voltou a chover forte em Nova Friburgo, na região Serrana do Rio. Um temporal de menos de meia hora chegou a alagar muitas ruas, principalmente do centro da cidade. O rio Bengalas, que corta Nova Friburgo, transbordou. Por causa do temporal, houve deslizamento na RJ-130.

http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,AA1413261-5606,00.html (acesso em 26/10/07).

A partir dessa notícia, aponte outros fatores envolvidos em alagamentos e deslizamentos nas cidades brasileiras.

A)

Desmatamento, ocupação regular das encostas e ordenamento territorial.

B)

Ocupação desordenada, falta de planejamento e contenção de encostas.

C)

Desmatamento, ocupação irregular das encostas e falta de planejamento.

D)

Clima chuvoso, planejamento e ocupação irregular das encostas.

E)

Reflorestamento, obras civis e ocupação irregular.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

82)

A respeito da crise aérea e da crise do transporte coletivo urbano no Brasil, marque a alternativa INCORRETA.

A)

Há uma relação direta entre a crise aérea e a do transporte coletivo urbano, principalmente no que se refere à clientela atendida, uma vez que ela pertence à mesma classe social.

B)

A crise do transporte coletivo urbano, principalmente nas grandes cidades, pode ser considerada mais grave do que a crise aérea, pois atinge uma parcela maior da população brasileira.

C)

A crise do transporte coletivo urbano está relacionada à falta de investimento no setor, aos preços das tarifas e à qualidade dos serviços oferecidos.

D)

Os constantes atrasos nos aeroportos e os acidentes aéreos ocorridos recentemente demonstram a fragilidade do setor aéreo brasileiro, o que demanda reformas urgentes nesse setor.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

83)

Obeserve os mapas das áreas de impactos ambientais no Brasil.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/mapasbrasilmarcos.JPG

Associou-se, corretamente, o mapa com sua respectiva área impactada em:

A)

1 - contaminação de lençóis freáticos por resíduos industriais.

B)

2 - vegetação nativa extinta pela ação antrópica.

C)

3 - contaminação do solo e da água por mineração.

D)

4 - desertificação em áreas semiárida e subtropical.

E)

5 - poluição hídrica e atmosférica em área urbana.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

84)

Reflita sobre a charge de Alcy Linares Deamo.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/humor.bmp

Identifique uma interpretação que seja coerente com a charge.

A)

A população da periferia das grandes cidades dispensa a ação do poder público na solução dos problemas provocados pela reação da natureza.

B)

Os problemas ambientais estão diretamente relacionados à elevada taxa de natalidade registrada nas metrópoles brasileiras.

C)

A população pobre, originária do campo, decide morar nas áreas próximas aos mananciais para evitar problemas de falta de água para sua família.

D)

A má distribuição de renda é um dos fatores que levam famílias a morar em regiões sujeitas a catástrofes provocadas pela natureza e pela ação humana.

E)

A navegação poderia ser um dos meios mais baratos e eficazes de transporte para a população pobre da periferia das grandes cidades.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

85)

Observe as afirmações a seguir sobre a distribuição espacial da indústria no Brasil.

I. Na década de 1990, marcada pela chamada “guerra fiscal”, ocorreu uma aceleração no processo de desconcentração de unidades produtivas.

II. A Zona Franca de Manaus, no Amazonas, tem sido o destino da maioria das indústrias que buscam outros locais para suas instalações, em razão dos incentivos fiscais oferecidos.

III. Algumas das áreas mais afetadas pela saída de indústrias são as regiões metropolitanas de São Paulo (com destaque para o ABC) e Rio de Janeiro.

IV. A forte demanda de mão-de-obra pelo setor agrícola de exportação é um dos fatores que limitam a expansão industrial na região Sul, a que menos recebeu investimentos industriais na última década.

 

Está correto apenas o que se afirma em

A)

I e II.

B)

I e III.

C)

II e III.

D)

II e IV.

E)

III e IV.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

86)

A escalada da violência tem gerado debates sobre a redução da maioridade penal no Brasil. Tramitam no Congresso Nacional 12 projetos de lei e 27 emendas para alterar o conteúdo do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Parte considerável destas propostas defende a redução da maioridade penal para 16 anos ou menos. Sobre o assunto, analise os dados das tabelas:

0

A partir das informações contidas nas tabelas, é correto concluir que:

A)

apesar da maioria da população colocar-se a favor de aplicação de penas mais brandas, a redução da maioridade penal deverá reduzir a expressiva participação dos menores de 18 anos em crimes graves.

B)

apesar do posicionamento da sociedade civil pelo endurecimento das penalidades criminais, a análise das tabelas demonstra que as crianças e adolescentes são mais vítimas do que autores da violência.

C)

a participação de menores em crimes graves apresenta disparidades e é mais intensa nos casos que põem em risco a manutenção da vida; por isso, a aplicação da pena de morte para crimes violentos poderá coibir a ocorrência deste tipo de delito.

D)

a considerável participação de crianças e adolescentes nos crimes de tráfico de drogas e de porte ilegal de armas é a causa principal para as mortes violentas de crianças e adolescentes, o que justifica a redução da maioridade penal.

E)

ao apoiar a redução da maioridade penal, a sociedade civil busca sanar o elevado índice de morte violenta entre crianças e adolescentes, visto que os dados demonstram que tais crimes são executados, em sua maioria, por menores de 18 anos.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

87)

No quadro, são listadas ameaças ambientais às águas marinhas brasileiras e exemplos de suas respectivas áreas de ocorrência.

0

Estão corretas as correlações entre ameaças ambientais e áreas de ocorrências:

A)

I, II, III, IV e V.

B)

I, III e V, apenas.

C)

II, III e IV, apenas.

D)

I, II, III e V, apenas.

E)

I e V, apenas.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

88)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEPB20093geo38.png

O texto acima, associado a nosso conhecimento sobre o tema, mostra que

I - o mapa da violência nos Municípios Brasileiros/2008, elaborado pela Rede de Informações Tecnológicas Latino-Americanas em parceria com o Ministério da Justiça, mostra que predomina nas grandes cidades brasileiras uma visão de segurança pública que tem na criminalização da pobreza e nas desigualdades sociais o seu principal fator de sustentação teórica.

II - a violência urbana não atinge apenas as grandes cidades. Já se sente sua “interiorização”. A parcela da sociedade que mais sofre com essa violência é a periferia. Quando ela extravasa a periferia e chega à classe média alta há um grau de sensibilidade maior por parte do Estado.

III - a violência no Brasil mata mais do que a maior parte das endemias tradicionais. No período entre 1996 e 2006, o número total de homicídios passou de 38.888 para 46.660, um aumento de 20% superior ao crescimento da população, que foi de 13,6% nesse mesmo período.

Está(ão) correta(s) a(s) proposição(ões):

A)

II e III, apenas

B)

I e II, apenas

C)

I, II e III

D)

I e III, apenas

E)

I, apenas

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

89)

A indústria cultural norte-americana teve enorme influência na vida social e cultural do Brasil e de toda a América Latina. Uma das mais importantes dessas influências esteve representada pela coluna de heróis e super-heróis, tais como: Flash Gordon, Jim das Selvas, Mandrake, Zorro, Fantasma, Tarzan, Super-Homem, Capitão América, Batman, Homem de Borracha, Capitão Marvel e muitos outros. Juntamente com os personagens de Walt Disney, que chegam ao Brasil na década de 40, a “invasão” desses personagens assinala o novo contexto socioeconômico, político e cultural da nação brasileira.

Tendo em vista as principais características socioespaciais do Brasil nesse contexto, assinale a afirmativa INCORRETA:

A)

O país estava se industrializando e formava-se paulatinamente uma indústria cultural, que se difundia a partir da região Sudeste.

B)

A difusão do american way of life impulsionou o consumo de mercadorias, o que interferiu no processo de instalação de indústrias de bens de consumo.

C)

Em função da Guerra Fria, uma das estratégias da indústria cultural norte-americana foi a conquista de novos parceiros políticos e econômicos.

D)

O elevado crescimento das cidades na região Sudeste, associado ao aumento da pobreza, impossibilitou a expansão da indústria cultural nas principais cidades da região Sudeste.

E)

Os elevados investimentos em infraestrutura, com vistas a integrar o território a partir da 2a Guerra, possibilitaram a difusão das ideias e produtos norte-americanos.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

90)

No Brasil, os movimentos sociais urbanos, ao reivindicarem melhores condições de vida para a população, estabelecem prioridades que, para serem atendidas, implicam na reorganização espacial das cidades. Essa reorganização é impulsionada pela

A)

atuação sindical das várias categorias de trabalhadores urbanos na tentativa de modificar as relações de trabalho.

B)

atuação das associações de moradores de bairro que pressionam a administração pública por equipamentos e serviços.

C)

atuação de partidos políticos com o objetivo de atender às reivindicações sociais da população.

D)

atuação das associações comerciais na regulamentação das atividades dos estabelecimentos comerciais.

E)

implementação de políticas públicas na defesa dos direitos da criança e do adolescente, da mulher e do idoso.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

91)

Sobre a evolução da violência urbana no Brasil, assinale a afirmativa correta.

A)

Na maioria das cidades, especialmente nas áreas de favela, a eficácia das políticas públicas direcionadas às populações carentes reduziu drasticamente os índices de violência nos últimos 10 anos.

B)

Até 1980, a morte por “causas externas” ocorria basicamente devido aos homicídios. De 1980 até 2000, a mortalidade por acidentes de trânsito teve um aumento considerável, superando o número de mortes por homicídio.

C)

Os acontecimentos envolvendo guerra entre traficantes pelo comando dos pontos comerciais de drogas na Rocinha/RJ revelam que a adoção de um policiamento ostensivo é suficiente para acabar com a violência urbana.

D)

A população jovem, principalmente homens na faixa etária de 15 a 24 anos, tem sido a principal vítima da violência, o que revela a fragilidade do poder público em ofertar educação e fomentar políticas de geração de emprego para esse segmento da população brasileira.

E)

Os recentes assassinatos de mendigos em São Paulo são fatos isolados, atípicos se comparados com outras cidades brasileiras, tendo em vista a ampla política de construção de albergues para acolher os moradores de rua.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

92)

0

0

Sobre a questão agrária e dos movimentos sociais do campo no Brasil é válido afirmar que

A)

a Constituição Federal considera a reforma agrária uma ação ilegal, só passível de ser exercida em casos de urgente necessidade pelas mãos do Estado.

B)

o país tem uma estrutura fundiária bastante injusta, altamente concentrada em pequenas e médias propriedades de empresas capitalistas, pouco produtivas, o que gera movimentos como o MST.

C)

não houve desapropriação de latifúndios nem reforma agrária das terras no país até hoje, apesar dos esforços desses movimentos sociais no campo.

D)

o trabalhador rural, através de seus movimentos sociais do campo, resiste à sua expulsão do campo, à superexploração capitalista e à migração forçada para as cidades.

E)

os conflitos pela terra se limitam a certas áreas da Amazônia e do Nordeste, regiões em que o latifúndio é mais comum e onde há menor presença de grileiros e posseiros.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

93)

Na década de 1990, a sociedade brasileira conviveu com um dos mais elevados índices de desemprego que afetou, dentre outros, o cardápio nacional principalmente das classes baixa e média. Ao considerar o Brasil como um país plenamente inserido na realidade econômica do processo de globalização, pode-se afirmar que os indicadores de desemprego aumentaram substancialmente em razão

I. da revolução tecnológica que introduziu procedimentos automatizados no processo de produção.

II. da abertura da economia que, ao estimular a entrada de importados, provocou diminuição da produção no país.

III. do elevadíssimo crescimento econômico que proporcionou grande aumento da exportação e redução da oferta de empregos.

V. da queda da taxa de juros que beneficiou sobretudo os trabalhadores com carteira de trabalho assinada.

 

São corretas SOMENTE

A)

I e II.

B)

I e III.

C)

II e III.

D)

II e IV.

E)

III e IV.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

94)

Um grupo de estudantes, saindo de uma escola, observou uma pessoa catando latinhas de alumínio jogadas na calçada. Um deles considerou curioso que a falta de civilidade de quem deixa lixo pelas ruas acaba sendo útil para a subsistência de um desempregado. Outro estudante comentou o significado econômico da sucata recolhida, pois ouvira dizer que a maior parte do alumínio das latas estaria sendo reciclada. Tentando sintetizar o que estava sendo observado, um terceiro estudante fez três anotações, que apresentou em aula no dia seguinte:

I. A catação de latinhas é prejudicial à indústria de alumínio;

II. A situação observada nas ruas revela uma condição de duplo desequilíbrio: do ser humano com a natureza e dos seres humanos entre si;

III. Atividades humanas resultantes de problemas sociais e ambientais podem gerar reflexos (refletir) na economia.

 

Dessas afirmações, você tenderia a concordar, apenas, com

A)

I e II

B)

I e III

C)

II e III

D)

II

E)

III

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

95)

Funai deve retomar estudos sobre demarcação de terras indígenas em MS“A Fundação Nacional do Índio (Funai) deve retomar, em agosto, os estudos para a demarcação de terras indígenas em Mato Grosso do Sul. Preocupados, os agricultores estão se organizando para evitar a perda das propriedades. Cinco equipes farão as vistorias nas áreas rurais e aldeias no sul do estado. Os grupos são formados por antropólogos, ambientalistas e historiadores. Os produtores dos municípios envolvidos já começam a se mobilizar. Em uma reunião em Dourados, eles discutiram que medidas podem ser tomadas para que haja um acordo entre ruralistas, índios e Funai, para evitar conflitos”.

Disponível em: http://www.noticias.ambientebrasil.com.br. Acesso em: 30/10/2009.

“De acordo com Egon Heck (Coordenador do Conselho Indigenista Missionário (CIMI) do Mato Grosso do Sul) ‘Os estudos são fundamentais para que se possa solucionar, de uma vez por todas, a questão fundiária no MS. Portanto, como tal, eles são benéficos para todos os setores envolvidos, para todo o setor agrário do MS, sejam eles do agronegócio ou de qualquer outro interesse que seja estabelecido, pois a não definição das terras indígenas implica também a não definição de uma série de possibilidades de ações no campo’.”

Disponível em: Acesso em: 30/10/2009.

A partir das informações obtidas nos textos e de uma base conceitual que leva em consideração a “terra mercadoria”, “terra para trabalho” e “terra sagrada”, nota-se que

A)

os agricultores de Mato Grosso do Sul concebem a terra como mercadoria, ou seja, passível de compra e de venda, e entendem, também, como tal a produção agropecuária.

B)

os indígenas concebem a terra apenas como lugar para descanso e lazer, pois a caça e a pesca são suas atividades primordiais em Mato Grosso do Sul.

C)

os pequenos agricultores camponeses encontram-se encurralados, pois concebem a terra como sagrada, por conta de que aí enterraram seus antepassados e somente sobrevivem praticando agricultura de subsistência, e concebem a terra para trabalho.

D)

assim como ocorreu em Roraima, na Reserva Raposa Serra do Sol, não haverá resistência por parte dos fazendeiros em Mato Grosso do Sul, pois compreendem que os indígenas têm direito sobre a terra sagrada.

E)

as reivindicações dos indígenas, da FUNAI e do CIMI já não fazem mais sentido, devido a terra já não ser mais importante para os indígenas que foram plenamente integrados à cultura não-índia, desenvolvem somente atividades assalariadas tipicamente urbanas em Mato Grosso do Sul e concebem a terra como mercadoria.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

96)

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) avalia a qualidade de vida de uma população em nível nacional, estadual e municipal. Essa avaliação é baseada em estudos e cruzamento de dados estatísticos. O Relatório de Desenvolvimento Humano é divulgado anualmente pela ONU. De acordo com esses estudos, no Brasil ocorrem diferenças em relação ao IDH devido a fatores como posição social, cor e raça, além das desigualdades entre regiões, estados e cidades. Assinale as alternativas que estiverem corretas.

1- Apresentam o melhor IDH todos os estados da Região Sul, além de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

2- Apresentam o pior IDH os estados do Maranhão, Piauí, Alagoas, Paraíba, onde o IDH pode ser comparado ao dos países mais pobres do mundo, como Bangladesh e Haiti.

3- Apresentam índices intermediários os estados do Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Amapá e Roraima.

A)

Somente 1 e 3 estão corretas.

B)

Somente 1 está correta.

C)

Somente 3 está correta.

D)

Todas estão corretas.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

97)

Observe o mapa:

0

Analisando as informações do mapa e considerando as diferenças regionais existentes no território brasileiro, pode-se afirmar que

A)

a produção científica está concentrada em poucas áreas do território brasileiro, principalmente na região Sul onde existe o maior número de universidades e centros de pesquisa.

B)

a concentração de ciência e tecnologia na região Sudeste favorece a relação entre estas atividades e a estrutura produtiva o que contribui para a economia dessa região.

C)

a distribuição da produção científica no território nacional é equilibrada, pois além da região Sudeste, ela comparece na região Sul, Centro-Oeste e Nordeste.

D)

a concentração da produção científica na região Sudeste explica-se, exclusivamente, pelo grande número de indústrias presentes nesta porção do território nacional.

E)

a região Nordeste não apresenta números expressivos quanto à produção científica devido a esta porção do território nacional ser pouco povoada.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

98)

O mercado consumidor brasileiro, exemplificado pela venda de automóveis, geladeiras e aparelhos de tevê, caracteriza a existência de diferenciações regionais. Nesse contexto, a geografia do consumo no Brasil pode ser explicada pela desigualdade

A)

da densidade demográfica.

B)

cultural entre as regiões.

C)

da renda entre as regiões.

D)

na oferta do sistema de crédito.

E)

no sistema rodoviário.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

99)

“A exemplo do que ocorreu na América Latina, no Brasil, a década de 1990 foi marcada pela implementação do Consenso de Washington. [...]Seus pressupostos foram usados para controlar, entre outros, as contas públicas e a inflação, que comprometiam orçamentos e o poder de compra da sociedade em geral”.

(GARCIA, Helio Carlos. Geografia: de olho no mundo do trabalho: volume único para o ensino médio. S. Paulo: Scipione, 2005.Adaptado).

A adoção dessa política no Brasil implicou os resultados abaixo, exceto:

A)

O resultado prático, no setor bancário, foi o incremento de mais de 40% dos postos de trabalho do setor durante a década de 1990.

B)

A redução das tarifas alfandegárias incidentes sobre os produtos importados, o que se refletiu no fechamento de empresas nacionais.

C)

A adoção de uma política cambial favorável ao setor de importação e desfavorável ao setor de exportação, provocando retração nas vendas de muitas empresas sediadas em território brasileiro.

D)

A privatização de grande parte das empresas estatais, ou seja, o Estado passou ao capital privado o controle de mais de 50% das ações das empresas que gerenciava até então.

E)

As novas formas de gerenciamento de produção e novas tecnologias que são inseridas no processo produtivo, eliminando empregos que não voltam

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

100)

O direito de manter sua própria cultura e tradições assume um caráter vital no debate dos direitos humanos. Todavia, cada vez mais as populações indígenas brasileiras vêm se descaracterizando culturalmente frente ao avanço do modelo de vida contemporâneo. NÃO é(são) causa(s) desse processo:

I. a redução da área de caça e de agricultura que torna inviável a auto sustentação dos povos indígenas.

II. o crescimento de áreas urbanas na fronteira das reservas indígenas, que estimula as mudanças no modo de vida tradicional.

III. o aumento de Organizações Não-Governamentais (ONGs) e dos movimentos sociais em defesa dos povos da floresta.

IV. as políticas públicas assistencialistas que, historicamente, pouco contribuíram para garantir a emancipação econômica e a resistência cultural dos índios.

V. a invasão de áreas indígenas por madeireiros e garimpeiros ilegais que impede um controle soberano e sustentável dos recursos naturais por parte dos verdadeiros proprietários da área.

Está(ão) correta(s)

A)

I e V apenas.

B)

II apenas

C)

II e IV apenas.

D)

III apenas.

E)

V apenas.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

101)

Observe a figura.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UFPel20062geo02.png

O documentário “Falcão: Meninos do Tráfico”, exibido na televisão, chocou e comoveu milhões de brasileiros, por suas cenas cruas, nas quais meninos afirmam que a vida, para usar a expressão de um deles, “é um breve e violento esculacho”. A partir da interpretação dos textos acima, verifica-se que junto à evolução humana cresceu também a violência. 

Com base nessas informações e em seus conhecimentos, é correto afirmar que o narcotráfico

I. cria, com sua crescente transnacionalização, uma geografia específica, abrindo e expandindo corredores que ligam áreas produtoras a áreas consumidoras de drogas.

II. contrapõe-se à segurança pública, que, com a crescente atuação do crime organizado, está colocando em xeque a eficácia do aparato de segurança dos estados.

III. tem, na eficiência e na rapidez dos sistemas de transporte e comunicação, que permitem a mundialização da economia, o espaço para o processo que pode ser chamado “globalização do crime”.

IV. teve facilitados, com o enorme crescimento do turismo internacional e das migrações de um país para outro, o transporte de produtos proibidos através de fronteiras e também o recrutamento de traficantes.

V. se caracteriza hoje pelo recrudescimento das máfias ou cartéis que controlam o comércio de drogas, no crime organizado, agravado pela globalização, gerando um faturamento superior ao de muitas empresas multinacionais.

 

Estão corretas

A)

apenas I, II, e IV.

B)

apenas II, III e V.

C)

apenas I, III e IV.

D)

apenas II, IV e V.

E)

todas as alternativas.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

102)

Segundo Milton Santos e María Laura Silveira,“A história do território brasileiro é, a um só tempo, una e diversa, pois é também a soma e a síntese das histórias de suas regiões. Para entendê-la no seu processo e na sua realidade atual, um esforço de periodização é essencial.”

(SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. O Brasil. Território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001, p. 23).

Na formação histórica do espaço brasileiro, identificamos períodos singularizados por sua configuração territorial, atividade econômica e organização política. Desse modo, é correto afirmar:

A)

A dinâmica econômica do território brasileiro até a década de 1960 era baseada fundamentalmente nas atividades agrícolas. As economias regionais eram relativamente isoladas e se estruturaram produtivamente para o abastecimento das demandas internas.

B)

O território brasileiro adquire nova dinâmica na década de 1970. A modernização econômica, por meio da difusão de polos de crescimento e desenvolvimento industriais por todo o país, ocasionou a desconcentração urbana, o crescimento das cidades pequenas e médias, a diminuição do êxodo rural e dos conflitos agrários.

C)

Na década de 1980, quando a economia brasileira é comandada pela indústria, o país ingressa na nova divisão internacional do trabalho entre países exportadores de matérias-primas e países industrializados. Desde então, pertencemos ao conjunto dos países desenvolvidos de economias industriais.

D)

A divisão territorial do trabalho, estruturadora dos grandes complexos regionais da Amazônia, do Nordeste e do Centro-Sul, atende à reprodução da dinâmica capitalista internacional. Desse modo, prioriza um modelo de desenvolvimento nacional baseado no crescimento do produto interno bruto e do superávit primário, o que reforça a credibilidade do país diante dos credores e dos mercados internacionais.

E)

O tipo de organização do espaço que foi construído internamente pela formação territorial brasileira assume as características do capitalismo mundial, no qual existem áreas centrais e áreas periféricas. Assim, o centro econômico nacional, considerado em escala internacional, corresponde a uma parte da periferia do sistema capitalista.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

103)

"[...] as cidades médias têm como papel o suprimento imediato e próximo da informação requerida pelas atividades agrícolas e desse modo se constituem em intérpretes da técnica e do mundo. Em muitos casos, a atividade urbana acaba sendo claramente especializada, graças às suas relações próximas e necessárias com a produção regional.”

SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria Laura. Brasil: território e sociedade no início do século XXI. São Paulo : Record, 2002, p. 281.

Com base no texto, podemos afirmar que

A)

o plantio, a colheita, a estocagem, o transporte e a comercialização dos produtos agrícolas dependem, cada vez menos, da oferta de informação; por isso, produz-se uma independência do campo com relação às cidades, sobretudo das cidades médias e grandes.

B)

no campo modernizado, uma das funções da cidade é a oferta de informação, cada vez mais necessária às atividades agrícolas. Assim, considerando a crescente necessidade de intermediação e de relações, as cidades constituem uma espécie de ponte entre o global e o local.

C)

produção agrícola encontra nas cidades cada vez menos respostas às suas necessidades em ciência, técnica e informação, pois o campo tem se destacado na produção independente de bens e serviços de que necessita. Assim, as atividades urbanas especializadas tornam-se dispensáveis à produção regional.

D)

as cidades em que há a presença de instituições de ensino e pesquisa têm se destacado na produção de informação necessária ao campo; contudo, as informações mais especializadas, requeridas pelas atividades agrícolas, não dependem da cidade, pois são produzidas e difundidas no próprio campo, sobretudo nas áreas de agricultura moderna.

E)

em virtude de suas atividades e papéis específicos na divisão do trabalho, campo e cidade se mostram cada vez menos interdependentes, revelando contradição de interesses e necessidades diferenciadas, pois a técnica da produção, da circulação e, sobretudo, da informação, permitem ao campo desenvolver suas atividades produtivas independente das relações estabelecidas com as cidades.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

104)

A luta pela terra no Brasil reflete o processo histórico de sua apropriação, ocupação e uso, desde a colonização até os dias atuais. Ao longo do tempo, verificaram-se vários conflitos pela posse da terra. Na segunda metade da década de 1980, houve aumento da violência no campo nas regiões brasileiras, decorrente

A)

da organização dos movimentos sociais em defesa da pequena propriedade e dos interesses dos migrantes.

B)

da expansão dos latifúndios e do aumento da luta pela posse da terra por parte dos camponeses.

C)

do apoio da Comissão Pastoral da Terra (CPT) aos movimentos sociais de luta pela posse da terra.

D)

da modernização da agricultura nas regiões Norte e Nordeste, o que provocou o aumento da luta pela posse da terra.

E)

da elaboração de legislações federais contrárias às ocupações de terras pelos movimentos sociais.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

105)

A questão refere-se aos mapas abaixo.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/brasilurbanizacao.JPG

Comparando-se as informações contidas nos mapas, conclui-se que

A)

o IDH é mais elevado quanto maior for o processo de metropolização.

B)

o Centro-Sul brasileiro apresenta a maior densidade demográfica porque possui o mais elevado IDH do País, superior a 0,9.

C)

a maior densidade demográfica é encontrada nas áreas com maior IDH, que atua como uma força atrativa de população.

D)

as áreas mais estagnadas da economia possuem um IDH médio, entre 0,7 e 0,8, resultante de uma economia forte do século passado.

E)

os valores mais elevados do IDH, como indicador de qualidade de vida, encontram-se associados às maiores taxas de urbanização.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

106)

A modernização na agricultura tem estreitado as diferenças entre o campo e a cidade no Brasil. Tomando como exemplo os bóias-frias em São Paulo e as manifestações, do MST nas principais cidades de todas as regiões do país, desse modo é INCORRETA a compreensão de que:

A)

Há um “novo” rural no Brasil.

B)

As lutas dos movimentos sociais no campo, a partir da Nova República, têm se constituído como relações arcaicas de produção e estão percorrendo o caminho inverso ao desenvolvimento da agricultura moderna brasileira.

C)

O governo federal não consegue avançar nas realizações de políticas públicas em favor dos pequenos agricultores.

D)

O espaço urbano se transforma em lugar de visibilidade para as lutas dos camponeses pela reforma agrária.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

107)

Analise este mapa:

0

A partir da análise desse mapa e considerando-se outros conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar que

A)

a região brasileira de maior homogeneidade socioeconômica é a que apresenta os menores percentuais de benefícios concedidos pelo Governo federal.

B)

o percentual mais elevado de domicílios beneficiados ocorre em Estados com maior expansão da renda do agronegócio.

C)

o mapa evidencia desigualdades que se manifestam entre as regiões geoeconômicas e no interior de cada uma delas.

D)

o percentual de domicílios beneficiados é mais alto nas Unidades da Federação que apresentam densidade demográfica mais baixa.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

108)

A sensação de insegurança no país não é exatamente uma novidade, mas, em 2006 e início de 2007, a violência atingiu níveis alarmantes em São Paulo e Rio de Janeiro e, em certas ocasiões, o Estado perdeu totalmente o controle da situação. O quadro descrito demonstra a força do crime organizado no Brasil. Com relação às principais causas da crescente criminalidade e violência no Brasil, considere as seguintes afirmativas, assinalando V (Verdadeiro) ou F (Falso).

( ) O crime organizado encontra mão-de-obra na periferia das grandes cidades, onde falta infraestrutura urbana e existe concentração da pobreza.

( ) As quadrilhas criam estruturas paralelas à lei, infiltrando-se nas diversas esferas do Poder Público. Nesse fato, reside uma das grandes dificuldades do combate ao crime.

( ) De acordo com a Constituição Federal, é dever exclusivo do Estado cuidar da segurança pública, papel esse que é cumprido pelo Exército, cujas forças são preparadas para esse tipo de combate.

( ) O ambiente social brasileiro é propício à criminalidade, pois reúne elementos que incluem a precarização dos serviços públicos, a degradação do serviço penitenciário e a ineficiência da justiça.

( ) A transformação dos ganhos ilegais (o “dinheiro sujo”) em recursos que possam ser usados legalmente – processo conhecido como "lavagem de dinheiro” – faz parte da estrutura do crime organizado.

 

Indique a alternativa que apresenta a sequência correta.

A)

V, V, V, F e F.

B)

F, F, V, F e V.

C)

V, F, F, V e V.

D)

F, V, F, V e F

E)

V, V, F, V e V.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

109)

Analise os quadros; eles representam o destino final e a quantidade de lixo reciclado no Brasil no ano de 2000.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEMS20009geo53.png

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEMS20009geo533.png

A análise dessas informações permite afirmar que:

I. O Centro-Oeste ocupava no ano de 2000 o quarto lugar na geração de lixo no pais perdendo somente para a região Norte, mesmo assim, o destino final do lixo apresentava-se como um problema ambiental grave. Mais de 54% do lixo gerado diariamente não recebia tratamento adequado, sendo depositado em aterros controlados, lixões ou de outra forma inapropriada. O lixo depositado em aterros sanitários foi inferior a 40%, enquanto o triado não ultrapassou 5% do montante gerado.

II. Com exceção das latas de alumínio, que possuem grande demanda de mercado e valor agregado, os níveis de reciclagem no Brasil ainda são baixos, a grande maioria dos demais materiais não ultrapassa 45%. Essa condição está associada ao destino final do lixo no Brasil onde há predominância de aterro controlado, lixão e poucas estações de triagem. Essa condição pouco favorece para resultados mais eficientes.

III. Comparativamente, no ano de 2000, a região Nordeste apresentava melhores condições quanto ao destino final do lixo gerado diariamente que o Centro-Oeste. Com o segundo lugar na geração de lixo no pais, o Nordeste depositava mais de 60% de seu lixo em locais apropriados.

Está(-ão) correta(s) a(s) afirmativa(s):

A)

I, II e III

B)

Apenas I e II

C)

Apenas I e III

D)

Apenas II e III

E)

Apenas II

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

110)

Considerando a Constituição de 1988, o Estado brasileiro ficou instrumentalizado com recursos legais que permitem a realização da reforma agrária. Entretanto, as providências continuaram em ritmo muito lento, dificultando o assentamento de famílias no meio rural. Ainda nos dias de hoje os problemas estruturais no campo persistem.

Sobre a estrutura fundiária no campo brasileiro é correto afirmar que

A)

com a Lei de Terras, de 1850, todos os trabalhadores rurais passaram a ter acesso à terra para nela plantar e colher.

B)

apresenta uma acentuada concentração da propriedade decorrente das formas de apropriação das terras, remanescentes do período colonial.

C)

o assentamento de famílias camponesas é dificultado pelo fato de que desde 1964 o Estatuto da Terra proíbe a desapropriação de terras invadidas.

D)

o Estatuto da Terra, de 1964, criou o “módulo rural” entendido como a propriedade que é explorada direta e pessoalmente pelo agricultor e sua família a fim de garantir sua subsistência.

E)

existe hoje um pequeno número de trabalhadores sem terra e a concentração das terras está principalmente nas mãos dos agricultores familiares.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

111)

“O centro econômico do Brasil, bastante urbanizado e industrializado, é constituído por São Paulo e Rio de Janeiro, as duas únicas metrópoles nacionais, e pelas cidades vizinhas (Campinas, cidades do ABC paulista, Baixada Santista, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Volta Redonda, Baixada Fluminense, etc). Essa área superurbanizada forma a megalópole nacional. O restante do país é constituído pelas várias periferias, algumas industrializadas, outras com economia baseada na agropecuária e na mineração”.

(VESENTINI, José William. Sociedade e Espaço, Ática, p.182)

De acordo com o texto assinale a afirmativa correta:

A)

O país reproduz internamente o tipo de organização do espaço que caracteriza o capitalismo mundial, no qual existem o centro (países desenvolvidos) e a periferia (terceiro mundo).

B)

O Brasil é um país igualmente urbanizado e industrializado.

C)

O país é constituído apenas de periferias funcionando como o quintal das multinacionais.

D)

As empresas multinacionais que ocupam o território nacional investem todos os seus lucros no Brasil.

E)

O centro econômico brasileiro está localizado nos Estados Unidos, onde fica a maioria das sedes das multinacionais aqui existentes.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

112)

Com base nos conhecimentos sobre a dinâmica espacial da atividade industrial e a industrialização brasileiras, assinale a afirmativa CORRETA:

A)

A região Sul teve seu processo de industrialização iniciado a partir das décadas de 1940 e 1950 com o objetivo de atingir o mercado regional e o Mercosul.

B)

A região Nordeste caracteriza-se pela presença predominante de pequenas indústrias, distribuídas homogeneamente, demonstrando um forte equilíbrio na economia regional.

C)

A região Sudeste perdeu o status de pólo industrial brasileiro devido à descentralização da indústria de alta tecnologia para outras regiões.

D)

A região Centro-Oeste se caracteriza pela presença das agroindústrias espalhadas pelo território, as quais são responsáveis por grandes transformações espaciais.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

113)

Assinale a alternativa que NÃO representa características verdadeiras, quanto à questão agrária brasileira:

A)

A expansão da monocultura traz ao espaço agrário brasileiro problemas como: o aumento dos impactos ambientais causados pelo desmatamento que cede lugar a produção em grande escala; a invasão de terras indígenas; o aumento de conflitos entre posseiros e grileiros, aumentando a violência no campo.

B)

Ao mesmo tempo em que existe em nosso país uma grande quantidade de terras devolutas e não utilizadas para atividades agropecuárias, é grande o número de trabalhadores que estão em busca de terra.

C)

Há uma desigual distribuição da terra no Brasil, onde uma minoria detém uma grande quantidade de terra, enquanto que uma grande quantidade de pequenos agricultores se reproduz em uma pequena porcentagem da área agricultável.

D)

A constituição Brasileira de 1988 determina a aplicação da reforma agrária, que é a redistribuição mais equitativa da terra, o que resolveu a tensão social no campo brasileiro.

E)

O Brasil é um país de destaque no cenário mundial, pois lidera a produção de café, cana de açúcar, laranja, bovinos e ainda tem uma produção significativa de soja (ocupa o segundo lugar), milho e suínos. No entanto, este volume produtivo não atende as necessidades alimentares de toda a população brasileira.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

114)

Analise estes gráficos:

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/ufop20052geo40.png

Com base nesses gráficos e em seus conhecimentos, assinale a afirmativa incorreta.

A)

A demanda maior do que a produção tem de ser atendida pela importação de fontes de energia como o petróleo e o gás natural.

B)

10 a 15% da população brasileira ainda não têm acesso à energia elétrica, embora se verifique evolução crescente do consumo de energia.

C)

O consumo industrial da eletricidade está ancorado exclusivamente na produção de energia hidrelétrica.

D)

Observa-se que o consumo de energia residencial cresceu proporcionalmente mais do que o consumo industrial.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

115)

Os movimentos de luta pela terra no Brasil, oriundos da concentração da propriedade da terra, intensificaram-se na década de 1980 na porção sul do país, por causa

A)

do grande número de minifúndios.

B)

do intenso processo de modernização da agricultura.

C)

da expansão da fronteira agrícola.

D)

da tradição camponesa dos imigrantes europeus.

E)

das ações organizadas pelas Ligas Camponesas.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

116)

A intensa e acelerada urbanização brasileira resultou em sérios problemas sociais urbanos, entre os quais podemos destacar:

A)

Falta de infraestrutura, limitações das liberdades individuais e altas condições de vida nos centros urbanos.

B)

Aumento do número de favelas e cortiços, falta de infraestrutura e todas as formas de violência.

C)

Conflitos e violência urbana, luta pela posse da terra e acentuado êxodo rural.

D)

Acentuado êxodo rural, mudanças no destino das correntes migratórias e aumento no número de favelas e cortiços.

E)

Luta pela posse da terra, falta de infraestrutura e altas condições de vida nos centros urbanos.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

117)

Nas grandes metrópoles, multiplicam-se os espaços proibidos, os quais, segundo o geógrafo Steven Flusty, são constituídos por setores ou pontos dentro da cidade, muitas das vezes públicos, que não podem ser alcançados facilmente, não podem ser ocupados confortavelmente e estão sob ativo monitoramento eletrônico de segurança. Nesses espaços, são interceptados, repelidos ou selecionados pretensos frequentadores. Para a sociedade em geral, a existência desses espaços proibidos, como no exemplo da fotografia abaixo, provoca consequência expressa numa das opções. Assinale-a.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uff0865.JPG

A)

garantia de segurança integral dos espaços públicos

B)

redução dos índices de desigualdade social e econômica

C)

restrição ao exercício pleno de direitos da cidadania

D)

ampliação das práticas democráticas metropolitanas

E)

reforço do papel e do alcance do poder público local

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

118)

Considerando que o petróleo é uma fonte de energia estratégica para o crescimento e desenvolvimento dos países, o Brasil vem adotando políticas e ações no sentido de tornar-se autossuficiente na produção deste recurso. A tabela abaixo apresenta alguns números resultantes destas políticas e ações:

0

Com base na análise da tabela e do texto, assinale a afirmativa CORRETA:

A)

O Brasil possui uma das maiores reservas de petróleo do Ocidente, o que lhe garante uma posição de destaque no cenário mundial.

B)

A redução da dependência externa de petróleo e derivados deve-se à quebra do monopólio de extração e refino da Petrobras.

C)

As reservas de petróleo no Brasil estão concentradas em terra, sendo estas cerca de dez vezes maiores do que as localizadas no mar.

D)

O estado com maior crescimento nas reservas foi o Espírito Santo, devido às descobertas de novas jazidas na plataforma continental.

E)

O crescimento na produção de petróleo é pouco relevante, mantendo a necessidade de grande importação deste recurso.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

119)

O texto a seguir, extraído de notícia veiculada no jornal "Estado de São Paulo", edição de 03 de setembro de 2008, contendo porções do discurso da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, estava vinculado à cerimônia de retirada do primeiro óleo da camada do pré-sal, pela Petrobrás:"(...) ressaltando as importantes descobertas na camada de pré-sal, Dilma, recorreu ao escritor Monteiro Lobato, que militou em defesa do petróleo brasileiro. "O Brasil é o Sítio do Pica-Pau Amarelo. Achamos petróleo atrás do galinheiro", disse, citando trecho do livro O poço do Visconde, no qual Dona Benta vê jorrar petróleo em seu quintal. "Estamos como Dona Benta, repetindo para a Emilia: me belisca, me belisca. Este sítio é um sonho", disse Dilma, fazendo alusão ao fato de que a Petrobrás "sonhou muito até chegar às novas descobertas" (...)"

A animação da ministra dizia respeito, entre outros aspectos:

A)

À grande redução no preço de produção e da dependência brasileira na importação de petróleo junto aos países do Leste Europeu.

B)

Ao iminente ingresso do Brasil no G-8 (grupo dos países mais desenvolvidos do mundo).

C)

A uma provável autossuficiente nacional na produção de petróleo e sal marinho a médio prazo.

D)

 À independência brasileira no setor de energias renováveis.

E)

Às novas perspectivas geradas e a um possível ingresso do Brasil no seleto grupo de países exportadores de petróleo.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

120)

O pré-sal é um conjunto de reservatórios de petróleo que se encontram sob a camada de sal que abrange do litoral do Espírito Santo a Santa Catarina, ao longo de 800 quilômetros de extensão por até 200 quilômetros de largura, sob uma lâmina de água que varia entre 1,5 mil e 3 mil metros e um pacote de 3 mil e 4 mil metros de sedimentos. Desde o anúncio de sua descoberta, o Governo Brasileiro busca estabelecer uma política para administrar estes recursos. Das afirmações abaixo, a única VERDADEIRA é:

A)

O Governo abriu a possibilidade de exploração deste campo para qualquer empresa petrolífera interessada para assim tornar o Brasil um país exportador de petróleo.

B)

O Presidente assinou um decreto proibindo a exploração dos reservatórios , devido aos riscos ambientais, seguindo o exemplo dos EUA em relação aos campos petrolíferos do Alasca.

C)

A PETROBRAS recebeu do governo exclusividade na exploração de toda a reserva, pois ela seria a única empresa a dispor de tecnologia para explorar petróleo a tão grande profundidade.

D)

Foi criada uma comissão interministerial para reformular a atual lei do Petróleo, na esperança de que os lucros obtidos com a exploração do petróleo não se concentrem nas empresas petrolíferas, mas que retornem para a sociedade.

E)

Foi decidido que a atual lei do petróleo será mantida com está, ou seja, empresas que desejam procurar e explorar petróleo do pré -sal disputam a autorização em leilões promovidos pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), que regula as atividades da indústria de petróleo e gás no Brasil.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

121)

“Luciano Araújo de 20 anos teve mais sorte que seu tio. Na década de 1980, Paulo Araújo se cansou da vida dura de pequeno agricultor no Crato-CE e migrou para São Paulo. Analfabeto, Paulo não prosperou e teve que voltar para o Ceará. Seu sobrinho não vai precisar se esforçar tanto para conseguir emprego numa fábrica. A indústria está chegando no Sertão”.

(Folha de São Paulo, 2005.)

A história de Luciano e Paulo mostra duas fases da organização industrial no território brasileiro. São elas, respectivamente:

A)

Dispersão da atividade industrial, durante o milagre econômico, e centralização de unidades produtoras no período Collor.

B)

Descentralização do parque industrial sulista e aumento da industrialização Amazônica.

C)

Centralização industrial no Centro-Oeste e transferência da indústria de ponta para o Nordeste.

D)

Concentração da indústria de base no Sudeste e total dispersão da indústria da construção civil.

E)

Centralização industrial na região Sudeste e dispersão da atividade industrial para regiões de custos mais baixos.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

122)

Saudosa maloca Se o senhor não tá lembrado, dá licença de contar Ali onde agora está este edifício arto Era uma casa véia, um palacete assobrada do Foi aqui seu moço que eu, Mato Grosso e o Joca Construimo nossa maloca Mais um dia, nóis nem pode se alembrá Veio os home com as ferramenta e o dono mandô derrubá Peguemos todas nossas coisas e fumos pro meio da rua Apreciá a demolição Que tristeza que nóis sentia, cada tábua que caía Doía no coração Matogrosso quis gritar, mas por cima eu falei Os home ta co’a razão, nóis arranja outro lugar Só se conformemo quando o Joca falou Deus dá o frio conforme o cobertor E hojé nóis pega as paia nas grama do jardim E pra esquecer nóis cantemos assim: Saudosa maloca, maloca querida Dim dim donde nóis  passemo dias feliz da nossa vida. Fonte: CD Reviver Adoniran Barbosa. Som Livre, 2002.

A letra da música de Adoniran Barbosa nos faz refletir, corretamente, que:

I - A segregação residencial no espaço urbano, é consequência de um espaço/mercadoria cujos valores de uso e de troca definem as formas de apropriação e de luta pelo direito de morar na cidade.

II - Terras vazias à espera de valorização pela especulação imobiliária são uma das causas de a população de baixa renda não ter acesso à moradia digna.

III - Os favelados resistem a quaisquer tentativas de melhoria habitacional e impedem a implantação de equipamentos urbanos adequados e eficazes que melhorem sua qualidade de vida.

IV - A reforma urbana é um bem necessário, já que poucos têm acesso à infraestrutura e aos serviços públicos urbanos.

Estão corretas:

A)

Apenas as proposições I e II

B)

Apenas as proposições I, II e IV

C)

Apenas as proposições I e III

D)

Apenas as proposições II e III

E)

Todas as proposições

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

123)

Os dados abaixo sobre acesso aos serviços públicos da população brasileira foram publicados no jornal O Globo em 16 de março de 2008.

0

Sobre a questão apresentada pelo jornal, assinale a afirmativa incorreta:

A)

Considerando o total da população brasileira na atualidade, pode-se afirmar que cerca de 50% da população ainda não tem acesso a alguns serviços básicos.

B)

Entre os serviços oferecidos à população de menor renda, destacam-se a coleta de esgoto e o abastecimento de água.

C)

Entre os serviços que mais expandiram sua faixa de atendimento, encontra-se a energia.

D)

Pode-se inferir que milhões de brasileiros já possuem acesso à rede de esgoto, abastecimento de água, rede elétrica e telefonia.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

124)

É INCORRETO afirmar que a agricultura brasileira praticada na atualidade

A)

incorpora, em sua cadeia produtiva, indústrias químicas e de máquinas e equipamentos agrícolas que estruturam os complexos agroindustriais.

B)

mantém sua função histórica de produtora de bens de exportação, essencial para a inserção do País na economia globalizada.

C)

resulta do desaparecimento dos pequenos e médios produtores rurais, que, tradicionalmente, se organizavam em núcleos familiares.

D)

é fornecedora de matéria-prima para o setor industrial e para o abastecimento dos mercados urbanos nacionais.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

125)

As divisões territoriais do Brasil, quase sempre, originaram de intervenções do governo federal, ora como resultado de políticas geoestratégicas e de domínios territoriais, ora como resultado de políticas administrativas centralizadoras. Tomamos como exemplo a criação da Amazônia Legal, através de um decreto instituído pelos primeiros governos militares, e a criação do Estado do Tocantins com sua inserção na Amazônia Legal, sem plebiscito popular, nesse caso, devidamente necessário. Atualmente surgiu na mídia nacional a noticia de um projeto de emenda parlamentar que sugere a retirada do Estado do Tocantins do território da Amazônia Legal, emenda essa defendida pelos grupos agropecuaristas e questionada pelos movimentos sociais ligados às questões ambientais e a reforma agrária.

De acordo com o texto, assinale a alternativa que aponta para a justificativa da referida emenda parlamentar.

A)

O Tocantins não deveria deixar de pertencer ao Centro- Oeste, pois era conhecido como o Norte-Goiano.

B)

A Constituição de 1988 apresentou um equivoco ao considerar o novo Estado do Tocantins como pertencente ao território da Amazônia Legal

C)

Considerando que em todo território da Amazônia Legal a reserva legal é de no mínimo 35% e fora dela à reserva legal é de no mínimo 20% (IBAMA). Isso significa que com a retirada do Tocantins da Amazônia Legal estaria liberado mais15% de área para expansão da fronteira agrícola.

D)

A Amazônia brasileira, o que diz respeito às questões relacionadas à estrutura da floresta, composta de biomas comuns ao Cerrado brasileiro

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

126)

Com base nos processos de povoamento do território brasileiro ocorridos no século XVI, assinale a alternativa correta:

A)

O desmatamento da Floresta Amazônica e do Cerrado para a implantação da atividade pecuária e de lavouras comerciais de grãos.

B)

A descoberta de ouro e de diamantes, nos estados de Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais, contribuíram para a formação de cidades.

C)

A ocupação se limitava ao Litoral, e a principal atividade econômica era o cultivo da cana, para produção de açúcar, ocorrendo também outras atividades relacionadas à produção mercantil.

D)

As lavouras de café, no estado de São Paulo, atraíram imigrantes europeus na condição de assalariados e proprietários rurais.

E)

As lavouras canavieiras e a criação de gado pelo sistema de confinamento foram atividades que contribuíram para a efetiva ocupação do espaço brasileiro.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

127)

Leia e reflita sobre os argumentos do antropólogo Darcy Ribeiro. “Surgimos da confluência, do entrechoque e do caldeamento do invasor português com índios silvícolas e campineiros e com negros africanos, uns e outros aliviados como escravos.” “Novo porque surge como uma etnia nacional, diferenciada culturalmente das suas matrizes formadoras.” “Também novo porque se vê a si mesmo e é visto como gente nova.”

(Sene, Eustáquio & Moreira, João Carlos. Geografia Geral e do Brasil. Adaptado)

Pode-se afirmar que os excertos referem-se à

A)

elite brasileira.

B)

discriminação racial.

C)

população emergente.

D)

formação do povo brasileiro.

E)

população carente do Brasil.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

128)

Nos anúncios de emprego, a famosa ironia do poeta Vinícius de Morais torna-se ainda mais cruel.

“As feias que me perdoem, mas beleza é fundamental.”

O fragmento do texto mostra que:

I. No Brasil a desigualdade tem cor e sexo. Negros e mulheres são  discriminados pelo mercado de trabalho. Quando empregados,  recebem menores salários e são submetidos a longas jornadas de trabalho.

II. No Brasil também são discriminados os desengonçados, os “sem salão de beleza”, os deficientes, os “mal vestidos”, os velhos, os gordos e todos que não se encaixam em certo modelo tradicional de beleza.

III. Desde 1995, o Ministério Público do Trabalho Federal vem tentando abolir esse preconceito “estético”, fazendo acordos com empresas em todo o país para que não publiquem anúncios que tratem da aparência do candidato. Proibir uma frase é muito simples, apagar o preconceito na hora da seleção é muito difícil.

 

Está(ão) correta(s)

A)

apenas a proposição II.

B)

apenas a proposição I.

C)

todas as proposições.

D)

apenas a proposição III.

E)

apenas as proposições I e II.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

129)

No Brasil, doenças “velhas” – como tuberculose, cólera, malária, febre amarela, hanseníase, dengue e sarampo – têm matado mais do que doenças “novas”, como a AIDS. Segundo a Fundação Nacional da Saúde, cerca de dezoito mil pessoas morreram, nos últimos três anos, de doenças “antigas”, entre elas cólera e dengue, que são consideradas doenças reemergentes. Além dessas, outras doenças “velhas” voltam a rondar e ameaçar a saúde da população brasileira. A distribuição geográfica dessas moléstias não se limita mais a focos isolados, mas espalha-se pelo país.Com base no texto e em seus conhecimentos, analise as afirmativas abaixo.

I. A fragilidade das barreiras sanitárias do país, o reduzido investimento em saúde pública e o deficiente equipamento sanitário (água encanada e esgotos) facilitam a contaminação e justificam o retorno das doenças “velhas”.

II. As doenças “velhas”, basicamente infecciosas e parasitárias, também conhecidas como “doenças tropicais”, são típicas de países pobres que têm essa situação provocada em função de sua localização geográfica.

III. No Brasil, as áreas mais vulneráveis a essas doenças “velhas” estão nas regiões Norte e Nordeste, nos aglomerados urbanos carentes de equipamentos sanitários e nas zonas rurais mais pobres.

IV. Doenças “novas” como a AIDS se restringem, no Brasil, às regiões altamente industrializadas e desenvolvidas, devido à rapidez e à multiplicação dos contatos, enquanto, na África, essa doença se espalhou pelo continente.

 

Estão corretas apenas as afirmativas

A)

II e IV.

B)

I e III.

C)

III e IV.

D)

I e II.

E)

II e III.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

130)

Leia o texto:

CINEMINHA KOLYNOS

“O caminhãozinho passou anunciando pelo alto-falante: Atenção, meninos e meninas! Hoje à noite venham assistir ao Cineminha Kolynos, com a comédia ‘A casa mal assombrada’! Estrelando: o Gordo e o Magro! Kolynos, a pasta dental que dá brilho ao seu sorriso!    Ninguém jogou bola naquele dia. Nas conversas, era só o Gordo e o Magro, da época do cinema mudo. Foi um custo convencer meu pai a me deixar ir, precisou tia Leonor telefonar para ele.    O caminhãozinho da Kolynos, com um tubo de pasta de dente desenhado na porta, estacionou em frente à fábrica – ponto de encontro das pessoas do bairro: armaram a tela, instalaram o alto-falante na janela da fábrica e nós corremos para sentar na calçada. Achei um lugar bem perto da tela e assisti ao filme.    Começou com umas crianças loiras, parece que canadenses, escovando os dentinhos. Todos arrumados, de pijama azul os meninos e elas de cor-de-rosa. Nenhuma cárie visível. Muito diferentes das crianças que eu conhecia. As meninas pareciam as fadas dos livros. Depois vieram o Gordo e o Magro e choramos de rir na calçada.    Fiquei encantado pela magia do cinema e cheio de curiosidade pelas crianças, que voltaram a escovar os dentes no final, para felicidade das mamães sorridentes, loiras e penteadinhas como elas.    Naquela noite, comecei a entender meu pai: existia outro mundo para lá das porteiras da estrada de ferro do Brás.”

(Adaptado de: VARELLA, Drauzio. Nas ruas do Brás. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2000, Coleção Memória e História.)

Além das informações contidas no texto Cineminha Kolynos, considere também estas, contidas em outro capítulo do mesmo livro escrito por Drauzio Varella:

FUTEBOL

“Em 1950, ninguém tinha TV em casa na rua Henrique Dias. Os primeiros aparelhos de televisão estavam chegando ao Brasil e custavam muito caro. Eu escutava no rádio todos os jogos do São Paulo e até os do Corinthians, por causa do tio Constante.    Uma vez, meu tio Odilo prometeu me levar ao estádio do Pacaembu para ver o São Paulo se eu me portasse bem. Virei santo naquela semana de espera interminável. A rua inteira sabia que eu ia assistir a São Paulo versus Nacional, um time fraco escolhido a dedo pelo tio Odilo para não desiludir meu coração são-paulino.    Gostei do amendoim embrulhado em canudo de papel, achei lindo o verde do gramado, as cores dos uniformes e o estrondo dos foguetes, mas os jogadores me decepcionaram um pouco, apesar de ganharem por dois a zero.    Pelo rádio o jogo era mais emocionante: ‘Teixeirinha mata no peito, baixa na terra, passa por um, por dois, invade a área, fulmina e é gol!’    Na minha imaginação infantil, aquele homem que matava no peito, invadia e fulminava tinha superpoderes. O gol do locutor reverberava em meus ouvidos, longo, interminável: gol do São Paulo! Quanta alegria!    No campo era menos emocionante, os jogadores de carne e osso erravam passes, chutavam para fora e perdiam gol cara a cara, exatamente como nós fazíamos na porta da fábrica.”

(Adaptado de: VARELLA, Drauzio. Nas ruas do Brás.São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2000, Coleção Memória e História.)

Com base nas informações dadas e comparando-se as tecnologias, os costumes e os comportamentos relacionados com o lazer, no passado e no presente, pode-se verificar que

A)

nas metrópoles, como São Paulo, a presença constante dos tios e a sua influência na educação e no lazer das crianças é hoje mais frequente do que no passado.

B)

a repercussão das atividades dos membros de uma família entre as outras famílias da vizinhança é maior hoje, nas grandes metrópoles, do que foi no passado

C)

as tecnologias de comunicação mais simples, no passado, estimulavam menos do que hoje o exercício da imaginação e da criatividade.

D)

entre nós, até hoje, jogar futebol é o tipo de lazer mais antigo e popular do que assistir à televisão, porque a origem do futebol é brasileira e a da televisão não.

E)

em 1950, mais do que hoje, nas metrópoles as fábricas concentravam as populações do bairro ao seu redor, nos períodos de trabalho e também nos de ócio.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

131)

No mundo, toneladas de alimentos vão para o lixo enquanto milhões de pessoas passam fome.

Em entrevista à Revista do Idec, de março de 2009, Antônio Gomes Soares, Coordenador do Departamento da Embrapa Agroindústria, esclareceu que em relação às frutas e hortaliças ocorrem perdas sucessivas em cada etapa do processo que vai da produção até chegar à mesa do consumidor final. Essas perdas podem ser divididas em: 10% no campo, 50% no manuseio/transporte, 30% nas centrais de abastecimento/comercialização e 10% em supermercados/casa dos consumidores. Ainda segundo a revista, as causas para tudo isso vão desde a manipulação inadequada, passando pelo transporte ineficiente, até o excesso de manuseio dos consumidores quando o produto já está na gôndola do supermercado.

Admitindo os dados citados no texto, se 10 toneladas de frutas e hortaliças são produzidas no campo, então pode-se supor que a quantidade que chega ao prato dos consumidores finais é, em quilogramas

A)

3 654.

B)

2 835.

C)

2 431.

D)

2 159.

E)

1 852.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

132)

O Brasil tem passado nos últimos anos por um surto de crescimento de sua economia com importantes transformações no espaço geográfico. Qual alternativa NÃO representa essas transformações?

A)

Reversão do processo de êxodo rural com políticas de assentamento rural e eletrificação do campo.

B)

Expansão da fronteira agrícola e da pecuária para o cerrado.

C)

Difusão da indústria de transformação para as regiões do entorno do centro econômico nacional.

D)

Maior homogeneidade espacial na região centro-sul, diminuindo o atrito espacial causado pela expansão da malha viária e da rede energética.

E)

Surgimento de “ilhas” de prosperidade em várias regiões do país, confirmando as potencialidades econômicas do território.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

133)

A intervenção do Estado via políticas públicas territoriais, isto é, de forma planejada, redefiniu a realidade socioespacial brasileira a partir de 1950, configurando uma nova gestão do território.

Dentre as ações do Estado que marcaram, na década de 1970, esse tipo de intervenção, destaca-se

A)

a construção de grandes rodovias – Transamazônica, Belém−Brasília e Cuiabá−Santarém –, o que desencadeou um processo de integração nacional mais intenso.

B)

a implantação de projetos de colonização e de assentamentos rurais específicos para a região Nordeste, no sentido de promover a articulação do território nacional e o desenvolvimento regional.

C)

a implementação do processo de substituição de importações, objetivando fortalecer a indústria nacional a partir do milagre econômico brasileiro.

D)

a institucionalização da gestão do território, com a criação de órgãos de planejamento – Sudene, Sudeco e Sudam –, objetivando o desenvolvimento regional como forma de integração do território.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

134)

A figura e as proposições nos reportam para o grito dos aflitos SEM TETO no nosso país

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEPB20061geo40.png

Analise-as e escreva F ou V, conforme sejam falsas ou verdadeiras.

( ) Recente relatório do Ministério do Planejamento mostra que 17 milhões de brasileiros moram em residências superlotadas, e 6,6 milhões lotam as favelas e os assentamentos irregulares do país.

( ) O Brasil continua com uma extrema desigualdade na distribuição de renda, e o Governo Lula não vem conseguindo corrigir as distorções de oferta de moradia para as famílias de poder aquisitivo baixo, onde o déficit habitacional é o mais grave.

( ) Recentemente o Congresso Nacional aprovou um Projeto de Lei criando o Sistema Nacional de Habitação e Interesse Social e o Fundo Nacional de Habitação e Interesse Social, objetivando viabilizar para a população de baixa renda o acesso à terra urbanizada e habitação digna e sustentável.

( ) O solo urbano sempre se constituiu em uma mercadoria de caráter social coletivo.

A alternativa que apresenta a sequência correta é:

A)

V F V F

B)

F F F V

C)

V V F F

D)

F F V V

E)

V V V F

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

135)

O rebanho bovino é o maior do Brasil e a criação pode ser feita com dois objetivos: produção de leite e produção de carne. O estado do(a)     1      possui o maior número de cabeças, onde se pratica a pecuária extensiva, enquanto    2     é o estado maior produtor de leite e o 2.º em número de cabeças. Os espaços 1 e 2 devem ser preenchidos, respectivamente, por:

A)

São Paulo e Rio Grande do Sul.

B)

Goiás e São Paulo.

C)

Tocantins e São Paulo.

D)

Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

E)

Minas Gerais e Mato Grosso.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

136)

A questão refere-se à seguinte manchete.

“Pão de Açúcar vende frango a R$ 0,99 o quilo e reedita Plano Real.”

(FONTE: Disponível em:<http//www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult.91u106274.shtml.>Acesso em: 24 mar. 2006)

Sobre a notícia e suas inter-relações, é INCORRETO inferir que

A)

o preço do frango será proporcionalmente ainda menor do que na década de 90, em virtude de sua inclusão na cesta básica.

B)

o consumo do produto, no mercado internacional, reduziuse, devido à rápida propagação da gripe aviária na Europa e Ásia.

C)

o menor volume de vendas para o exterior gerou, no mercado interno, a queda do preço em até 30% em algumas localidades.

D)

os criadores de frangos deverão reduzir a produção até o final do primeiro semestre de 2006, para provocarem aumento de preços.

E)

os crescentes custos operacionais da produção de frangos e o baixo valor do dólar frente ao real inviabializam uma estratégia de expansão de mercados consumidores.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

137)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/idhbrasilJP.JPG

A partir da análise desse mapa, é INCORRETO afirmar que

A)

o Distrito Federal possui alto IDH devido à sua considerável renda per capta.

B)

o Acre apresenta IDH semelhante ao do Sertão Nordestino uma vez que seus indicadores de saúde e renda são baixos.

C)

os estados do Meio-Norte nordestino apresentam os menores indicadores em virtude das precárias condições de saúde.

D)

a parte setentrional do Centro-Sul é a mais desenvolvida em vista de sua elevada expectativa de vida comparada às demais.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

138)

Observe o mapa a seguir.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UNCISAL2009P3geo35.png

A partir da observação do mapa e utilizando seus conhecimentos sobre o processo de urbanização no Brasil, pode-se afirmar que as convenções cartográficas correspondem

A)

à densidade demográfica.

B)

ao número de favelas por município.

C)

à migração interna.

D)

ao desenvolvimento do setor terciário.

E)

ao avanço tecnológico.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

139)

Superada a depressão da década de 90, o pólo industrial se consolidou, atingindo os melhores resultados dos seus 38 anos de vida. Até o final de 2005, atingirá o marco histórico de 100 mil empregos diretos e indiretos. A geração de novos postos de trabalho também é consequência da aceleração do ritmo de investimentos. Entre janeiro e agosto de 2005, foram aprovados 222 novos projetos. Com isso, a receita total das mais de 450 empresas instaladas nesse pólo industrial deverá chegar a US$ 15 bilhões, 50% acima do registrado em 2002.O pólo concentra a produção brasileira de televisores, motocicletas, relógios, da maioria de disquetes, CD’s, celulares, telefones fixos e bicicletas, entre outros. Tudo isso alcançado com altos índices de produtividade. O texto refere-se

A)

ao pólo de Salvador-Camaçari, na Bahia.

B)

à Zona Franca de Manaus.

C)

à Zona Metalúrgica de Belo Horizonte.

D)

ao complexo industrial da grande Porto Alegre.

E)

ao ABCD, localizado na região metropolitana de São Paulo.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

140)

Sobre o sistema de transporte de pessoas e produtos no Brasil, assinale a opção incorreta:

A)

O transporte ferroviário está diretamente ligado à expansão da cafeicultura e foi instalado primeiramente no Rio de Janeiro.

B)

O transporte marítimo e fluvial constitui-se na mais importante via de distribuição agro-industrial em função da grande quantidade de produtos transportada pela frota mercante brasileira.

C)

Os investimentos na construção de rodovias foram iniciados na década de 1920, mas seu crescimento efetivo ocorreu a partir de 1950, impulsionado pela indústria automobilística.

D)

Os transportes modernos no setor rodoviário e aéreo foram implantados a partir da segunda metade do século passado.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

141)

Apesar de todos os avanços, o Brasil ainda deve superar grandes desafios para garantir os direitos de suas crianças e de seus adolescentes. Todas as dificuldades a serem enfrentadas afetam mais gravemente a criança, principalmente em seus primeiros anos de vida. O maior desses desafios é a pobreza, porque cria um ciclo vicioso que atravessa gerações e perpetua a exclusão social de meninas, meninos e suas famílias. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 30,5% das famílias brasileiras com crianças entre 0 e 6 anos de idade vivem com renda per capita igual ou inferior a meio salário mínimo.

0

De acordo com as informações do mapa acima, pode-se afirmar que:

A)

Os estados do Amazonas e do Pará encontram-se em situação confortável, uma vez que não têm um alto número de famílias com baixa renda, tendo boas condições para sustentar crianças nos seus primeiros anos de vida.

B)

A região Sul é a que apresenta uma uniformidade maior no que se refere às famílias com renda per capta de até meio salário mínimo, já que os três estados situam-se no mesmo intervalo de classe, segundo o mapa.

C)

A região Centro-oeste apresenta uma situação de pobreza maior do que a da região Norte.

D)

A região nordeste concentra um número maior de famílias com filhos menores de seis anos que tem renda de até meio salário mínimo. O município em pior situação é o de Nossa Senhora dos Remédios no Piauí, onde 94,8% das famílias estão nessa situação.

E)

O fato de a região Sudeste ter estados dentro de três intervalos de classes diferentes faz dela a que apresenta pior situação no que se refere ao número de famílias com crianças de até seis anos e renda per capita de até meio salário mínimo.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

142)

Em 27 de agosto último, o jornal O Globo publicou, no caderno especial “Educação & Internet”, os seguintes dados sobre a Internet no Brasil:32,1 milhões de pessoas acima de 10 anos usam a internet no Brasil.28,1 anos é a idade média dos internautas.4a é a posição do Brasil no ranking latino-americano de acesso à internet.62a é a posição do Brasil no ranking mundial de acesso à internet.66,3% dos jovens entre 15 e 17 anos nunca acessaram a internet.71,7% dos internautas acessam a rede em busca de “educação e aprendizado”.25,7% dos internautas acessam a rede na escola.Com base nessas informações, é correto afirmar:

A)

O Brasil se caracteriza como um país com alto índice de exclusão digital.

B)

O Brasil está plenamente integrado à rede mundial conhecida como www.

C)

Os dados demonstram que a internet é utilizada por todos os jovens.

D)

Os dados indicam que um quarto das escolas brasileiras possui acesso à web.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

143)

Analise os dados abaixo, relacionando-os às características atuais da inserção da mulher no mercado de trabalho. A seguir, assinale a afirmativa INCORRETA.

BRASILEVOLUÇÃO DA COMPOSIÇÃO DA FORÇA DE TRABALHO POR SEXOS

 Ano  Homens Mulheres  1940 81% 19%  1950 82,5% 17,5%  1980 73% 27%  2008 56,7% 43,3%

(Fonte: IBGE. Censos Demográficos e PNAD 2008.)

A)

Ao longo dos últimos 50 anos, as mulheres vêm assumindo um peso relativo extremamente importante na composição da força de trabalho brasileira, expressando importantes transformações sociais, econômicas e culturais ocorridas no País.

B)

A incorporação progressiva das mulheres à força de trabalho brasileira ocorre especialmente nas funções de melhor remuneração, naquelas que exigem maior nível de escolaridade, melhor qualificação técnica e maior capacidade de gestão.

C)

Apesar de assumirem uma posição cada vez mais significativa na força de trabalho do País, as mulheres ainda possuem uma participação percentual inferior à sua participação total no conjunto da população brasileira, na qual são a maioria.

D)

Entre os fatores que contribuíram para a incorporação da mulher à força de trabalho destacam-se as lutas pela sua emancipação econômica e pela igualdade de direitos em relação aos homens, a necessidade de complementação da renda familiar, ou mesmo o fato de ocuparem cada vez mais a responsabilidade pela manutenção econômica das famílias.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

144)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/ufla200918geografia.png

Tendo como referência a tabela acima sobre a questão agrária no Brasil, analise as proposições e, em seguida, faça o que se pede.

I. No Brasil, existe uma política de “assentamento rural” e não uma política de “reforma agrária”.

II. Observa-se um aumento dos assentamentos rurais, comparando-se os dois períodos: 1964 a 1994 e 1995 a 2002.

III. A questão agrária está longe de ser resolvida, pelo fato de que se estima um número de 4,5 milhões de famílias ainda sem terras.

IV. A distribuição espacial dos assentamentos concentra-se na Região Norte, na qual predominam as terras públicas.

V. Os assentamentos por si só não indicam que o Brasil está realizando ou implantando uma reforma agrária.

 Assinale a alternativa que contém somente proposições com dados da tabela:

A)

Somente as proposições II e IV.

B)

Somente as proposições I, II e III.

C)

Somente as proposições I, III e V.

D)

Somente as proposições IV e V.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

145)

A precariedade da malha rodoviária brasileira estimulou a criação da expressão “Apagão dos Transportes”. Essa expressão está associada

I - à inadequação e ao desequilíbrio da matriz brasileira dos transportes que contribui para o elevado custo dos transportes de cargas, gerando impactos não apenas nas exportações como no escoamento da produção interna e na elevação do preço dos produtos.

II - aos apagões que ocorrem quando a infraestrutura da malha viária não atende às necessidades do país. Eles são resultantes da falta de investimentos por parte do Estado. Sem manutenção, equipamentos envelhecem, estruturas se deterioram, além de ficarem obsoletas em razão do crescimento da economia e da população.

III - aos investimentos privados que vêm sendo a principal opção utilizada pelo Estado para tentar desafogar os gargalos dos transportes no Brasil. As linhas férreas estão grande parte privatizadas e parte significativa dos serviços portuários em mãos de particulares. Algumas rodovias são exploradas por consórcios privados.

 

Está(ão) correta(s) a(s) proposição(ões)

A)

I, apenas.

B)

I e II, apenas.

C)

II e III, apenas.

D)

I e III, apenas.

E)

I, II e III.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

146)

Leia o texto a seguir.

“Correndo por fora, existe uma camada geográfica e socialmente periférica, (...) sempre vista com suspeição pela polícia. Só no Rio, são quase dois milhões, reunindo-se todos os fins de semana para, à sua maneira, se manifestar sem palavras, de sons e gestos: os bailes funks...”Ventura, Z. Veja, 25 anos: Reflexões para o futuro. Sobre a segregação espacial, exemplificada no fragmento do texto, leia as afirmativas seguintes.

I. É um processo social no qual o acesso aos espaços de maior ou menor valor é determinado pelo poder aquisitivo das pessoas.

II. Deixou de existir a partir de 1988 com a criação do fim social da propriedade, instituído no direito brasileiro com a promulgação da atual Constituição Federal.

III. Abriga as especulações imobiliárias, isto é, o controle do acesso à terra por indivíduos e empresas que fazem dela uma fonte de lucros.

IV. No contexto da produção capitalista do espaço, as áreas impróprias à ocupação humana, ou distantes das que têm melhor infraestrutura básica e facilidade de acesso aos centros comerciais, são reservadas às classes mais pobres.

V. A intervenção do Estado na organização do espaço brasileiro contribuiu para eliminar os desequilíbrios sócio-econômicos e demográficos entre os espaços inter-regionais brasileiros, através de uma política de planejamento regional.

 

Estão corretas apenas

A)

I, III e IV.

B)

I, II e IV.

C)

II, III e V.

D)

III e V.

E)

I, II e V.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

147)

O Brasil, comparativamente a outros países, possui considerável potencial energético. Recentemente, divulgou-se a “autosuficiência” brasileira em petróleo e é crescente o aproveitamento do potencial hidrelétrico dos rios brasileiros. Sobre a produção e consumo energético no Brasil, marque o correto.

A)

Na atualidade, a bacia de Campos, em Santa Catarina, é responsável pelo aumento significativo da produção brasileira de petróleo no próprio continente, onde o custo de exploração é mais elevado.

B)

A Petrobras é a única empresa responsável pela extração, transporte, refino e importação de petróleo e seus derivados no Brasil.

C)

A exploração, a importação, a exportação, o transporte, o refino, a política de preços, o reajuste e o controle de qualidade do Petróleo, entre outras atribuições, são conduzidos pela Agência Nacional de Petróleo – ANP.

D)

O carvão mineral encontrado no território brasileiro encontra-se em fase avançada e constante de transformação geológica, sendo, portanto, ótima fonte energética para as siderúrgicas.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

148)

A letra da música “País Tropical” de Jorge Bem Jor quase que nos convenceu: moramos num país tropical, abençoado por Deus, onde todo mundo tem a chance de namorar uma nega chamada Tereza... Mas, no fundo tudo é bem diferente, ainda que o clima continue tropical e o ditado popular garanta que Deus é brasileiro, a qualidade das relações interraciais no país passa longe do sentimento de orgulho, tendo em vista que

I - a discriminação racial não aparece explícita em batalhas campais entre negros e brancos, mas as estatísticas comprovam que parcela da população preta e mulata tem qualidade de vida inferior à porção branca e encontra menos oportunidades de ascensão social em todas as esferas da sociedade.

II - a partir dos anos 1990, os movimentos negros do Brasil cobram do Estado medidas emergenciais que visam a abrir oportunidades sociais, econômicas e educacionais a grupos que sofrem discriminação, para acelerar sua integração social, a exemplo de cotas para negros nas universidades e empresas.

III - a Constituição Brasileira de 1988 ainda não classifica qualquer prática racista como inafiançável e imprescritível. A discriminação velada não dá aos negros um tratamento diferenciado perante os agentes do Estado.

 

Está(ão) correta(s)

A)

Todas as proposições

B)

Apenas as proposições I e III

C)

Apenas as proposições II e III

D)

Apenas a proposição I

E)

Apenas as proposições I e II

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

149)

Leia o texto abaixo: (Geografia do Brasil)“A localização das indústrias no Brasil seguiu os padrões comuns a essas atividades em todo o mundo. Em primeiro momento, houve uma marcante concentração das indústrias em determinada região para mais tarde acontecer exatamente o oposto: as empresas estão fugindo dos locais muito industrializados, em um processo que chamamos de dispersão industrial que ocorre em escalas diferentes”.

(Adaptado de ALMEIDA & RIGOLIN, 2004, pg.427).

Com base no texto acima e nos seus conhecimentos sobre o processo de dispersão industrial no Brasil, analise as assertivas abaixo:

I. A dispersão industrial ocorreu no território brasileiro, em escala nacional, buscando-se expandir para outras regiões.

II. A dispersão industrial ocorreu dentro da região sudeste, escala regional, procurando fugir de áreas muito industrializadas.

III. A dispersão nacional da indústria tirou do sudeste o caráter de região mais industrializada do Brasil.

IV. Um fator decisivo da dispersão industrial, nacional e regional, foi a guerra fiscal travada por estados e municípios para receber as instalações industriais.

V. A configuração do MERCOSUL, em escala transnacional, foi o fator decisivo que tirou do sudeste o caráter de região mais industrializada do Brasil.

 

Assinale a alternativa correta:

A)

Apenas I, II e III estão corretas.

B)

Apenas I, II e IV estão corretas.

C)

Apenas II e V estão corretas.

D)

Apenas III e V estão corretas.

E)

Apenas I, III e IV estão corretas.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

150)

A partir dos anos de 1990, várias legislações regulamentaram aspectos da reforma agrária no Brasil. Entre elas, destacam-se:

1. Alteração da Lei do Rito Sumário: regulamentou a imediata posse, pelo governo, das terras em processo de desapropriação para fins de reforma agrária, após depósito judicial correspondente ao preço oferecido pelas benfeitorias e do lançamento dos Títulos da Dívida Agrária, para pagamento do valor da terra nua. Assim, mesmo que o proprietário entre com contestação judicial contra qualquer aspecto do processo de desapropriação, a posse da terra tornou-se imediata para o Governo.

2. Aumento do Imposto Territorial Rural para os proprietários de grandes extensões de terra e pequeno grau de utilização produtiva, que pode chegar a 20% do valor da propriedade.

3. Proibição de que a propriedade rural ocupada por trabalhadores rurais sem terra seja vistoriada ou desapropriada para fins de reforma agrária durante a ocupação e nos dois anos seguintes à sua desocupação.

Considerando o teor dessas legislações, pode-se dizer que:

A)

todas elas representam vitórias políticas decorrentes da organização dos movimentos sociais no campo, que tomaram grande impulso ao longo dos anos de 1990.

B)

demonstram a força política dos grandes latifundiários, pois reduzem a ação dos movimentos de luta pela terra e implementam o pagamento das terras desapropriadas.

C)

ilustram a postura política dos governos da década de 1990 que, pressionados pelo avanço dos movimentos sociais, resolveram os conflitos por posse de terra no país.

D)

representaram um retrocesso, pois impediram ou restringiram a aplicação das leis da reforma agrária aprovadas na Constituição de 1988.

E)

refletem interesses opostos, pois em parte atendem demandas dos movimentos de luta pela terra e, por outro, protegem interesses dos proprietários de terras.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

151)

“Espalhadas do Espírito Santo à Santa Catarina, reservas de petróleo na área chamada de pré-sal prometem dar novo sentido à estrofe do Hino Nacional ‘deitado eternamente em berço esplêndido.’”

Zero Hora, 20/04/2008.

Acerca do tema, que envolve as descobertas petrolíferas a grandes profundidades, é correto afirmar que o petróleo é um(a)

A)

substância que no Brasil é encontrada principalmente em escudos cristalinos oceânicos, formada pela deposição de restos animais e vegetais em ambientes planctônicos.

B)

hidrocarboneto fóssil de origem orgânica, encontrado em bacias sedimentares, explorado no Brasil principalmente em solo marítimo por meio de plataformas, e está em risco de escassez no mundo.

C)

substância oleosa constituída basicamente por uma combinação de carbono e hidrogênio encontrada em escudos cristalinos, cuja descoberta, no Brasil, tornou desnecessária a importação.

D)

recurso energético renovável utilizado como instrumento de influência política global e especulação financeira; sua descoberta elevou o Brasil, em curto prazo, ao grupo de elite dos produtores de petróleo.

E)

substância que, juntamente com seus derivados, possui uso isento de riscos ambientais; sua tecnologia de exploração, desenvolvida pela PETROBRAS, coloca o Brasil como membro da OPEP.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

152)

Analise o gráfico a seguir:

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uea2008geo46.png

A análise do gráfico permite as seguintes conclusões, à exceção de uma. Assinale-a.

A)

O crescimento brasileiro, no período 1940/1980, foi maior que o do Brasil Metropolitano.

B)

O crescimento brasileiro no período 1940/1980 foi de, aproximadamente, 7%.

C)

O PIB das metrópoles brasileiras apresentou acentuada queda no período 1980/2005.

D)

O Rio de Janeiro apresentou as menores taxas de crescimento nos dois períodos.

E)

Goiânia apresentou, nos dois períodos, as taxas de crescimento mais elevadas.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

153)

A tabela abaixo apresenta dados referentes à mortalidade infantil, à porcentagem de famílias de baixa renda com crianças menores de 6 anos e às taxas de analfabetismo das diferentes regiões brasileiras e do Brasil como um todo.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/questoesoffline/questoes/95142-850-imgs/img1.jpg

Suponha que um grupo de alunos recebeu a tarefa de pesquisar fatores que interferem na manutenção da saúde ou no desenvolvimento de doenças. O primeiro grupo deveria colher dados que apoiassem a ideia de que combatendo-se agentes biológicos e químicos garante-se a saúde. Já o segundo grupo deveria coletar informações que reforçassem a ideia de que a saúde de um indivíduo está diretamente relacionada à sua condição socioeconômica.

 

Os dados da tabela podem ser utilizados apropriadamente para

A)

apoiar apenas a argumentação do primeiro grupo.

B)

apoiar apenas a argumentação do segundo grupo.

C)

refutar apenas a posição a ser defendida pelo segundo grupo.

D)

apoiar a argumentação dos dois grupos.

E)

refutar as posições a serem defendidas pelos dois grupos.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

154)

Apesar de ser uma medida antiga, o horário de verão no Brasil passou a ser adotado de modo contínuo somente a partir de 1985.

A esse respeito, leia as proposições abaixo e em seguida marque a opção que expressa, corretamente, três proposições sobre o horário de verão no Brasil.

I. Geralmente, o horário de verão é adotado apenas nos estados do Centro-sul, pois estando mais distante da linha do Equador, os dias são mais longos, permitindo economia no consumo de energia.

II. Nos meses finais e iniciais do ano, o dia tende a ser mais longo, principalmente nas proximidades do Trópico de Capricórnio.

III. Nas proximidades da Linha do Equador, a medida não é adotada porque a variação do fotoperíodo, quando existe, é muito grande.

IV. Caso se adotasse o horário de verão nas regiões Norte e Nordeste, a energia economizada pela manhã, seria gasta à noite, devido à grande variação do fotoperíodo.

V. O horário de verão é um recurso adotado em muitos países, como no Brasil, para evitar sobrecarga no sistema de produção e garantir distribuição de energia nos períodos de pico.

A)

II, III e V.

B)

I, III e IV.

C)

III, IV e V.

D)

I, II e V.

E)

I, II e III.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

155)

Sobre o processo de urbanização no Brasil, analise os itens e assinale a alternativa correta.

I- As cidades funcionam como sistemas de fluxos de serviços, bens, pessoas, informações e capitais.

II- As populações brasileiras residentes nas sedes de municípios e distritos são consideradas urbanas.

III- A repulsão da força de trabalho do campo e a atração da força de trabalho para as cidades constituem fatores que aceleraram o processo de urbanização.

IV- O processo de urbanização brasileiro iniciou-se logo após a Primeira Guerra Mundial, juntamente com a industrialização.

A)

Apenas I, II e IV estão corretos.

B)

Apenas I, II e III estão corretos.

C)

Apenas II, III e IV estão corretos.

D)

Apenas I, III e IV estão corretos.

E)

Todos os itens estão corretos.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

156)

Várias são as causas de morte nas diferentes regiões do Brasil. Observe a tabela abaixo:

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uff0545geo.jpg

Marque a alternativa que comenta acertadamente a referida tabela.

A)

O maior acesso ao esgoto e à água tratada não parece estar se refletindo na redução de mortes por doenças infecciosas e parasitárias.

B)

Quanto maior a densidade demográfica de uma região, menores são as possibilidades de acompanhamento médico da gravidez e do parto.

C)

Áreas dominadas pelo clima subtropical possuem menor tendência de exposição da população às doenças do aparelho respiratório.

D)

O câncer e as doenças do aparelho circulatório se configuram como as típicas causas de morte nas regiões mais urbanizadas.

E)

As áreas com baixos índices pluviométricos estão associadas ao reduzido número de mortes por doenças infecciosas e parasitárias.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

157)

O fragmento abaixo mostra uma realidade que não se limita mais apenas aos grandes centros urbanos do Brasil, uma vez que, atualmente, já afeta também a vida dos habitantes de muitas cidades médias do país.

São Paulo é hoje uma cidade de muros. Amedrontados pelo aumento do crime violento e descrentes da eficácia da polícia ou da Justiça, os moradores procuram se proteger o mais que podem. [...] os resultados desses esforços de proteção podem ser resumidos da seguinte maneira: para fazer face à violência, os moradores de São Paulo se aprisionam, adotam soluções privadas de proteção e progressivamente abandonam a esfera pública. No entanto, tudo indica que esse tipo de reação alimenta o ciclo da violência, em vez de contrapor-se a ele. O que poderia ser efetivo para interromper esse ciclo é a retomada e o fortalecimento da esfera pública, algo que os cidadãos de São Paulo parecem resistir a entender.

Teresa Caldeira. A cidade fortificada.Folha de São Paulo, 22/09/96.

Marque a alternativa que corresponde ao que se pode constatar dessa realidade de que trata esse fragmento, quando se observam certos aspectos e elementos da paisagem urbana

A)

A paisagem da cidade não revela nada da realidade, pois a violência urbana só pode ser observada nas ações e comportamentos de pessoas violentas que vivem na cidade.

B)

Presença permanente de policiais nas ruas em todas as áreas da cidade, garantindo segurança pública eficiente a todos os seus habitantes.

C)

Muralhas cercando a área urbana, tornando a “cidade fortificada” e seus cidadãos protegidos das ameaças que vêm “de fora”.

D)

Existência de condomínios fechados; vigilância particular; residências com grades e muros altos; câmeras de vídeo; praças e outros locais públicos pouco frequentados à noite.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

158)

Embora constitua um grave problema social, durante o Carnaval há um aumento de consumo de drogas tanto lícitas como ilícitas.

São drogas lícitas e ilícitas, no Brasil, respectivamente,

A)

maconha e álcool.

B)

lança-perfume e cocaína.

C)

nicotina e ecstasy.

D)

cola de sapateiro e cafeína.

E)

morfina e anfetaminas.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

159)

(...) Liberalismo, o Neo, bateu à porta da quitinete onde morava o Estado Mínimo e sua numerosa família. O Estado Mínimo – diga-se de passagem – já fora o máximo no passado, requisitado por todos, vivia confortavelmente em uma cobertura duplex no edifício Keynes. A partir dos anos 1980, seu prestígio começou a declinar diante da campanha orquestrada pelo Liberalismo que avançou no seu patrimônio e privatizou suas empresas sob o pretexto de que ele, Estado, não entendia nada de economia, cobrava altos impostos e impedia a maximização dos seus lucros. Empobrecendo, o Estado teve que se mudar para um apartamento menor e depois para outro menor ainda e hoje vive em uma modesta unidade no conjunto habitacional Milton Friedmam. (...)

NOVAES, Carlos Eduardo, ‘Liberalismo e Estado Mínimo’, 01/mar./2009, Jornal do Brasil.

A opção que apresenta exemplos, no Brasil, que confirmam a explicação contida no trecho da crônica é:

A)

privatização de bancos, aumento das barreiras alfandegárias, aplicação dos Planos Quinquenais.

B)

desestatização de empresas, desregulamentação da economia, criação de Agências Reguladoras.

C)

redução da concentração do poder administrativo federal, redução das taxas de juros, criação dos Órgãos de Planejamento Regional.

D)

ampliação da esfera de atuação das secretarias de governo, reforma fiscal, implementação de Programas de Desenvolvimento Nacional.

E)

nacionalização de empresas, redução das tarifas alfandegárias, implementação dos Programas Nacionais de Desenvolvimento.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

160)

Em 2003, deu-se início às discussões do Plano Amazônia Sustentável, que rebatiza o Arco do Desmatamento, uma extensa faixa que vai de Rondônia ao Maranhão, como Arco do Povoamento Adensado, a fim de reconhecer as demandas da população que vive na região. A Amazônia Ocidental, em contraste, é considerada nesse plano como uma área ainda amplamente preservada, na qual se pretende encontrar alternativas para tirar mais renda da floresta em pé do que por meio do desmatamento. O quadro apresenta as três macrorregiões e três estratégias que constam do Plano.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/questoesoffline/questoes/95138-57-imgs/img1.jpg

Estratégias:

I. Pavimentação de rodovias para levar a soja até o rio Amazonas, por onde será escoada.

II. Apoio à produção de fármacos, extratos e couros vegetais.

III. Orientação para a expansão do plantio de soja, atraindo os produtores para áreas já desmatadas e atualmente abandonadas.

 

Considerando as características geográficas da Amazônia, aplicam-se às macrorregiões Amazônia Ocidental, Amazônia Central e Arco do Povoamento Adensado, respectivamente, as estratégias

A)

I, II e III.

B)

I, III e II.

C)

III, I e II.

D)

II, I e III.

E)

III, II e I.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

161)

Observe as imagens.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UNCISAL2008geo40.png

A frase que sintetiza as duas imagens é:

A)

A indústria de processamento instala-se nas proximidades das áreas de cultivo da matéria-prima.

B)

A mecanização chegou à agroindústria em todas as regiões brasileiras.

C)

Os complexos agroindustriais são grandes poluidores do meio ambiente.

D)

O interior do Brasil possui grande produção agroindustrial, exportando e contribuindo para a distribuição da riqueza.

E)

Alagoas e São Paulo são os maiores produtores nacionais de cana-de-açúcar e laranja.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

162)

Observe os dados apresentados na tabela.

0

Na tabela, os números 1, 2, 3 e 4 representam, respectivamente, as regiões brasileiras:

A)

Sudeste, Sul, Nordeste e Centro-Oeste.

B)

Sul, Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste.

C)

Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste.

D)

Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

E)

Sudeste, Centro-Oeste, Sul e Nordeste.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

163)

Analise esta anamorfose:

0

A partir dessa análise e considerando-se outros conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar que essa anamorfose possibilita comprovar-se que

A)

a concentração geográfica da riqueza no espaço nacional se expressa muito claramente.

B)

a parcela mais considerável das estruturas produtivas do País está concentrada no Sudeste.

C)

o PIB é diretamente proporcional à dimensão territorial ocupada pelas Unidades da Federação.

D)

o PIB paulista é maior que o conjunto do PIB da região a que o Estado do Tocantins se integra.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

164)

0

A charge permite-nos deduzir criticamente alguns aspectos do processo atual de urbanização e de organização interna das grandes metrópoles brasileiras. Interpretando a charge à luz desses processos geográficos, foram feitas as afirmações a seguir.

I. A charge representa a industrialização das áreas centrais das metrópoles e a inserção das periferias como setores desindustrializados das “cidades globais”.

II. As personagens da charge sugerem a segregação espacial das classes sociais no interior das grandes metrópoles brasileiras.

III. Garotos típicos da classe média, como os que aparecem usando tênis na charge, vivem cada vez mais ligados ao mundo globalizado da moda e do consumo.

IV. Moradores da periferia, como o menino descalço da charge, sofrem muito mais as limitações e carências impostas pela vida local e, por isso, se deparam com a necessidade de lutar pelos direitos básicos de cidadania.

São interpretações válidas apenas

A)

I e III.

B)

II e IV.

C)

I, II e III.

D)

I, II e IV.

E)

II, III e IV.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

 

165)

No Brasil, os movimentos sociais recentes caracterizam-se

A)

por movimentos espontâneos de protesto contra a ordem política e econômica do Estado, realizados por sindicatos e partidos políticos de esquerda.

B)

pela coesão dos grupos em torno de reivindicações comuns que os movem: as lutas pela cidadania, com repercussão na vida social e na organização do espaço.

C)

pela luta contra a propriedade privada dos meios de produção, responsável pela exclusão da classe trabalhadora, sobretudo operária.

D)

pelo retorno das populações urbanas ao campo, principalmente dos desempregados que se encontram marginalizados, vivendo na periferia das grandes cidades.

E)

pela invasão de grandes propriedades latifundiárias, com a finalidade de implantar formas camponesas de produção.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

166)

A crise mundial do capitalismo na década de 1930, desencadeada pela quebra da bolsa de Nova Yorque em 1929 e o advento da segunda guerra (1939), desarticulou a fase do capitalismo concorrencial e estabeleceu as mudanças para a fase monopolista. Nessa nova fase do capitalismo, onde o Estado aparece como planejador de todos os setores da sociedade o processo de urbanização foi um fenômeno que marcou esse período. No Brasil uma de suas fases importantes foi a política de interiorização das relações capitalistas para as regiões centrais do país. A chegada da estrada de ferro no sul de Goiás (1913), a implantação da colônia agrícola de Goiás (1940), e a construção da Belém-Brasília (1958), são resultados dessa política. É importante ressaltar que esse processo de interiorização do capital resultou também na aceleração do processo de urbanização da população e no surgimento de cidades planejadas para desempenhar funções especificas no projeto de desenvolvimento econômico do país. A capital do Estado do Tocantins aparece como o último resultado dessa política de planejamento urbano no século XX. Assim afirmamos que algumas cidades do Centro Norte do Brasil são desdobramentos desse referido processo.

Entre as alternativas indique a que contém as cidades que representam esse contexto.

A)

Palmas, Goiânia, Brasília e Alta Floresta.

B)

Palmas, Araguaína, Gurupi e Carajás.

C)

Anápolis, Palmas, Brasília e Carajás.

D)

Palmas, Marabá, Araguaína e Goiânia.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

167)

Apesar de o Brasil ter atingido um patamar de crescimento econômico significativo, com o desenvolvimento do setor secundário da economia, as condições de subdesenvolvimento continuam castigando a sociedade brasileira. Isso dá ao país um perfil de subdesenvolvimento industrializado. Com base nas informações anteriores e em seus conhecimentos, é correto afirmar que

A)

o Brasil, mesmo não tendo superado a situação de subdesenvolvimento, industrializou-se, apoiado na iniciativa de milhões de trabalhadores e na extensa abertura do mercado externo aos produtos brasileiros.

B)

imensa parcela da população brasileira continua excluída da participação na renda auferida com a ampliação da produção industrial e do consequente crescimento econômico.

C)

o Brasil possuiu o referido perfil apenas no período pré-industrial, antes que o intervencionismo estatal preparasse as bases para a implantação da verdadeira revolução industrial brasileira.

D)

a nova industrialização, por causa da atual “vocação agrícola” do Brasil, é parcial, pois o parque industrial é incompleto e está em processo de sucateamento, desde os meados dos anos 70.

E)

a implantação da industrialização brasileira não resultou em uma profunda crise agrária, pois não se fez acompanhar de transferência da população do campo para a cidade.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

168)

O relatório anual sobre desigualdade do Banco Mundial (BIRD) coloca o Brasil na 125ª posição, incluindo-se entre as dez nações com a pior distribuição de renda do planeta.

Assinale a alternativa que não pode ser considerada como iniciativa governamental para a redução da desigualdade.

A)

O aumento real do salário mínimo que registrou crescimento real (acima da inflação) de 32,2%, entre 2003 e 2006.

B)

A expansão da bolsa família que beneficia cerca de 20% da população do país.

C)

A rentabilidade elevada das aplicações financeiras, garantida pelas altas taxas de juros.

D)

Entre 2001 e 2004, a concentração de renda no país caiu 4%, em um universo de 75 nações estudadas pela Organização das Nações Unidas (ONU).

E)

O governo pretende atrelar os programas de distribuição de renda não apenas à manutenção das crianças na escola, como também a obrigação de que os pais voltem a estudar.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

169)

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) permite avaliar as condições de qualidade de vida e de desenvolvimento de um país, de uma região ou de uma cidade, a partir de seus indicadores de renda, longevidade e educação. Cada indicador varia de 0 (nenhum desenvolvimento) a 1 (desenvolvimento máximo). A tabela apresenta os valores de IDH de três municípios brasileiros, X, Y e Z, medidos nos anos de 1991 e 2000.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/questoesoffline/questoes/95138-28-imgs/img1.jpgMudanças desses indicadores de IDH podem ser obtidas com a implantação de políticas públicas tais como:

I. Expansão dos empregos com melhoria de renda média.

II. Ações de promoção de saúde e de prevenção de doenças.

III. Ampliação de escolas de ensino básico e de educação de jovens e adultos.

 

Os resultados apresentados em 2000 são compatíveis com a implementação bem sucedida em todos esses três municípios, ao longo da década de noventa, das políticas

A)

I, II e III.

B)

I e II, apenas.

C)

I e III, apenas.

D)

II e III, apenas.

E)

II, apenas.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

170)

Considerando o início do século XXI, é correto afirmar que o processo político econômico brasileiro

A)

privilegia o planejamento estratégico como ferramenta de redução da pobreza e do índice de Gini.

B)

implanta uma reforma do sistema educacional brasileiro, investindo na educação infantil em todo o país.

C)

promove a reforma tributária no país entre os mais pobres da população empregada no setor terciário.

D)

consolida o Plano de Crescimento Acelerado, prometendo investimentos em habitação, transporte e energia.

E)

amplia a produção dos bens de base no intuito de tornar as exportações mais competitivas no cenário mundial.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

171)

A fauna e a flora do Brasil, presentes nas alegorias e nas músicas das escolas de samba embriagam qualquer olhar. Com o luxo e com o brilho do Carnaval, essa embriaguez se amplia com o som das baterias das escolas de samba. É tudo tão majestoso que a fome e o sofrimento das pessoas, ali fantasiadas de reis e rainhas, passam despercebidos. Da mesma maneira, os ouvidos deixam de ouvir o grito de socorro de uma nação perplexa pelo desrespeito à sua biodiversidade e pela usurpação das riquezas de seu subsolo.

O Brasil, país que tem o maior patrimônio biológico do mundo e a maior biodiversidade do planeta, é também um dos principais alvos da biopirataria, ou seja, da manipulação, da exportação e/ou da comercialização internacional de recursos biológicos, práticas estas que contrariam as normas da Convenção sobre Diversidade Biológica de 1992.

Pode-se afirmar que o principal objetivo da biopirataria é

A)

interferir na estabilidade dos ecossistemas, impedindo a superpopulação das espécies.

B)

buscar espécies com potencial de uso econômico, em especial para a biotecnologia.

C)

aumentar as atividades humanas e a taxa de extinção de espécies, devido ao problema da fome.

D)

contribuir para a estabilização do clima, a purificação do ar e da água.

E)

garantir a manutenção dos recursos genéticos para o desenvolvimento de produtos industriais e não-industriais.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

172)

ASSINALE a alternativa em que a afirmação NÃO se refere à organização do espaço geográfico brasileiro.

A)

A ocupação progressiva da região amazônica tem sido, em geral, predatória, nesses últimos quarenta anos, visto que a floresta vem sendo destruída sem a criação de uma agricultura sustentável.

B)

O Estado do Amapá encontra-se isolado do restante do país e possui a economia voltada para o exterior, especialmente para os Estados Unidos, para o qual exporta o manganês.

C)

O Brasil permaneceu, até pouco tempo atrás, com grande parte de seu território muito pouco ocupado, pois as grandes concentrações demográficas se localizavam e ainda se localizam na faixa litorânea.

D)

Os estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro compõem o centro econômico do Brasil, denominado de megalópole nacional e que se caracteriza pela intensa urbanização e industrialização.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

173)

Os vários séculos de colonização brasileira, segundo o modelo de “colonização de exploração”, deixaram diversas heranças sociais, econômicas e culturais. Na Região Nordeste do país, por exemplo, podem-se constatar até hoje algumas características herdadas desse modelo, dentre elas

A)

o latifúndio, a monocultura canavieira e a grande concentração de renda.

B)

a imigração europeia, as linhas ferroviárias e a industrialização da região.

C)

a produção do gado, da juta e da laranja como grandes atividades de exportação.

D)

a cultura do cacau, da borracha e a produção voltada para o Sul e o Sudeste do país.

E)

a policultura, a formação de um grande mercado interno e a boa distribuição de renda

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

174)

Labirintos urbanos - obstáculos e superações

Favela Paraisópolis em São Paulo

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/questoesoffline/questoes/95141-617-imgs/img0.JPG

O crescimento das cidades no Brasil é marcado por fortes contrastes sociais, os quais são revelados pelas seguintes características principais:

A)

elevados índices de violência urbana; segregação socioespacial; insuficiência na oferta de empregos;

B)

oferta generalizada de empregos; elevados índices de violência urbana; processo de favelização;

C)

baixa intensidade de migração campo-cidade; expansão lenta e antiga; elevados índices de violência urbana;

D)

elevados investimentos em infraestrutura urbana em áreas periféricas; expansão rápida e recente; incremento da favelização;

E)

segregação socioespacial; baixas taxas de crescimento populacional; elevados investimentos em infraestrutura urbana.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

175)

A agricultura brasileira aumentou, nas últimas décadas, sua participação no comércio mundial de commodities. Para tornar-se ainda mais competitiva, ela deveria procurar “nichos” de mercado, nos quais teria melhores condições de atender à demanda mundial. Sobre as oportunidades potenciais que podem surgir para a agricultura brasileira, analise as afirmativas a seguir.

I – As condições tropicais facilitam a criação a pasto, o que aumentará a aceitação nos mercados internacionais da proteína “verde”.

II – A expansão da “fronteira” possibilita a ampliação da produção de álcool anidro e biodiesel, o que permitirá atender à demanda externa de biocombustíveis.

III – As temperaturas elevadas e as chuvas abundantes favorecem o cultivo de florestas homogêneas, o que diminuirá a pressão sobre a Amazônia e atenderá à crescente demanda externa de celulose e papel.

Assinale:

A)

se somente a afirmativa I estiver correta.

B)

se somente a afirmativa III estiver correta.

C)

se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

D)

se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

E)

se todas as afirmativas estiverem corretas.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

176)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/pucrj108geo.JPG

Há diversas interpretações sobre as melhorias das condições de vida frente a alguns dados populacionais. Todavia, a conclusão adequada para o indicador demográfico apresentado na charge é a de que ele:

 

A)

atrapalha as políticas sociais de Estado por ser um dado estatístico.

B)

desconsidera as condições ambientais em que as pessoas vivem.

C)

sugere, apenas, melhorias nas condições de vida devido à imprecisão dos dados.

D)

oculta os interesses particulares de agentes econômicos internacionais.

E)

reduz a mobilização social contra os problemas de saúde dos mais pobres.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

177)

O envelhecimento populacional está mudando o perfil da pirâmide etária brasileira. Até 1980, a pirâmide era larga na base e afunilada no pico; atualmente, tem base mais estreita e formato menos afunilado.

A projeção da transição demográfica apresentada na figura a seguir comprova essa tendência.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/ufpel20061geo14.png

Com base nos dados acima, analise as seguintes afirmativas.

I. Até 1980, predominavam, no Brasil, as crianças e os jovens; na atualidade, existe a tendência de crescimento da população de adultos e idosos, fato que obriga o Poder Público a rever as prioridades dos investimentos sociais no país.

II. A desaceleração no crescimento da população, a queda da fertilidade, o aumento na proporção de idosos e na população urbana – uma tendência global – colocam o Brasil entre as nações desenvolvidas.

III. O aumento do número de idosos, associado ao menor número de nascimentos, corrobora a necessidade de investimentos em creches e escolas de educação básica, já que o percentual da população jovem tende a zero.

IV. A tendência atual do envelhecimento da população brasileira gerou a necessidade de rever o sistema previdenciário, que ainda tinha como referência uma realidade antiga, em que o percentual de idosos era menor.

 

Estão corretas apenas as afirmativas

A)

II e III.

B)

I e II.

C)

I e IV.

D)

II e IV.

E)

I e III.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

178)

PRESIDENTE DO IBAMA VISITA ÁREA DE CONSTRUÇÃO DA USINA DE JIRAU/RO

Diante da polêmica em torno da Usina Hidrelétrica de Jirau, o presidente do Ibama, Roberto Messias Franco, decidiu verificar in loco os possíveis impactos das mudanças pretendidas pelo Grupo Suez. Sobrevoou a área, percorreu de carro a região e conversou com moradores. O que viu e ouviu ajudará na condução do licenciamento. Mas, por ser árbitro do processo, não quis antecipar qualquer comentário. No encontro com o prefeito e o secretário municipal, o assunto de destaque foi a construção das usinas hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, pois os projetos preveem instalação das usinas próximo a Porto Velho, cidade que certamente sofrerá pressão demográfica.

(Notícias da Amazônia NDA. 25/08/2008 - Fonte: Ibama)

Sobre as usinas hidrelétricas referidas no texto, assinale V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.( ) Podem contribuir para a ampliação do parque industrial de Porto Velho.( ) Podem gerar impactos ambientais como alagamento das áreas vizinhas, aumento no nível do rio Madeira que, em alguns locais, pode ter o seu curso represado.( ) Podem colocar em risco grande parte da biodiversidade local pela fragmentação da área, impedindo a reprodução de várias espécies.( ) Por se tratar de obra governamental, o Estudo de Impacto Ambiental/Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) dessas usinas é dispensado.

 

Marque a sequência correta.

A)

V, V, V, F

B)

V, F, F, V

C)

F, V, V, F

D)

F, V, F, V

E)

V, V, V, V

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

179)

A dinâmica espacial da população brasileira vem se modificando ao longo da história em função de fatores  econômicos, políticos e sociais. Esse movimento populacional interno é o mais importante no Brasil desde a segunda metade do século XX, quando "a população, além de trocar de unidade espacial de forma duradoura, modificou sua atividade, transferindo-se do setor primário para o secundário ou terciário".

O fragmento de texto refere-se à migração

A)

pendular

B)

sazonal

C)

rural-urbana

D)

rural-rural

E)

urbano-rural

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

180)

Leia o fragmento a seguir.

As RESEX ou Reservas Extrativistas são “espaços territoriais destinados à exploração auto-sustentável e conservação dos recursos naturais renováveis, por populações tradicionais. Em tais áreas é possível materializar o desenvolvimento sustentável, equilibrando interesses ecológicos de conservação ambiental, com interesses sociais de melhoria de vida das populações que ali habitam.”

Fonte: http://www.ibama.gov.br/resex/resex.htmAcesso em 06/03/2005.

A respeito deste assunto, relacione a reserva citada com os principais produtos explorados.

I - RESEX Alto Juruá (AC)                                             a - seringueira                                                                                      b – babaçu

II - RESEX Mata Grande (MA)                                       c - crustáceos                                                                                      d – cacau

III - RESEX Pirajubaé (SC)                                             e - pinhão

Assinale a alternativa que contempla a relação correta.

A)

Ib, IId e IIIe

B)

Ia, IIb e IIIc

C)

Ie, IIb e IIIc

D)

Ia, IIc e IIIb

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

181)

1

O detalhe da foto e a legenda fazem parte do livro Terra, de Sebastião Salgado. O livro foi dedicado pelo autor “aos milhares de famílias de brasileiros sem terra, que sobrevivem em acampamentos improvisados às margens das rodovias, lutando, na esperança de um dia conquistar um pedaço de terra para produzir e viver com dignidade.”

Avalie os argumentos a seguir e indique aquele que coincide com a imagem e reforça a postura de Sebastião Salgado em relação ao MST, que se percebe na foto e na dedicatória de sua autoria.

A)

“O MST nasceu pedindo terra, depois passou a reivindicar crédito agrícola, reuniu quarenta mil pessoas numa marcha a Brasília em 1997 e desde então vem promovendo invasões e saques.” (Veja)

B)

“De acordo com a Vale, “a invasão anunciada e iminente à Estrada de Ferro Carajás (EFC) pelos integrantes do MST e outros grupos é um desrespeito ao Estado de Direito e uma ameaça à segurança pública que afeta não apenas todo o setor produtivo do Pará, mas toda a população do Estado”. (O Estado de São Paulo)

C)

“O líder do MST em Pernambuco, Jaime Amorim, foi condenado a quatro meses de detenção em regime aberto por incitação ao crime durante manifestação defronte ao consulado dos Estados Unidos no Recife, no dia cinco de dezembro de 2005.” (O Estado de São Paulo)

D)

“Povoando dramaticamente a paisagem brasileira existem quatro milhões e oitocentas mil famílias rurais sem terras. A terra está ali, diante dos olhos e dos braços, mas aquela gente não pode lá entrar para trabalhar com a dignidade simples que só o trabalho pode conferir.” (J. Saramago)

E)

“Integrantes do MST invadiram uma unidade de produção de carvão da Vale, destruíram parte das instalações da Fazenda Monte Líbano, em Açailândia, no Maranhão, e bloquearam um trecho da rodovia Belém-Brasília. Os manifestantes protestavam contra a poluição na área.” (Globo.com)

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

182)

O período de chuvas mais intensas no estado de São Paulo ocorre, principalmente, de outubro a março, quando inúmeras cidades sofrem com os deslizamentos de terra que provocam desabamento de casas situadas nas encostas de morros e com as enchentes que danificam veículos e residências. Sobre os fatos apresentados, é possível afirmar que

A)

o estado de São Paulo está situado na região tropical e, portanto, não é possível prever o volume das chuvas anuais.

B)

o crescimento das cidades paulistas foi muito rápido e não foi acompanhado por um planejamento urbano adequado.

C)

as cidades paulistas que se desenvolveram em áreas de planalto estão mais sujeitas a problemas naturais, como as enchentes

D)

as médias e pequenas cidades do interior de São Paulo são as mais sujeitas aos problemas decorrentes do grande volume de chuvas.

E)

os problemas provocados pelas chuvas ocorrem nas cidades onde as temperaturas são superiores a 30 ºC no verão.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

183)

Dentre as razões que justificam o processo de desconcentração industrial que vem ocorrendo no Brasil e, em geral, centradas na redução de custos, é correto afirmar:

A)

Crescimento da oferta de mão de obra sem qualificação adequada e, portanto, mais barata.

B)

Ajuda do poder público com doação de infraestrutura ou por meio de incentivos fiscais.

C)

Maior proximidade das fontes de matérias-primas e de energia, minimizando os custos.

D)

Mudanças nas relações de trabalho com manutenção do padrão salarial e garantias trabalhistas.

E)

Legislações ambientais mais rigorosas para diminuir gastos com multas.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

184)

A expansão da fronteira agropecuária, no Brasil, é um processo caracterizado, também, pelo desmatamento e anexação do solo para o plantio e a criação de gado. Na Amazônia, particularmente, esse processo gera, tanto para a biodiversidade como para as comunidades tradicionais, as seguintes consequências: 1) desequilíbrio dos fatores bióticos e abióticos da floresta.

2) conflitos entre pequenos agricultores e grandes proprietários.

3) conflitos entre grupos tradicionais indígenas e grandes proprietários de terras.

 

Estão corretas:

A)

1 apenas

B)

2 apenas

C)

1 e 2 apenas

D)

1 e 3 apenas

E)

1, 2 e 3

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

185)

Observe os dados abaixo sobre o setor de telecomunicações no Brasil:

0

Com base nos dados apresentados, assinale a opção incorreta:

A)

A manutenção das taxas de crescimento, observadas nos gráficos, independe do desenvolvimento do setor de telecomunicações.

B)

O Brasil é um importante mercado para as empresas que fornecem serviços de telefonia móvel.

C)

Observa-se forte crescimento dos usuários de banda larga para acesso à web no Brasil, dos quais grande número acessa a Internet a partir de suas residências.

D)

Os dados dos gráficos permitem inferir que está ocorrendo rápido crescimento da economia virtual e da comunicação eletrônica.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

186)

Observe a figura a seguir. SANEAMENTO E ÁGUA ENCANADA NO BRASIL População Urbana com acesso a serviços de água e esgoto, em % (2006).

0

Com relação à água no Brasil, é correto afirmar que

A)

o país, por dispor de alta média de cobertura da rede geral de abastecimento de água, não apresenta problemas isolados nem mesmo nas grandes cidades, pois a distribuição de água é homogênea em todo o território.

B)

o acesso à água na região Norte, escassamente provida de recursos hídricos, é mais restrito e tem o problema minimizado pelo fato de não haver desperdício, em geral, nos centros urbanos.

C)

a coleta de esgotos nas regiões brasileiras mais ricas é maior do que nas demais regiões enquanto, nas cidades, os serviços de saneamento se distribuem regularmente, sem distinguir entre as áreas de ricos e as de pobres.

D)

a ocupação de áreas irregulares efetivada pela população de baixa renda próxima a cursos d’água e represas diminui o problema de abastecimento e não gera transtornos como destruição de matas ciliares ou poluição de mananciais.

E)

a população urbana que não tem acesso aos serviços de abastecimento é obrigada a recorrer a poços, bicas, água das chuvas ou compra de água de caminhões pipas. Essas fontes, muitas vezes, escapam ao controle sanitário e podem chegar contaminadas ao consumidor.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

187)

Observe o mapa a seguir, que representa a rede de cidades do Centro-Sul brasileiro:

0

Com base na análise do mapa e nos conhecimentos sobre rede urbana brasileira, assinale a afirmativa CORRETA:

A)

A regionalização da rede de cidades é articulada a partir das metrópoles, que envolve de forma hierárquica centros regionais e subregionais.

B)

A articulação de uma rede orientada pela metrópole do Rio de Janeiro, devido às limitações econômicas, abrange exclusivamente os limites territoriais do estado.

C)

A rede de cidade articulada pela metrópole de São Paulo limita sua abrangência ao triângulo mineiro, sul de Minas e Mato Grosso do Sul.

D)

As metrópoles regionais da região Sul possuem uma área de influência limitada aos seus estados, em função da sua restrita capacidade de atração e difusão econômica.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

188)

Quando ocorreu a crise financeira mundial de 1929, qual produto brasileiro sofreu maior impacto?

A)

Cana-de-açúcar.

B)

Borracha.

C)

Café.

D)

Algodão.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

189)

A descoberta de reservas petrolíferas em área de pré-sal, em rochas do subsolo marítimo do litoral brasileiro, tem provocado grandes debates, incluindo a discussão em torno do novo modelo de regulação do setor petrolífero no País. O debate reacende uma polêmica já vivida pelo País nos anos 50, por ocasião da criação da Petrobrás e nos anos 90, quando uma reforma constitucional eliminou o monopólio estatal no setor.São propostas contidas no novo modelo de regulação em discussão no Congresso Nacional, EXCETO:

A)

A substituição do atual modelo de concessão de blocos de exploração, que é feito por meio de licitação e pagamento de royalties por parte das empresas exploradoras, por um modelo de partilha, em que parte do óleo explorado é entregue ao governo.

B)

A criação de um Fundo de Desenvolvimento Social, que possa destinar recursos financeiros originários da exploração das reservas do pré-sal para programas de investimento em setores estratégicos como a educação e o desenvolvimento tecnológico.

C)

A retomada do monopólio estatal na exploração do petróleo, com a criação de uma nova empresa estatal, a Petrosal, com atuação exclusiva na exploração das jazidas do pré-sal.

D)

A redefinição do modelo atual de distribuição dos royalties da exploração do petróleo, como forma de beneficiar o conjunto de unidades federativas e não só os estados produtores.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

190)

As proposições a seguir tratam do sistema de transporte no Brasil. Analise-as e identifique a resposta INCORRETA.

A)

O novo modelo econômico brasileiro exige um reordenamento do sistema de transportes, objetivando incrementar a eficiência geral da economia, dando maior fluidez ao mercado.

B)

O predomínio das rodovias gera elevados custos de deslocamentos. Os longos trajetos de cargas em caminhões encarecem os produtos tanto para o mercado interno como para as exportações, reduzindo dessas últimas a competitividade, no mercado internacional.

C)

A nova política de transportes não se preocupa apenas com a mera substituição da prioridade rodoviária, mas em configurar uma nova estrutura de “bacia de drenagem” por meio de empreendimentos privados, ferroviários e hidroviários capazes de contribuir para a inserção competitiva do país no mercado globalizado.

D)

Os custos com deslocamentos não incidem sobre as matérias-primas e no produto final para os consumidores.

E)

O sucesso das novas redes de transportes envolve a construção de estações intermodais e terminais especializados junto às ferrovias, hidrovias e portos marítimos.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

191)

Analise a foto, que retrata uma situação vivida nas grandes metrópoles brasileiras.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/adas.JPG

 Pode-se concluir que

A)

as vias de acesso à área da favela apresentam-se livres e desimpedidas.

B)

a desigualdade social se expressa através da favelização e da urbanização desigual.

C)

o padrão de ordenamento da ocupação do terreno segue a uma orientação religiosa.

D)

o fenômeno representa a urbanização intensa, acompanhada da abertura de novos lotes para moradia.

E)

o processo de urbanização está bastante lento, o que pode ser verificado pelo padrão das moradias urbanas.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

192)

As recentes catástrofes naturais registradas no Rio de Janeiro, implicando dezenas de mortes, derivaram

A)

apenas de chuvas excessivas concentradas num curto período de tempo.

B)

da ocupação desordenada dos topos de morros e de vertentes íngremes que, em função das chuvas excessivas, provocaram os deslizamentos de terras e de blocos de rochas.

C)

apenas de chuvas excessivas concentradas nos fundos de vales e na planície litorânea.

D)

da saturação dos solos florestados da mata atlântica preservada.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

193)

É comum encontrarmos, na imprensa, notícias sobre conflitos pela posse da terra no Brasil, principalmente na Amazônia. Os agricultores que cultivam pequenos lotes, geralmente há muitos anos, mas não possuem título de propriedade, têm a posse da terra, mas não os documentos legais, registrados em cartório, que garantem a propriedade. São as grandes vítimas dos fazendeiros e empresas que procuram expulsá-los de suas terras.

Esses agricultores são chamados de

A)

grileiros.

B)

peões.

C)

meeiros.

D)

posseiros.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

194)

Depois de estudar as migrações, no Brasil, você lê o seguinte texto:

O Brasil, por suas características de crescimento econômico, e apesar da crise e do retrocesso das últimas décadas, é classificado como um país moderno. Tal conceito pode ser, na verdade, questionado se levarmos em conta os indicadores sociais: o grande número de desempregados, o índice de analfabetismo, o déficit de moradia, o sucateamento da saúde, enfim, a avalanche de brasileiros envolvidos e tragados num processo de repetidas migrações(...)

(adap.Valin,1996, pág.50 Migrações: da perda de terra à exclusão social.SP. Atuali, 1996).

Analisando os indicadores citados no texto, você pode afirmar que:

A)

o grande número de desempregados no Brasil está exclusivamente ligado ao grande aumento da população.

B)

existe uma “exclusão social” que é resultado da grande concorrência existente entre a mão-de-obra qualificada.

C)

o déficit da moradia está intimamente ligado à falta de espaços nas cidades grandes.

D)

os trabalhadores brasileiros não qualificados engrossam as fileiras dos “excluídos” .

E)

por conta do crescimento econômico do país, os trabalhadores pertencem à categoria de mão-de-obra qualificada.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

195)

Observe o gráfico.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UFPel20071geo06.png

A média da expectativa de vida do brasileiro tem crescido nas últimas décadas. Entretanto, as desigualdades regionais mostram como atuam os fatores que melhoram ou pioram a qualidade de vida no país. O gráfico apresentado anteriormente estabelece uma relação entre o saneamento precário e o número de casos de internações por doenças, como diarreia, hepatite e leptospirose.Com base em seus conhecimentos e nos textos, é correto afirmar que a relação apresentada no gráfico demonstra que

A)

a linha indicadora do número de casos de internação por doenças relacionadas à falta de saneamento é alta nas regiões em que a falta de saneamento básico é mais grave.

B)

a região Sudeste apresenta um número baixo de doenças relacionadas a saneamento inadequado em virtude do pequeno número de esgotos existentes.

C)

a redução da mortalidade infantil é uma das principais causas para o aumento da expectativa de vida, e esse fator não está relacionado com as condições de saneamento básico.

D)

o tifo, doença diretamente ligada à falta de serviços de saneamento e saúde, é responsável pela elevação do número de casos de internações na região Centro-Oeste.

E)

a linha das doenças relacionadas à falta de saneamento vem diminuindo ao longo do tempo, e a região Sul apresenta a melhor relação entre saneamento e doenças.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

196)

Leia, com atenção, a descrição do espaço geográfico:

E por aqueles campos que ele agora via da janela do trem em movimento na certa passara um dia o cap. Rodrigo Cambará, montado em seu frete, de espada à cinta, violão a tiracolo, chapéu de aba quebrada sobre a fronte altiva. De certo modo ele simbolizava a tradição de hombridade do Rio Grande, uma tradição – achava Rodrigo – que as gerações novas deviam manter, embora dentro dum outro ambiente. Tinham-se acabado as guerras com os castelhanos. As fronteiras estavam definitivamente traçadas. Trilhos de estrada de ferro cortavam os campos, e ao longo dessas paralelas de aço, através de centenas de quilômetros, estavam plantados postes telegráficos. Em algumas cidades havia já telefones e até luz elétrica. Os inventos e descobrimentos da ciência, as máquinas que a inteligência e o engenho humano inventavam e construíam para melhorar e facilitar a vida, aos poucos iam entrando no Rio Grande e um dia chegariam a Santa Fé.

Fonte: VERÍSSIMO, E. O tempo e o vento, Porto Alegre, Globo, 1963.

Marque a alternativa que apresenta o mapa representativo da organização do espaço brasileiro, no período descrito no texto.

A)

0

B)

0

C)

1

D)

0

E)

0

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

197)

Adotada no Brasil nas décadas de 1960-70, a modernização da agricultura não resolveu a questão agrária e, sim, agravou os problemas socioambientais. Neste sentido, consideram-se efeitos diretamente relacionados ao processo de modernização agrícola brasileira, EXCETO:

A)

o processo de modernização da agricultura acentuou as desigualdades sociais, aprofundou o processo de concentração da terra e gerou o aumento da dependência dos agricultores, com relação às empresas do agronegócio.

B)

a modernização é resultante de pacotes tecnológicos importados, caracterizada pela incorporação de maior dosagem de adubos e calcários, agrotóxicos, sementes melhoradas, tratores e equipamentos na agropecuária.

C)

a indústria brasileira voltada para o campo desenvolveu-se, principalmente, para grandes produtores, que foram estimulados a adquirir os insumos modernos pelos créditos governamentais subsidiados.

D)

a modernização favoreceu a fixação da população e o aumento do emprego no campo, com a adoção de técnicas alternativas de produção, visando ao aproveitamento adequado dos recursos naturais, a exemplo do emprego de sementes transgênicas.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

198)

Cada número, no mapa, situa-se sobre a área de maior produção de um determinado produto agrícola, segundo a safra colhida em 2004.

0

 Assinale a alternativa que apresenta a correlação correta

A)

1-soja

2-cacau

3-cana

4-trigo

5-arroz

 

B)

1-arroz

2-manga

3-laranja

4-café

5-soja

 

C)

1-milho

2-algodão

3-tomate

4-soja

5-trigo

 

D)

1-algodão

2-cana

3-café

4-milho

5-maçã

 

E)

1-sorgo

2-tabaco

3-amendoim

4-arroz

5-milho

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

199)

Em uma disputa por terras, em Mato Grosso do Sul, dois depoimentos são colhidos: o do proprietário de uma fazenda e o de um integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terras:

Depoimento 1“A minha propriedade foi conseguida com muito sacrifício pelos meus antepassados. Não admito invasão. Essa gente não sabe de nada. Estão sendo manipulados pelos comunistas. Minha resposta será à bala. Esse povo tem que saber que a Constituição do Brasil garante a propriedade privada. Além disso, se esse governo quiser as minhas terras para a Reforma Agrária terá que pagar, em dinheiro, o valor que eu quero.”

Proprietário de uma fazenda no Mato Grosso do Sul.

Depoimento 2“Sempre lutei muito. Minha família veio para a cidade porque fui despedido quando as máquinas chegaram lá na Usina. Seu moço, acontece que eu sou um homem da terra. Olho pro céu, sei quando é tempo de plantar e de colher. Na cidade não fico mais. Eu quero um pedaço de terra, custe o que custar. Hoje eu sei que não estou sozinho. Aprendi que a terra tem um valor social. Ela é feita para produzir alimento. O que o homem come vem da terra. O que é duro é ver que aqueles que possuem muita terra e não dependem dela para sobreviver, pouco se preocupam em produzir nela.”–

Integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), de Corumbá – MS.

 

A partir da leitura do depoimento 1, os argumentos utilizados para defender a posição do proprietário de terras são:

I. A Constituição do país garante o direito à propriedade privada, portanto, invadir terras é crime.

II. O MST é um movimento político controlado por partidos políticos.

III. As terras são o fruto do árduo trabalho das famílias que as possuem.

IV. Este é um problema político e depende unicamente da decisão da justiça.

 

Estão corretas as proposições:

A)

I, apenas.

B)

I e IV, apenas.

C)

II e IV, apenas.

D)

I, II e III, apenas.

E)

I, III e IV, apenas.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

200)

A discussão de como levar a água para o semiárido não é recente. O projeto de transposição do Rio São Francisco tem sido considerado como a alternativa à população flagelada pelos efeitos das estiagens prolongadas que ocorrem na Região Nordeste do país. Tal projeto consiste na construção de dois canais artificiais distintos – eixos Norte e Leste – destinados a ligar o rio ao semiárido dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Na base do problema está o impacto do flagelo das secas sobre o semiárido, onde se localizam 10 milhões de indigentes, dos 17 milhões do Nordeste (54,5% do total nacional).

No entanto, a proposta tem gerado resistência na sociedade, que defende a revitalização do rio. A frase que resume o principal embate político e científico da atualidade é TRANSPOSIÇÃO, NÃO! REVITALIZAÇÃO, SIM!

A respeito do assunto tratado, considere as afirmativas.

I - O maior problema não seria a falta de água, mas sim uma estrutura social anacrônica, em que ainda persistem os interesses das oligarquias e do clientelismo que assolam a população regional.

II - Há necessidade de revegetação das margens do rio, recuperação e melhoria de trechos navegáveis, por meio de derrocamento e também de dragagem de alguns pontos de areia existentes.

III - Antes de implementar o programa de irrigação a partir da transposição das águas, é imprescindível um amplo programa de saneamento básico e de abastecimento de água em quase todos os municípios nordestinos afetados.

IV- Os megaprojetos irrigados, destinados à exportação, ao serem implantados contribuiriam para a desconcentração de terras e águas, estruturando a produção voltada para o mercado local e para a diminuição dos bolsões de miséria.

Acerca dos argumentos em defesa da revitalização do Rio São Francisco, estão corretas

A)

apenas as afirmativas I, II e III.

B)

apenas as afirmativas I, III e IV.

C)

apenas as afirmativas II, III e IV.

D)

apenas as afirmativas I, II, e IV.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

201)

Observe a ilustração e as informações abaixo.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uemg0647geo.JPG

Em relação à Febre Aftosa, todas as alternativas estão corretas, EXCETO:

A)

O surto da doença pode trazer prejuízos e desestruturação para a pecuária brasileira.

B)

O governo brasileiro precisa intensificar o controle sanitário rígido na fronteira entre Brasil e Paraguai.

C)

O mercado internacional restringiu as importações de carne brasileira, especialmente as originadas de rebanhos provenientes do estado do MS.

D)

O município de Eldorado, onde está concentrado o foco da doença, está localizado na fronteira entre o Brasil e a Bolívia.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

202)

Segundo Caio Prado Jr, no livro História Econômica do Brasil, “a devastação da mata em larga escala ia semeando desertos estéreis atrás do colonizador, sempre em busca de solos frescos que não exigissem maior esforço da sua parte”. De acordo com este autor, é possível afirmar que as práticas agrícolas implantadas pela colonização, como a queimada e a monocultura, levaram a um progressivo empobrecimento dos solos da América Portuguesa.

Essa atitude do colonizador português em relação ao meio ambiente pode ser compreendida historicamente como

A)

pré-capitalista, pois na colônia não existia uma produção organizada em larga escala.

B)

neoliberal, pois o Estado português não interferia nos negócios praticados na América.

C)

medieval, pois esta produção não era voltada para o mercado, e sim para a subsistência.

D)

mercantilista, pois a produção e o lucro rápido importavam mais que a degradação do solo.

E)

humanista, pois havia um interesse direto no progresso e no bem-estar da humanidade.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

203)

O Europeu invasor, o Índio nativo e o Negro desumanizado pelo capitalismo se imbricaram e fizeram com que o espaço geográfico brasileiro fosse culturalmente caracterizado como sendo

A)

Monolítico.

B)

Sincrético.

C)

Determinista.

D)

Pragmático.

E)

Funcionalista.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

204)

A luta pela terra no Brasil existe há décadas e já fez várias vítimas entre trabalhadores rurais, índios, pessoas ligadas à Igreja e outros. Entre as principais razões dos conflitos de terras no Brasil, é correto afirmar.

A)

A utilização intensiva de mão de obra permanente onera o grande produtor.

B)

Há concentração da propriedade da terra nas mãos de poucos e ausência de reforma agrária efetiva.

C)

A divisão excessiva da terra em pequenas propriedades dificulta o aumento da produção.

D)

A disputa pelas poucas áreas férteis em nosso território é típica de terras montanhosas.

E)

A perda do valor da terra agrícola se dá pelo crescimento da industrialização.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

205)

Observe a figura.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UFPel20071geo13.png

Os índices crescentes de violência no Brasil resultam da combinação de fatores que incluem miséria, crescimento desordenado das cidades, lentidão da justiça e crescimento do tráfico de drogas. Na base de tudo, está a desigualdade social, que faz com que grande parcela de brasileiros não tenha perspectivas de melhorar de vida.Com base nas informações anteriores e em seus conhecimentos sobre as causas da diferença de acesso da população aos direitos sociais básicos, é correto afirmar que

I. o processo de “colonização de exploração” sofrido pelo Brasil já implicava uma segregação inicial, entre colonizador e colonizado, uma forma de exclusão.

II. a escravidão que permeou um longo período da história econômica brasileira – extinguindo grande parte das comunidades indígenas e transformando em mercadoria o negro africano – é parte do processo de exclusão social verificada no país.

III. a formação de uma sociedade patriarcal e patrimonial que se fortaleceu ancorada no princípio da “casa-grande e senzala” estabeleceu os parâmetros de uma sociedade que segrega e não promove o direito de igualdade para todos.

IV. o fim da escravidão, o qual prescindiu de políticas de inclusão social para os negros, fez com que eles fossem a maioria entre os pobres e também fez com que se mantivesse um preconceito velado na sociedade. V. a organização da sociedade brasileira sedimentou-se na segregação entre a elite e o povo, entre o branco e o negro, formando um Estado resultante da formação desta sociedade.

Estão corretas

A)

apenas I, II, e IV.

B)

apenas II, III e V.

C)

apenas I, III e IV.

D)

apenas II, IV e V.

E)

todas as alternativas.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

206)

Considere o gráfico

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/FONTEIBGE.bmp

A leitura do gráfico e os conhecimentos sobre a dinâmica da população brasileira permitem afirmar que o processo de urbanização brasileira

A)

promoveu o desenvolvimento econômico das regiões Norte e Sul que ultrapassaram a liderança econômica do Sudeste.

B)

foi acelerado em todas as regiões brasileiras e teve como um dos principais fatores de crescimento o intenso êxodo rural.

C)

foi consequência da chegada de imigrantes europeus e asiáticos que vieram para trabalhar nas indústrias do Sul e Sudeste.

D)

resultou de políticas de planejamento que tinham como objetivo reduzir os grandes espaços vazios no interior do Brasil.

E)

foi mais intenso nas regiões Nordeste e Centro-Oeste mas não foi suficiente para a criação de áreas metropolitanas.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

207)

A necessidade da reforma agrária no Brasil é dar acesso à terra, assegurando o direito de quem nela vive e trabalha, sendo obrigação do Estado garantir esse direito. A falta de cumprimento dessas garantias legais tem levado, há décadas, aos conflitos sociais no campo.

Como razões dos conflitos de terra no Brasil, pode-se citar:

A)

A substituição do modelo agroexportador pelo modelo de sustentabilidade do mercado interno.

B)

A policultura, presença constante em terras brasileiras.

C)

A perda do valor da terra agrícola, pelo intenso crescimento da industrialização no nosso país.

D)

No Brasil, grandes propriedades correspondem a quase metade das terras culturáveis. Em 2002, cerca de 43% pertenciam a apenas 27 mil proprietários, enquanto os restantes 57% eram repartidas entre mais de 4,5 milhões de pessoa

E)

O excesso de financiamentos, resultante de uma política agrícola voltada ao pequeno produtor.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

208)

Lançado pela UNESCO em março de 2004, o Relatório de Desenvolvimento Juvenil 2003 revela a situação social e econômica dos jovens brasileiros na faixa de 15 a 24 anos. Os indicadores – taxa de analfabetismo de jovens, escolarização adequada, qualidade de ensino, taxa de mortalidade por causas internas e renda familiar per capita dos jovens – combinam-se para estruturar o Índice de Desenvolvimento Juvenil (IDJ).

Levando-se em consideração esses indicadores e a dinâmica populacional brasileira, pode-se AFIRMAR que:

A)

ao contrário do que ocorre com a população em geral, a mortalidade juvenil vem crescendo historicamente, sendo a sua principal causa os fatos violentos.

B)

as ilimitadas condições de acesso a uma educação de qualidade proporcionam aos jovens brasileiros, em sua maioria, uma atividade definida.

C)

a melhor distribuição da renda no país tem gerado formas homogêneas de acesso dos jovens, especialmente os nordestinos, aos serviços sociais básicos,.

D)

apesar da média de anos de estudo permanecer inalterada, não houve redução significativa nas taxas de analfabetismo entre os mais jovens.

E)

o percentual de população jovem, principalmente de afrodescendentes, é pequeno, o que torna a demanda pelo ensino médio menor que a do superior.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

209)

A Amazônia brasileira passou a viver anos movimentados e a conhecer um período de prosperidade excepcional, com o chamado “Ciclo da Borracha”, que durou de 1870 a 1910. Entre as consequências desse ciclo, podem ser mencionadas as seguintes, exceto o fato de que esse ciclo:

A)

assegurou ao Brasil, na época, o primeiro lugar na produção mundial.

B)

garantiu a posse do Território do Acre.

C)

povoou a Amazônia com um grande número de sertanejos oriundos do Nordeste brasileiro.

D)

propiciou o crescimento das cidades de Manaus e Belém.

E)

estimulou diretamente a garimpagem de diamantes, sobretudo nos vales fluviais próximos a Manaus.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

210)

Observe o gráfico a seguir.

0

O índice de desenvolvimento humano (IDH) sintetiza indicadores como renda, saúde e educação, com o objetivo de aferir a qualidade de vida da população de um determinado lugar. Tendo por referência a leitura e interpretação do gráfico, verifica-se que o IDH relativo à saúde no Brasil é

A)

menor do que o IDH renda e maior do que o IDH educação do Brasil, o qual tem IDH de, aproximadamente, 0,88.

B)

menor do que o do mundo e maior do que o da América Latina, cujo IDH é de, aproximadamente, 0,79.

C)

maior do que o da América Latina e menor do que o do mundo, o qual tem IDH de, aproximadamente, 0,71.

D)

maior do que o do mundo e menor do que o dos países ricos, cujo IDH é de, aproximadamente, 0,9.

E)

maior do que o IDH renda dos países ricos e do que o IDH educação do mundo, o qual tem IDH de, aproximadamente, 0,77.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

211)

Leia o texto abaixo, extraído do romance O cortiço, que revela um grave e histórico problema habitacional dos centros urbanos brasileiros.

Um cortiço! Exclamava ele, possesso. Um cortiço! Maldito seja aquele vendeiro de todos os diabos! Fazer-me um cortiço debaixo das janelas!... Estragou-me a casa, o malvado![...] Noventa e cinco casinhas comportou a imensa estalagem. [...][...] E naquela terra encharcada e fumegante, naquela umidade quente e lodosa, começou a minhocar, a esfervilhar, a crescer, um mundo, uma coisa viva, uma geração, que parecia brotar espontânea, ali mesmo, daquele lameiro, e multiplicar-se como larvas no esterco. Durante dois anos o cortiço prosperou de dia para dia, ganhando forças, socando-se de gente.

(AZEVEDO, Aluísio. O Cortiço. 3. ed. São Paulo: Ática, 1975. p. 20-21.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre a realidade urbana brasileira, assinale a afirmativa CORRETA:

A)

Devido ao pouco investimento em políticas habitacionais para as classes mais pobres, as moradias inadequadas são problemas que persistem no Brasil há mais de um século.

B)

O problema relatado no texto é característico apenas em pequenos centros urbanos, uma vez que o governo federal aplica parcos recursos para construção de moradias.

C)

O texto revela uma opção de grande parte da população brasileira, que por motivos culturais prefere viver nos cortiços.

D)

Os cortiços não apresentam riscos à saúde nem à vida dos moradores, pois são construídos com padrões técnicos e arquitetônicos adequados.

E)

As formas de habitação relatadas no texto se mantiveram ao longo do tempo, mesmo havendo uma elevação significativa da renda recebida pela população mais pobre.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

212)

A leitura do mapa abaixo confirma que

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uepb2008geo33.png

I. a menor incidência relativa da pobreza na região Sul deve-se a um mercado consumidor abrangente, capaz de integrar a maior parte da população no circuito de trocas entre o campo e a cidade. A estrutura agrária regional comportou-se como um colchão contra a pobreza.

II. no contexto de todas as regiões, o Nordeste é que apresenta a menor incidência de pobreza, tendo em vista o modelo econômico colonial, da grande participação da população rural no mercado consumidor, e do processo de urbanização recente que foi acompanhado por um movimento rigoroso de industrialização, absorvendo toda a mão-de-obra.

III. a geografia da pobreza no Brasil delimita bem a população no espaço geográfico. Nos espaços nobres está a minoria: branca, educada, motorizada, dolarizada e empregada. Do outro lado está a maioria: desempregada, sem terra, sem teto, analfabeta, desdentada, sem escola, sem saúde e sem memória.

Está(ão) correta(s):

A)

todas as proposições

B)

apenas as proposições I e II

C)

apenas as proposições II e III

D)

apenas a proposição I

E)

apenas as proposições I e III

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

213)

A charge abaixo, somada a seus conhecimentos sobre o tema, nos leva a refletir corretamente que

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEPB20093geo24.png

I - em nome da espada e da cruz o índio vem historicamente sofrendo o extermínio de suas comunidades, o sepultamento dos seus conhecimentos culturais e ambientais e a redução de suas terras.

II - os índios resistentes ao processo de colonização foram confinados pelos jesuítas em aldeamentos, o que provocou o processo de destribalização e o rompimento de sua organização social.

III - nos conflitos de territorialidade na Amazônia, o povo indígena vem enfrentando lutas com novos protagonistas da história (garimpeiros, grileiros, latifundiários e grandes empresários) desejosos de ocupar suas terras.

IV - há uma grande interação entre índios e Funai. Essa Fundação vem resolvendo plenamente todas as questões indígenas do país.

Estão corretas:

A)

Todas as proposições

B)

Apenas as proposições I e II

C)

Apenas as proposições I e III

D)

Apenas as proposições I e IV

E)

Apenas as proposições I, II e III

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

214)

A expressão “brasiguaios” vem sendo empregada pela Geografia da População para designar:

A)

proprietários de terra paraguaios que vivem no Brasil, dedicando-se ao cultivo, em larga escala, de soja e milho, particularmente no Centro-Sul do País.

B)

camponeses, “sem-terra”, arrendatários e proprietários de terra, provenientes do Brasil, que ultrapassam a fronteira com o Paraguai e se estabelecem em áreas agrícolas daquele país.

C)

camponeses paraguaios que se dedicam às atividades artesanais, nas cidades fronteiriças com o Brasil.

D)

traficantes de drogas que se instalam em cidades brasileiras e paraguaias, alternando-se ao longo do ano.

E)

arrendatários paraguaios que se dedicam à pecuária extensiva no Mato Grosso do Sul, mas que obtiveram a cidadania brasileira.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

215)

Uma das discussões políticas que se destaca atualmente, pelo seu caráter inovador e por afetar valores conservadores, diz respeito à adoção de medidas compensatórias para grupos étnicos discriminados historicamente na população brasileira. Os defensores dessas políticas argumentam que elas se justificam por

A)

incorporar ao mercado de trabalho grupos que são vítimas de preconceito.

B)

facilitar a incorporação de grupos discriminados ao mercado consumidor.

C)

reservar postos de trabalhos para grupos étnicos estigmatizados socialmente.

D)

garantir às minorias direitos que lhes são negados constitucionalmente.

E)

possibilitar, através de políticas de quotas, o acesso a profissões que facilitem a ascensão social.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

216)

Em 2010 o Congresso Nacional discutiu, entre outros temas, modificações nas atuais regras que regem a indústria de petróleo no Brasil. O assunto tem sido motivo de grande polêmica, pois envolve interesses econômicos, políticos, sociais e ambientais. A respeito do tema, assinale a alternativa que apresenta apenas afirmativas verdadeiras.

I. Dentre as discussões legais, destacam-se os interesses dos Estados produtores de Petróleo, pois eles poderiam perder recursos com mudanças na distribuição dos “royalties”.

II. A depender do que for decidido e aprovado, a Petrobrás tanto poderia aumentar como reduzir a sua participação no setor, pois as discussões também envolvem as regras para a atuação de outras empresas, sobretudo estrangeiras.

III. As mudanças nas regras sobre a distribuição dos Royalties interessam sobretudo aos atuais Estados produtores, assim como aqueles que dividem a área de abrangência das reservas do pré-sal, como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

IV. O Estado do Rio de Janeiro tem sido a unidade federativa que apresenta o maior número de políticos favoráveis às mudanças, pois teria pouco a perder com a atual condição de maior Estado produtor.

A)

I e II, apenas

B)

II e III, apenas

C)

III e IV, apenas

D)

I e IV, apenas

E)

 II e IV, apenas

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

217)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEPB20093geo27.png

A figura acima ilustra fatos de nosso conhecimento sobre o tema “desemprego”, tais como:

I - Até a década de 1970, o desemprego ocorria em virtude de crises econômicas passageiras, em que trabalhadores eram dispensados e recontratados quando a economia se recuperava.

II - Nas últimas décadas, com o avanço da tecnologia, o processo de robotização nos setores produtivos industriais vem contribuindo para o desemprego estrutural.

III - Grande parte da rede comercial e de serviços também se modernizou com a evolução da informática e das telecomunicações, contribuindo para a diminuição de absorção de mão-de-obra nesses setores.

IV - O desemprego e os problemas daí advindos, como pobreza, trabalho informal, marginalidade e violência, vêm se agravando na sociedade brasileira.

Estão corretas as proposições:

A)

I e IV, apenas

B)

I e II, apenas

C)

II e III, apenas

D)

I, II, III e IV

E)

II e IV, apenas

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

218)

O grande crescimento da economia brasileira, ocorrido a partir do pós segunda guerra mundial, não levou a uma maior participação dos mais pobres na riqueza do país. Atualmente, o Brasil se situa entre os piores países na distribuição de renda, pois enquanto os 50% mais pobres da população concentram apenas 11,2% da renda total do país, os 10% mais ricos abocanham 49,7%, quase a metade da renda nacional.

Considerando a informação acima e os seus conhecimentos sobre os indicadores socioeconômicos mundiais, pode-se afirmar que

I. a acentuada desigualdade na distribuição da renda não ocorre apenas em relação às diferentes categorias ou classes sociais, também ocorre em relação ao sexo, à cor e às diferentes regiões do país.

II. o Banco Mundial considera pobres os indivíduos que “vivem” com menos de um dólar diário. Nessa perspectiva, no Brasil, o total de pobres, por exemplo, no ano 2000, era de 24 milhões.

III. a pobreza é uma característica marcante nos países subdesenvolvidos, não se verificando tal fenômeno nos países desenvolvidos.

IV. a pobreza que ocorre no Brasil e nos demais países subdesenvolvidos está evidenciada no PIB.V. a maior parte dos indicadores socioeconômicos indica que o estado de bem-estar social de uma nação é confortável quando mostra alto PIB e muitas potencialidades em recursos naturais.

 

Estão CORRETAS:

A)

II e V

B)

I e II

C)

I, III e IV

D)

I, II e V

E)

II, IV e V

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

219)

Considerando-se os reflexos da evolução da economia brasileira na espacialização das atividades e da população, é INCORRETO afirmar que

A)

a oferta do setor de serviços à população se ampliou e se dispersou em consequência da expansão do número de núcleos urbanos no País.

B)

a zona rural, nas duas últimas décadas, registrou em algumas regiões agrícolas, crescimento populacional e, em outras, decréscimo no número absoluto de habitantes.

C)

o espaço econômico sofreu redução no território brasileiro, em razão da impossibilidade de se manter a oferta de trabalho na fronteira de recursos.

D)

o meio rural registrou aumento percentual da oferta de empregos, principalmente nos setores secundário e terciário da economia.

E)

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

220)

“Foi a partir do governo de Fernando Collor de Mello (1990-1992) que o neoliberalismo se instalou com mais intensidade no Brasil. Logo após sua posse, anunciou que havia chegado o momento da ‘modernidade econômica’, ou seja, do livre mercado, da redução do papel do Estado e de um amplo programa de privatizações (Programa Nacional de Privatização)”.

(ADAS, Melhem. Panorama geográfico do Brasil: contradições, impasses e desafios socioespaciais. 4.ed. S. Paulo: Moderna,2004. p.128)

I. A nova mentalidade implicou o início do chamado Estado do Bem Estar Social com aumento dos investimentos em áreas como educação e saúde

.II. A partir dos anos 90 as práticas típicas do capitalismo monopolista (de Estado), começaram a ser abandonadas, seguindo as principais tendências da política neoliberal.

III. Os principais argumentos a favor da venda de empresas estatais para a iniciativa privada são o elevado déficit público e a falta de eficiência na gerência estatal.

IV. O governo promulgou em 1995 a Lei de Concessão de Serviços Públicos, que prevê a associação do Estado com empresas privadas para a realização de obras públicas.

V. A etapa inicial de privatizações abrangeu, principalmente, os setores siderúrgico, petroquímico e de fertilizantes.

 

Dessas afirmativas estão corretas:

A)

I, III e IV.

B)

II, III, IV e V.

C)

II, IV e V.

D)

II, III e IV.

E)

I, II, III e V.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

221)

Espécie de caramujo africano foi introduzida no Estado de Pernambuco com o intuito de ser utilizado como escargot, em restaurantes sofisticados do Recife. Não servindo como alimento e sem valor comercial, os caramujos foram abandonados na natureza. Na Zona da Mata, encontraram as condições propícias para sua multiplicação. Sem predadores, os caramujos se tornaram um problema e já são encontrados em outros Estados, causando danos em jardins e lavouras, além de já haver casos de contaminações em criança pobres dos mangues do Recife.

O texto ilustra:

A)

Os riscos que espécies exógenas podem causar ao meio ambiente quando introduzidas sem o devido conhecimento e a preocupação sobre os impactos que podem provocar.

B)

As potencialidades dos ambientes quentes e úmidos das áreas tropicais, que poderiam ser mais bem aproveitadas para o rápido desenvolvimento de espécies animais e vegetais.

C)

A falta de políticas de saneamento básico, que atinge as populações dos países pobres, sobretudo as que moram em grandes cidades.

D)

A falta de infraestrutura do IBAMA para combater o contrabando de animais selvagens.

E)

A utilização da biopirataria como estratégia de desestruturação da produção dos países concorrentes.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

222)

O mapa seguinte demonstra a população abaixo da linha nacional de pobreza em 2002.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/magnoli.JPG

Os dados apresentados podem ser explicados pelo

A)

aumento do desemprego sazonal no meio rural.

B)

padrão desigual de distribuição da renda nacional.

C)

crescimento populacional elevado dos centros urbanos.

D)

processo de migração campo-cidade ocorrido no século passado.

E)

modelo de desenvolvimento industrial centrado na produção de bens de capital.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

223)

Visando ordenar as áreas protegidas no Brasil, foi criado, em 2000, o Sistema Nacional de Unidades de Conservação. Sobre esse assunto, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Um de seus objetivos é contribuir para a manutenção da diversidade biológica e dos recursos genéticos no território nacional e nas águas jurisdicionais.

( ) Esse sistema é subdividido em dois segmentos principais: Unidades de Proteção Integral e Unidades de Uso Sustentável.

( ) As Unidades de Proteção Integral permitem o uso indireto dos recursos naturais em atividades de pesquisa, ecoturismo e educação ambiental.

( ) Todos os tipos de unidades de conservação proíbem o uso dos recursos naturais, não possibilitando qualquer tipo de extrativismo.

 

Assinale a sequência correta.

A)

F, V, F, V

B)

V, F, F, F

C)

V, V, V, F

D)

F, V, V, V

E)

V, F, V, F

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

224)

Nas últimas duas décadas, têm sido cada vez mais frequentes noticiários destacando conflitos pela posse da terra em diversas regiões do Brasil. Dentre as causas responsáveis por tais conflitos, pode-se identificar:

A)

ampliação do mercado de terras, promovendo a sua desvalorização e a modernização do processo produtivo.

B)

expansão da agricultura familiar, tendo em vista as políticas de crédito agrícolas para a produção moderna de grãos destinados ao mercado externo.

C)

cumprimento da função social da terra, como resultante da expansão da fronteira agrícola e das relações não-capitalistas de produção.

D)

maior organização dos trabalhadores rurais, que buscam soluções para a questão da terra e para a concretização da reforma agrária.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

225)

Analise os seguintes mapas para responder à questão.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/ibgerio.JPG

Comparando-se as informações contidas nos mapas, é correto afirmar que

A)

as possibilidades de investimentos nos meios de comunicação saturaram-se no Centro-Sul do país.

B)

os maiores investimentos se concentraram onde a rede urbana se apresentou menos densa e desarticulada.

C)

a reversão no crescimento das metrópoles brasileiras contribuiu para que os investimentos se voltassem para o interior do país.

D)

o aumento da dependência entre os setores terciário e secundário favoreceu a expansão das telecomunicações nas áreas mais urbanizadas.

E)

a entrada do capital estrangeiro contribuiu para a ampliação dos meios de comunicação nas regiões com menores desigualdades socioeconômicas.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

226)

“Gargalos institucionais (como leis defasadas e sobrecarga tributária) e de infraestrutura (logística e tecnologia) ainda travam a competitividade brasileira no cenário internacional. A 8ª economia do mundo ocupa apenas o 38º lugar num ranking [de competitividade] de 58 países feito pela faculdade suíça Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Administração em parceria no Brasil com a Fundação Dom Cabral (FDC).”

GARGALOS travam competitividade brasileira. Folha de S. Paulo, São Paulo, 20 mai. 2010, p. B1

Considerando as falhas infraestruturais que atrapalham a competitividade econômica do Brasil pode ser dito que

A)

elas se concentram no Nordeste e Norte brasileiros, pois as infraestruturas de transportes e de comunicações do restante do país encontram-se no nível dos países mais avançados.

B)

o sistema de transportes, que inclui além das vias (rodoviárias, férreas etc.) também aeroportos e portos, encontra-se em nível precário, e está longe de atender adequadamente uma economia que se interioriza no território.

C)

as infraestruturas de logística (armazenamento, gestão de informações e comunicações etc.) possuem um padrão tecnológico muito avançado no país e um custo barato; o problema é a pequena quantidade de equipamentos.

D)

os padrões tecnológicos da logística econômica do território brasileiro estão comprometidos pelos preços baratos cobrados pelo uso dos equipamentos, o que compromete futuros investimentos.

E)

as falhas infraestruturais são bem mais graves no Sudeste e no Sul do Brasil onde se concentra a maior produção econômica para o exterior, pois, nas outras áreas do Brasil, o processo econômico é praticamente regional.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

227)

Observe o mapa.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uea09geo25.jpg

A partir do mapa, pode-se dizer que as terras indígenas no Brasil encontram-se

A)

em maior quantidade, em área, na Amazônia.

B)

afastadas das fronteiras terrestres.

C)

uniformemente pelo país.

D)

em todas unidades da Federação.

E)

concentradas no litoral.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

228)

Durante a ditadura militar, os conflitos pela terra disseminaram-se por todo o território nacional, envolvendo uma enorme diversidade de situações sociais e uma violência crescente. Nas fronteiras agrícolas amazônicas, multiplicaram-se os conflitos tornando-as grandes focos de tensão permanente na região. Leia o mapa para identificar um dos mais conhecidos focos de tensão na fronteira Amazônica.

0

A)

Rodovia Cuiabá-PortoVelho.

B)

Pontal do Paranapanema.

C)

Eldorado dos Carajás.

D)

Bico do Papagaio.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

229)

O Rio de Janeiro é conhecida internacionalmente pelos cartões postais e pela simpatia dos cariocas. Nos últimos anos tornaram-se constantes, reportagens nos jornais do mundo inteiro em que o Brasil é alvo do desmando do poder paralelo. De acordo com o texto, é correto afirmar:

I. Os arrastões e fuzilamentos de prédios públicos no Rio de Janeiro tornaram-se uma constante.

II. Os traficantes, mesmo presos em penitenciárias de segurança máxima, ainda comandam o tráfico e a violência.

III. A realização dos Jogos Panamericanos em 2007, no RJ, prova que a cidade ainda é um lugar tranquilo e os conflitos sociais estão sob controle.

 

Está(ão) correta(s)

A)

Apenas a proposição II

B)

Apenas a proposição I

C)

Apenas as proposições I e II

D)

Apenas a proposição III

E)

Todas as proposições

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

230)

Com o fim da escravidão no Brasil, em 1888, a situação do negro sofreu bastante modificação. Mas, teria o negro passado a desfrutar as mesmas condições econômicas e sociais que os brancos desfrutam? Tudo parece indicar que não. O negro continua a ocupar um lugar inferior na hierarquia social, ganhando salários menores e vivendo em piores condições que a média da população.Com base no texto acima, é correto afirmar:

I. O sistema de cotas para negros nas universidades, criado pelo Governo Federal, tem o objetivo de facilitar o acesso de negros de baixa renda ao ensino superior de qualidade.

II. Não existe diferença na hierarquia social entre negros e brancos, pois ambos recebem os mesmos salários.

III. Segundo o Governo Federal não existe necessidade da criação de cotas, pois os negros possuem as mesmas condições e oportunidades dos demais segmentos da sociedade que almejam ingressar nas Universidades Públicas e Particulares.

IV. O sistema de cotas abre caminhos para que pessoas comuns tenham uma educação digna e de qualidade, independente de sua cor, de acordo apenas com sua capacidade intelectual.

 

Está(ão) correta(s), apenas a(s) proposição(ões)

A)

II, III e IV

B)

I, II e III

C)

I

D)

IV

E)

III

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

231)

A manchete abaixo vem se constituindo em pano de fundo nos principais telejornais do país.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEPB20061geo23.png

Tomando por base a manchete acima e analisando as proposições que seguem:

I. A Constituição Federal afirma que o salário mínimo é o mais elementar dos direitos garantidos aos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social.

II. De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos-Dieese, os descaminhos da economia brasileira deterioram o poder de compra do salário mínimo, transformando-o em uma espécie de subremuneração para muitos brasileiros.

III. Segundo o Radar Social (relatório do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas-IPEA), a degradação do salário mínimo no Brasil puxou o seu valor real a patamares de extrema pobreza. São 53,9 milhões de brasileiros que sobrevivem com meio salário mínimo, colocando-os abaixo da linha da pobreza.

Está(ão) correta(s)

A)

Todas as proposições

B)

Apenas a proposição I.

C)

Apenas as proposições I e III

D)

Apenas as proposições I e II

E)

Apenas as proposições II e III

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

232)

A questão está relacionada ao mapa e às afirmações abaixo.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UFAL200734.PNG

I. A desigual urbanização brasileira está associada a fatores históricos mas, também, tem relação com o dinamismo econômico da região.

II. O Centro-Sul apresenta os estados mais urbanizados do País; no entanto, esta urbanização apressada provocou sérios problemas.

III. As grandes cidades brasileiras estão situadas nos estados onde as taxas de urbanização são elevadas, acima de 85%.

Está correto SOMENTE o que se afirma em

A)

I.

B)

II.

C)

I e II.

D)

I e III.

E)

II e III.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

233)

Utilizando as divisões clássicas e analisando as disparidades em termos de setores econômicos, marque a alternativa que apresenta o mapa referente ao SETOR SERVIÇOS:

4321

0

A)

Mapa I

B)

Mapa II

C)

Mapa III

D)

Mapa IV

E)

Mapa V

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

234)

Adotada no Brasil nas décadas de 1960-70, a modernização da agricultura não resolveu a questão agrária e, sim, agravou os problemas socioambientais. Neste sentido, consideram-se efeitos diretamente relacionados ao processo de modernização agrícola brasileira, EXCETO:

A)

o processo de modernização da agricultura acentuou as desigualdades sociais, aprofundou o processo de concentração da terra e gerou o aumento da dependência dos agricultores, com relação às empresas do agronegócio.

B)

a modernização é resultante de pacotes tecnológicos importados, caracterizada pela incorporação de maior dosagem de adubos e calcários, agrotóxicos, sementes melhoradas, tratores e equipamentos na agropecuária.

C)

a indústria brasileira voltada para o campo desenvolveu-se, principalmente, para grandes produtores, que foram estimulados a adquirir os insumos modernos pelos créditos governamentais subsidiados.

D)

a modernização favoreceu a fixação da população e o aumento do emprego no campo, com a adoção de técnicas alternativas de produção, visando ao aproveitamento adequado dos recursos naturais, a exemplo do emprego de sementes transgênicas.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

235)

A “sociedade da informação” é uma expressão utilizada para definir as transformações que estão afetando o planeta e as relações sociais. Passamos de uma sociedade agrária para uma sociedade industrial e, atualmente, vivemos em uma sociedade onde a informação e o conhecimento passaram a ser os elementos mais importantes para o desenvolvimento econômico. (Adaptado de Dowbor, L., 2004)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uff0848.JPG

Muito se tem discutido sobre a emergência de uma sociedade da informação no Brasil.

A partir do texto e da análise do mapa, é correto afirmar que:

A)

o acesso aos computadores e à internet, garante aos indivíduos uma inclusão plena na sociedade da informação;

B)

a informatização reduz distâncias e socializa a informação, com a predominância do tele trabalho no país;

C)

o acesso ao conhecimento tecnológico elimina as disparidades regionais brasileiras, provenientes das culturas locais;

D)

a complexidade e a pluralidade da formação de ambientes sócio-virtuais, contrasta com as novas desigualdades sociais;

E)

a tecnologia da informação aplicada à administração pública assegura um desenvolvimento homogêneo a todas as regiões do país.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

236)

Sobre o tema “Os Direitos Sociais Básicos do Cidadão”, são feitas as afirmações a seguir. Leia-as atentamente.

1. Entende-se por direitos sociais aqueles que objetivam garantir aos indivíduos condições materiais, consideradas como imprescindíveis para o pleno gozo dos seus direitos.

2. Os direitos sociais tendem a exigir do Estado uma intervenção na ordem social, de maneira que assegure os critérios de justiça distributiva, diminuindo as desigualdades sociais.

3. Os direitos sociais, como dimensão dos direitos fundamentais do homem, são prestações positivas proporcionadas pelo Estado direta ou indiretamente, enunciadas em normas constitucionais, que tendem a realizar a igualização de situações sociais desiguais.

4. A atual Constituição brasileira contém importantes mudanças, como, por exemplo, a inclusão de normas trabalhistas no capítulo dos Direitos Sociais, uma vez que, em constituições anteriores, se situavam no domínio da Ordem Econômica e Social.

5. O direito à educação é um direito fundamental a todos os brasileiros, assegurado na Constituição; assim é um direito humano essencial e indispensável ao exercício da cidadania.

Estão CORRETAS

A)

1 e 5, apenas.

B)

2 e 4, apenas.

C)

1, 2 e 3, apenas.

D)

3, 4 e 5, apenas.

E)

1, 2, 3, 4 e 5.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

237)

Um poeta habitante da cidade de Poços de Caldas – MG assim externou o que estava acontecendo em sua cidade:

Hoje, o planalto de Poços de Caldas não serve mais. Minério acabou. Só mancha, “nunclemais”. Mas estão “tapando os buracos”, trazendo para cá “Torta II”1, aquele lixo do vizinho que você não gostaria de ver jogado no quintal da sua casa. Sentimentos mil: do povo, do poeta e do Brasil.

Hugo Pontes. In: M.E.M. Helene. A radioatividade eo lixo nuclear. São Paulo: Scipione, 2002, p. 4.

1 Torta II – lixo radioativo de aspecto pastoso.

A indignação que o poeta expressa no verso “Sentimentos mil: do povo, do poeta e do Brasil” está relacionada com

A)

a extinção do minério decorrente das medidas adotadas pela metrópole portuguesa para explorar as riquezas minerais, especialmente em Minas Gerais.

B)

a decisão tomada pelo governo brasileiro de receber o lixo tóxico oriundo de países do Cone Sul, o que caracteriza o chamado comércio internacional do lixo.

C)

a atitude de moradores que residem em casas próximas umas das outras, quando um deles joga lixo no quintal do vizinho.

D)

as chamadas operações tapa-buracos, desencadeadas com o objetivo de resolver problemas de manutenção das estradas que ligam as cidades mineiras.

E)

os problemas ambientais que podem ser causados quando se escolhe um local para enterrar ou depositar lixo tóxico.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

238)

Segundo a análise do Prof. Paulo Canedo de Magalhães, do Laboratório de Hidrologia da COPPE, UFRJ, o projeto de transposição das águas do Rio São Francisco envolve uma vazão de água modesta e não representa nenhum perigo para o Velho Chico, mas pode beneficiar milhões de pessoas. No entanto, o sucesso do empreendimento dependerá do aprimoramento da capacidade de gestão das águas nas regiões doadora e receptora, bem como no exercício cotidiano de operar e manter o sistema transportador.

Embora não seja contestado que o reforço hídrico poderá beneficiar o interior do Nordeste, um grupo de cientistas e técnicos, a convite da SBPC, numa análise isenta, aponta algumas incertezas no projeto de transposição das águas do Rio São Francisco. Afirma também que a água por si só não gera desenvolvimento e será preciso implantar sistemas de escoamento de produção, capacitar e educar pessoas, entre outras ações.

(Adaptado. Ciência Hoje, volume 37, número 217, julho de 2005)

Os diferentes pontos de vista sobre o megaprojeto de transposição das águas do Rio São Francisco quando confrontados indicam que

A)

as perspectivas de sucesso dependem integralmente do desenvolvimento tecnológico prévio da região do semiárido nordestino.

B)

o desenvolvimento sustentado da região receptora com a implantação do megaprojeto independe de ações sociais já existentes.

C)

o projeto deve limitar-se às infraestruturas  de transporte de água e evitar induzir ou incentivar a gestão participativa dos recursos hídricos.

D)

o projeto deve ir além do aumento de recursos hídricos e remeter a um conjunto de ações para o desenvolvimento das regiões afetadas.

E)

as perspectivas claras de insucesso do megaprojeto inviabilizam a sua aplicação, apesar da necessidade hídrica do semi-árido.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

239)

Vi ontem um bicho, na imundície do pátio, catando comida entre os detritos (...) O bicho não era um cão, não era um gato, não era um rato. O bicho, meu Deus, era um homem.

Do poema ‘’O bicho’’, que Manuel Bandeira escreveu em 1956 - Obras Poéticas. InMENDES, Juscelino V. A Fome. Página de Juscelino Vieira Mendes, seção “Poesia &Teatro”. Sítio http://planeta.terra.com.br/arte/juscelinomendes/, Internet, Campinas, 2003.

O fragmento acima retirado do poema “O bicho”, apesar de escrito em 1956, mostra-se atual, pois está diretamente relacionado ao problema da fome.Sobre esse problema, pode-se afirmar que

I - a fome é causada, dentre outros motivos: pela deficiente planificação agrícola; pela injusta e antidemocrática estrutura fundiária; pela influência das transnacionais de alimentos na produção agropecuária; pelo contraste na concentração da renda e pelos hábitos alimentares das populações dos países subdesenvolvidos.

II - sendo a fome no Brasil um problema epidêmico, sua natureza é política e econômica, ou seja, não provém de calamidades ou de um regime de escassez, mas da falta de recursos da população mais pobre para comprar alimentos.

III - a modernização agrícola aumenta a cada dia a demanda de alimentos do planeta, sendo essa demanda, portanto, a solução para as regiões brasileiras que sofrem com o problema da fome.

Marque a alternativa que apresenta apenas informações corretas.

A)

I e II

B)

I e III

C)

I, II e III

D)

II e III

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

240)

Leia a charge.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UNCISAL2010geo33.png

Assinale a alternativa que melhor expressa o conteúdo da charge.

A)

Desigualdade social entre as pessoas.

B)

Descaso dos profissionais no atendimento.

C)

Falta de infraestrutura na saúde pública.

D)

Miséria dos países pobres emergentes.

E)

Baixa expectativa da população brasileira.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

241)

“O Brasil é pouco conhecido, mesmo por aqueles que nele vivem e trabalham. A rapidez com que se processaram transformações nos últimos trinta anos, aliada ao controle sistemático das informações por parte do Estado autoritário dificultou, e ainda dificulta, a compreensão de suas reais dimensões. Ele não é a grande potência, almejada como destino manifesto pelos militares, nem, tampouco, um dos membros do chamado “terceiro mundo”, como pregam seus críticos mais simplistas. É um exemplo de potência emergente de âmbito regional, marcada por feições contraditórias.”

BECKER, BERTHA K. Brasil: uma nova potência regional na economia-mundo – 4a Ed. – Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003, pp. 17-18.

Dentre as alternativas a seguir, assinale aquela que retrata o quadro de ambivalência de uma potência regional apresentada pelo texto.

A)

O Brasil manteve orientação agropastoril, suplementar ao centro mundial, acompanhando, na América Latina, o México, o Uruguai e a Argentina, mas, também, estruturou um parque industrial de alta tecnologia.

B)

No Brasil, a incorporação de inovações tecnológicas é extremamente rápida em parcelas localizadas de seu território e, simultaneamente, vive-se em condições primitivas, com ritmos determinados pela natureza, em imensas extensões.

C)

Ao contrário da maioria das economias latinoamericanas, a acelerada urbanização no Brasil apresenta uma concentração da população nas grandes metrópoles, caminho inverso ao realizado pelos investimentos econômicos nas cidades médias e pequenas.

D)

A economia agropastoril no Brasil cresceu, e continua crescendo, mais por conta dos investimentos em tecnologia, inovando permanentemente o setor, do que pela incorporação permanente de novas terras.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

242)

Analise a figura apresentada a seguir – ela demonstra sinteticamente onde estão as reservas de petróleo brasileiro em exploração e aquelas de grande potencial, incluindo a denominada atualmente de “pré-sal”.

0

Sobre o “pré-sal”, na atualidade, leia as informações a seguir.

I. O petróleo existente no “pré-sal” formou-se no período atual, por isso essa camada é a mais superficial, o que não demanda tecnologias avançadas para sua exploração. Os investimentos para a exploração da camada “pré-sal” deverão assim ser de baixo custo, pois, em função da profundidade das reservas, o Brasil já dispõe das tecnologias necessárias para sua exploração econômica.

II. O “pré-sal” constitui-se como uma camada de rochas sedimentares e no processo de sua formação precipitaram-se sais denominados de evaporitos em grande quantidade. O petróleo existente no "pré-sal” resulta da decomposição de substâncias inorgânicas procedentes da superfície terrestre expostas a altas temperaturas e pressões baixíssimas.

III. Confirmada a potencialidade petrolífera do “pré-sal”, haverá uma mudança na geopolítica mundial quanto à produção de petróleo; nesse caso, o Brasil passará a ter maior importância frente aos arranjos produtivos mundiais. Em grande parte essa nova geopolítica mundial dar-se-á devido às características da matriz energética que se baseia na exploração, produção e consumo de petróleo.

IV. O constitui-se como uma das maiores reservas de petróleo já descobertas. Sua potencialidade é hoje semelhante aos campos da Arábia Saudita, um dos maiores produtores mundiais. Como sua viabilidade econômica já foi comprovada e há tecnologia nacional para sua exploração, em curto prazo o Brasil ocupará na geopolítica mundial grande importância, pois passará a ser exportador de petróleo em larga escala.

Assinale a alternativa correta.

A)

Somente as informações em II estão corretas.

B)

Somente as informações em III estão corretas.

C)

Somente as informações em I e III estão corretas.

D)

Somente as informações em I, II e III estão corretas.

E)

Somente as informações em II, III e IVestão corretas.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

243)

As populações indígenas estão praticamente em todos os estados brasileiros. Em sua grande maioria, tais populações vivem em comunidades coletivas chamadas "Terras Indígenas" (TIs), declaradas de uso exclusivo pelo governo federal. De acordo com a FUNAI, existem 595 TIs, sendo que as mais extensas estão localizadas em áreas de menor densidade demográfica. Cerca de 60% dos índios brasileiros estão concentrados na Amazônia Legal.Com base em seus conhecimentos e nas informações anteriores sobre a distribuição geográfica das Terras Indígenas no Brasil, é correto afirmar que

A)

tal distribuição se deve ao fato de o processo de ocupação do território brasileiro ter-se caracterizado por um povoamento litorâneo, o qual é o grande responsável pela interiorização dos nativos.

B)

as tribos, desde o processo de ocupação do território, sempre estiveram assentadas apenas em áreas de floresta latifoliada, localizadas no litoral brasileiro.

C)

o processo de ocupação do território pelos colonizadores europeus não contribuiu na diminuição, extermínio, aculturamento e fuga dos povos indígenas das regiões litorâneas.

D)

as áreas do norte e centro-oeste do país foram reservadas, por uma política da FUNAI, para demarcação das terras dos indígenas aculturados, que constituem povos isolados.

E)

a expropriação das terras indígenas, no processo de ocupação litorânea, a partir do século XIX, fez com que a política do INCRA sugerisse a interiorização dos nativos.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

244)

“O resultado das avaliações das universidades e faculdades do País feitas pelo Ministério da Educação foi importante na hora da escolha da instituição para cerca de 4% dos estudantes do ensino superior privado no Estado de São Paulo, segundo pesquisa encomendada pelo Semespe, sindicato das entidades particulares. Os fatores mais levados em conta na escolha foram a localização (24%) e o valor da mensalidade (19%).”

(ESTADO de S. Paulo. Aluno escolhe faculdade pelo local e preço. 30/09/2009, p. A30)

 Esta notícia pode ser interpretada como:

A)

uma demonstração das grandes dificuldades de locomoção que os estudantes encontram nas cidades paulistas (em especial na metrópole de São Paulo), onde se situa a maior parte das instituições de ensino superior.

B)

uma expressão da falta de interesse do estudante que procura as instituições privadas pela qualidade de ensino. Ele termina optando pelo comodismo de uma boa localização e de um preço barato.

C)

uma indicação da falta de divulgação das informações sobre as instituições privadas e seu desempenho nas avaliações oficiais por parte da imprensa e do próprio ministério.

D)

um exemplo da fragilidade do ensino nas escolas privadas em São Paulo, pois fatores de menor importância acabam sendo mais valorizados pelo seu público, cujo perfil não é marcado pelas dificuldades econômicas.

E)

uma indicação de que as melhores instituições universitárias não procuram se localizar onde há demanda por vagas e terminam ficando distantes dos interessados, que acabam optando pela instituição mais próxima.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

245)

Identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas.

Que país é este

Nas favelas, no Senado Sujeira pra todo lado Ninguém respeita a Constituição Mas todos acreditam no futuro da nação Que país e este(Renato Russo)

O trecho da música denuncia a

( ) postura neoliberal que sacrifica os mecanismos de mobilização social.

( ) ausência de comprometimento das oligarquias dominantes em relação aos interesses da sociedade.

( ) incompatibilidade entre democracia e crescimento econômico.

( ) permissividade da sociedade civil, fato que gera impunidade.

A)

V F F F

B)

F V V F

C)

F V F V

D)

V F F V

E)

V V V V

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

246)

Houve um período da História Contemporânea brasileira, pós-64, em que se registrou um recrudescimento da repressão política, marcada por exílios, prisões e desaparecimentos de pessoas, por razões político-ideológicas e sequestros de autoridades consulares. Simultaneamente, foi a época do chamado “Milagre Econômico” brasileiro, fase caracterizada sobretudo pelo crescimento do Produto Interno Bruto, decréscimo do desemprego e pela diminuição dos índices de violência urbana.” Assinale  o período referido.

A)

Governo Médici

B)

Governo Castelo Branco

C)

Governo Geisel

D)

Governo Costa e Silva

E)

Governo Figueiredo

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

247)

As cidades brasileiras concentram uma grande massa populacional de baixa renda em bairros pobres da periferia. A pobreza nas cidades tem produzido novas identidades urbanas, representadas pelas manifestações políticas e culturais, redirecionando as políticas públicas e as formas de gestão urbana. Assinale a alternativa que caracteriza a população brasileira da periferia urbana.

A)

Inexistência de organização socioespacial definida, implicando em menor poder político e maior controle social.

B)

Participação nos processos decisórios da política local, estando inseridas na gestão democrática da cidade.

C)

Inclusão social com a utilização de práticas autoconstrutivas de unidades domiciliares para acesso aos conjuntos habitacionais dentro dos zoneamentos propostos.

D)

Execução de trabalhos formais de baixa remuneração e especialidade, preferencialmente no mesmo subespaço de moradia para não sobrecarregar o sistema de transporte urbano.

E)

Necessidade iminente da presença do Estado na provisão de serviços urbanos.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

248)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEPB20061geo35.png

O mapa mostra áreas de produção de gás natural, e as proposições analisam o reflexo da crise desse produto no mercado brasileiro. Analise-os e identifique a resposta correta.

I. A nova obsessão por aumentos de preços do Governo Lula é com o gás natural. De acordo com a PETROBRÁS, o produto tende a aumentar de preços.

II. Os brasileiros consomem diariamente 38 milhões de metros cúbicos de gás natural. Os aumentos impostos pela PETROBRÁS vão refletir na indústria, nos transportes veiculares, nas residências e nas usinas termelétricas que fornecem energia.

III. O aumento é consequência de um desastrado investimento  feito pela estatal nos campos de gás da Bolívia, onde foram aplicados milhões de dólares. Rompidos os contratos, o gás boliviano só chega ao Brasil com o pagamento de uma tarifa de 50%.

Está(ão) correta(s)

A)

Apenas a proposição I

B)

Todas as proposições

C)

Apenas a proposição II

D)

Apenas as proposições I e III

E)

Apenas as proposições II e III

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

249)

Enquanto durou, o ciclo da borracha (1890- 910) promoveu o enriquecimento da região amazônica, na época o único produtor desse material no mundo. Em 1876, sementes da seringueira brasileira foram transplantadas para as colônias britânicas do sudeste asiático, e logo sua produção superou a do Brasil.

Analise as afirmativas sobre a cultura da borracha no Brasil.

 

I. A atual posição do Brasil, de país urbano industrial, faz com que a borracha não esteja entre os produtos de extrativismo vegetal que representam uma importante atividade econômica para a população amazônica.

II. A necessidade da borracha como matéria prima das fábricas europeias, em plena Revolução Industrial, criou uma aristocracia rural e transformou cidades, como Manaus, em importantes pólos econômicos e culturais na Amazônia.

III. Durante a 2ª Guerra Mundial, a borracha encontrou uma nova fase de produção, abastecendo a indústria estadunidense, o que conferiu destaque para a Amazônia. Depois disso, a região produtora de borracha no Brasil também voltou a chamar a atenção com a morte do seringalista Chico Mendes, em 1988.

IV. Atualmente a região amazônica não apresenta focos de violência, e a borracha atende as necessidades internas de consumo, sem precisar de importação, apesar de ser extraída de forma rudimentar e ser uma atividade que subsiste em condições adversas.

V. Na época da riqueza dos seringais, foram gerados muitos conflitos de fronteiras entre Brasil e Bolívia, os quais só foram resolvidos através do acordo estruturado pelo diplomata Barão de Rio Branco. Esse acordo deu ao Brasil o controle sobre as florestas no Acre.

 

Estão corretas apenas

A)

I, III e IV.

B)

I, II e III.

C)

II, III e V.

D)

I, IV e V.

E)

II, IV e V.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

250)

Leia o texto abaixo: (Geografia do Brasil/Amazônia) “Os Kaiapó, da aldeia Gorotire – localizada numa zona de transição entre as densas florestas da Amazônia e o Cerrado do Brasil Central - quando iniciam a roça introduzem grande número de espécies e variedades plantadas em condições microclimáticas bastante específicas, distribuindo-as segundo as condições do solo utilizado; as árvores frutíferas e as espécies de grande porte são plantadas em clareiras naturais e artificiais, onde os índios concentram material orgânico retirado de áreas vizinhas... As plantações em capoeira, que são esporádicas, formam um espécie de arquipélago intensamente manejado, cercado por um mar de vegetação onde a manipulação é menos intensa”.

(Adaptado de Anderson & Posey, CiênciaHoje Amazônia, 1991).

Com base no texto acima e nos seus conhecimentos, analise as assertivas abaixo:

I. A agricultura dos Kaiapó não implica necessariamente empobrecimento do meio ambiente, ao invés de contrariar, acompanham os processos naturas e parecem imitar a natureza.

II. O sistema agrícola Kaiapó implica no empobrecimento da vegetação nativa, o solo é nivelado e a manutenção dos plantios exige aplicação de fertilizantes e de praguicidas.

III. O texto indica que o reflorestamento do Cerrado, pelos Kaiapó, elimina a heterogeneidade própria do meio, assim como acontece na agricultura de precisão.

IV. O texto indica que muitos dos ecossistemas tropicais até agora considerados naturais podem ter sido, de fato, profundamente moldados por populações indígenas.

V. Uma maior heterogeneidade é obtida pela formação e manutenção de aglomerados de vegetação altamente diversificada, tanto em savana aberta como em floresta densa.

Assinale a alternativa correta:

A)

Apenas I, II e III estão corretas.

B)

Apenas II, III e IV estão corretas.

C)

Apenas II e V estão corretas.

D)

Apenas III e V estão corretas.

E)

Apenas I, IV e V estão corretas.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

251)

Observe os dados sobre Inclusão Digital no Brasil.

0

Com base nos dados, assinale a afirmativa incorreta:

A)

Em proporção, os moradores do Distrito Federal são os que apresentam maior grau de inclusão digital.

B)

Entre os incluídos digitais, o Estado que apresenta menor índice de inclusão digital é o Maranhão.

C)

Entre os que apresentam menor grau de inclusão digital, são os moradores do Estado do Acre os que têm menos microcomputadores em números absolutos.

D)

Examinando a relação entre moradores em domicílios particulares e número de microcomputadores, São Paulo é o que apresenta os melhores índices.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

252)

Constitui característica do atual panorama do mercado de trabalho no Brasil:

A)

Aumento do trabalho infantil.

B)

Queda rápida e descontínua da taxa de desemprego.

C)

Lento aumento da taxa de adesão à previdência social.

D)

Diminuição de empregos que exigem mais qualificação profissional.

E)

Aumento da informalidade no setor secundário.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

253)

O texto abaixo retrata as relações inter e intra-regionais em nível nacional.

(...) Estados que não contam com incentivos fiscais federais têm maior dificuldade para formular programas que compensam uma tendência à concentração econômica. Sendo assim, cada Estado procura oferecer aos empresários maior número de vantagens. Essa concorrência, denominada “guerra fiscal”, ocorre sem o menor gerenciamento da União. Daí o sugestivo nome bélico. A “guerra fiscal” é, segundo alguns governantes e estudiosos, a alternativa que restou para os Estados promoverem o incremento das atividades econômicas, apesar das deformações que ela pode trazer.

Adap. OLIVA, J.; GIANSANTI, R. Temas da Geografia do Brasil. São Paulo: Atual, 1999.

A esse respeito, é possível perceber que os resultados obtidos pelos Estados

A)

são tão vantajosos que compensam todo o sacrifício.

B)

podem ter uma relação custo – benefício desvantajosa.

C)

não dependem de incentivos fiscais dos governos.

D)

deformam a cadeia econômica e deixam de gerar empregos.

E)

não dependem do investimento público em infra-estrutura.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

254)

De 1900 a 1950, praticamente todo o Planalto Ocidental Paulista já estava ocupado. A cafeicultura havia penetrado o sertão, fazendo de São Paulo o polo econômico capitalista do país. É possível, portanto, afirmar que o café constituiu o principal fator responsável pelo impulso do desenvolvimento capitalista no Brasil e da produção do espaço geográfico no Sudeste nesse período.

É INCORRETO afirmar que o desenvolvimento da cafeicultura no Brasil:

A)

estimulou o crescimento urbano e a formação de uma agricultura familiar de pequena propriedade.

B)

consolidou as relações de trabalho assalariado em substituição às relações escravistas.

C)

proporcionou a criação das bases financeiras para o desenvolvimento industrial no Brasil.

D)

levou à implantação de um sistema ferroviário permitindo a integração entre RJ, SP e MG.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

255)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEPB20073geo29.png

A leitura da figura confirma que:

I. No Brasil, onde a concentração fundiária é um processo histórico secular, a luta pela posse da terra transformou-se em alvo de disputa social, gerando confrontos e mortes num país de dimensões continentais.

II. A questão da democratização agrária tem estimulado o comércio rentável das desapropriações, levando o INCRA a pagar aos latifundiários indenizações superiores ao valor da terra, o que não deixa de ser um “acordão” para fazer reforma agrária sem abalar a estrutura fundiária.

III. As grandes corporações da mídia materializam que o MST “invade, depreda, causa terror, incendeia, corrompe etc.” Essa retórica fundada para efeito de objetividade apaga o verdadeiro sinal de luta e de conquistas e desloca o tema reforma agrária da esfera social para a esfera criminal.

IV. A ciranda dessa luta que move a utopia por um país menos desigual, deve contribuir para acalentar novos horizontes de justiça social.

Está(ão) correta(s)

A)

apenas a proposição IV.

B)

apenas a proposição I.

C)

apenas a proposição II.

D)

apenas a proposição III.

E)

todas as proposições.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

256)

Analise o texto a seguir:

Até meados do século XIX, durante cerca de seis meses por ano, a cidade de São Paulo ficava alagada pelas águas dos rios Tietê e Tamanduateí, que corriam em terreno plano, formando as várzeas imensas que representaram um papel importante na sua estrutura e configuração urbana, conforme depoimento do historiador Caio Prado Jr.

Alterações importantes nos cursos dos rios e nas regiões banhadas por eles começaram a ocorrer com a expansão dos cafezais no interior paulista, com a integração da cidade ao complexo agropecuário como centro financeiro e mercantil e, a partir de 1867, com a inauguração da estrada de ferro, construída às margens do Rio Tamanduateí, que ligava São Paulo ao Porto de Santos.

Desde então, a cidade passou a utilizar seus rios e várzeas de maneira intensiva, predatória e degradante.

(JORGE, Janes . Rios e Várzeas na Urbanização de São Paulo (1890-1940). São Paulo: Revista Histórica. Arquivo do Estado de São Paulo e Imprensa Oficial do Estado, nº 11, 2003.)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/tamanduatei.bmp

Sobre a ocupação das margens do Rio Tamanduateí, é válido afirmar que

I. elas, por serem planas e ainda desabitadas, favoreciam a instalação da ferrovia mais do que as áreas centrais, acidentadas e bastante edificadas.

II. muitas fábricas se localizaram próximas aos caminhos ou estações ferroviárias, atraídas pela facilidade de transporte de produtos e de mão–de–obra.

III. o rio e os córregos passaram a ser utilizados como fornecedores de água para as fábricas e escoadouros dos seus detritos industriais.

IV. a presença das fábricas e da estrada e as obras de retificação do rio fizeram da região a preferida para a fixação de moradias da elite cafeicultora.

São válidas as afirmações contidas em apenas

A)

I, II e III.

B)

I, III e IV.

C)

I e IV.

D)

II e III.

E)

II e IV.

 

Resposta: A

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

257)

Estudos realizados por biólogos e arqueólogos têm mostrado a extraordinária capacidade dos índios da Amazônia de explorar os recursos da natureza sem destruí-los, mas a história do Brasil, desde o início de sua exploração pelos europeus, é a história da destruição da natureza. Sobre os processos de uso e ocupação do território e de degradação do meio ambiente, é verdadeiro afirmar que:

A)

a devastação da cobertura vegetal primitiva foi iniciada ainda no período colonial, pela região Norte, fato que a torna a mais degradada das regiões brasileiras.

B)

a grande dimensão territorial, a intensa importação de alimentos e a alta fertilidade natural são fatores que asseguram a preservação dos solos brasileiros.

C)

a derrubada de florestas, a caça predatória e o uso do fogo para conquista de novas áreas agropecuárias conduzem à dilapidação da fauna no Brasil.

D)

à medida que a política ambiental evoluiu, estabeleceu-se, a partir de Lei Federal, que o território brasileiro seria um santuário natural.

E)

os esgotos produzidos pela população são, na maioria dos municípios brasileiros, despejados em unidades de tratamento apropriadas.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

258)

As proposições abaixo retratam um dos problemas vivenciados em muitas cidades brasileiras, conforme ilustração da charge. Analise-as:http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UEPB20073geo26.png

I. O aumento da violência e da criminalidade vem gerando insegurança nas cidades. Essa realidade foi vivenciada no mês de maio em São Paulo, quando o narcotráfico instalou a barbárie na maior cidade da América do Sul, demonstrando a força de um poder paralelo.

II. O setor imobiliário se beneficia do medo, investindo em condomínios fechados, fazendo marketing dos equipamentos de segurança.

III. O empobrecimento dos espaços públicos representa uma perda na qualidade da vida urbana no que se refere à sociabilidade. Esses espaços são vistos como perigosos e ameaçadores. Já os espaços privados ganham importância crescente na socialização de parcelas da população.

Está(ão) correta(s)

A)

apenas as proposições I e II.

B)

apenas a proposição I.

C)

apenas a proposição II.

D)

apenas a proposição III.

E)

todas as proposições.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

259)

No litoral brasileiro se concentra grande parte da população brasileira. Ali se encontram portos de grande movimento, concentrações industriais e grandes metrópoles e, também, sérios problemas ambientais. Analise o mapa apresentado abaixo.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/ufal200633.png

As áreas destacadas no mapa têm em comum os seguintes problemas ambientais:

A)

poluição das águas e desaparecimento das áreas de corais e recifes.

B)

risco de contaminação por petróleo e acentuado processo de erosão.

C)

risco de contaminação por petróleo e poluição das águas.

D)

acentuado processo de erosão e desaparecimento da vegetação de restingas.

E)

desaparecimento dos mangues e assoreamento provocado por estuários de rios.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

260)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uefs20112geo24.png

Compreende uma extensa área rebaixada e predominantemente aplanada, constituindo superfície de erosão que secciona uma grande diversidade de litologias e arranjos estruturais. Essa superfície apresenta inúmeros trechos com ocorrência de relevos residuais, quase sempre associados às litologias do cristalino. Entretanto, existem alguns relevos residuais de maior extensão esculpidos em sedimentos do Cretáceo.

(ROSS, 2000 p. 55, 63).

Com base no perfil, no texto e nos conhecimentos das formas do relevo brasileiro, pode-se afirmar que a depressão apresentada é a

A)

periférica central.

B)

sertaneja.

C)

da borda leste da bacia do Paraná.

D)

do Tocantins.

E)

do rio Araguaia.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

261)

Em 2010, tivemos eleições no Brasil. Hoje, o voto é obrigatório para os maiores de dezoito anos e facultativo para os analfabetos, para os maiores de dezesseis e menores de dezoito anos.

Sobre o voto no Brasil, pode-se afirmar que:

A)

desde a Constituição de 1824, até hoje, o voto é secreto.

B)

durante todo o período republicano, homens e mulheres puderam votar.

C)

havia restrição econômica para o voto no Império.

D)

os escravos eram, por lei, proibidos de votar na República Oligárquica.

E)

os analfabetos, desde a primeira Constituição da República, tiveram direito de votar.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

262)

Sobre os resultados das políticas de desenvolvimento regional implementadas pelo governo brasileiro na década de 1970, pode-se concluir que

A)

ficaram muito abaixo do esperado, em relação aos investimentos realizados na infraestrutura social (saúde e educação), principalmente nos estados da região Nordeste.

B)

apresentaram melhores resultados na região Sul, principalmente na criação do polo automobilístico de Curitiba, destinado a atrair investimentos estrangeiros, interessados na mão-de-obra qualificada regional.

C)

foram responsáveis pela integração da região Norte à economia nacional, fator fundamental para a elevação do Índice de Desenvolvimento Humano em estados como o do Amazonas.

D)

criaram distorções regionais, que vêm sendo corrigidas pelas políticas neoliberais implementadas a partir da década de 1990, priorizando a competição entre os estados brasileiros.

E)

apesar de criarem bases industriais importantes, como a indústria petroquímica em Camaçari, na Bahia, não foram suficientes para reduzir drasticamente as diferenças regionais.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

263)

Em uma disputa por terras, em Mato Grosso do Sul, dois depoimentos são colhidos: o do proprietário de uma fazenda e o de um integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terras:

Depoimento 1“A minha propriedade foi conseguida com muito sacrifício pelos meus antepassados. Não admito invasão. Essa gente não sabe de nada. Estão sendo manipulados pelos comunistas. Minha resposta será à bala. Esse povo tem que saber que a Constituição do Brasil garante a propriedade privada. Além disso, se esse governo quiser as minhas terras para a Reforma Agrária terá que pagar, em dinheiro, o valor que eu quero.”

Proprietário de uma fazenda no Mato Grosso do Sul.

Depoimento 2“Sempre lutei muito. Minha família veio para a cidade porque fui despedido quando as máquinas chegaram lá na Usina. Seu moço, acontece que eu sou um homem da terra. Olho pro céu, sei quando é tempo de plantar e de colher. Na cidade não fico mais. Eu quero um pedaço de terra, custe o que custar. Hoje eu sei que não estou sozinho. Aprendi que a terra tem um valor social. Ela é feita para produzir alimento. O que o homem come vem da terra. O que é duro é ver que aqueles que possuem muita terra e não dependem dela para sobreviver, pouco se preocupam em produzir nela.”–

Integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), de Corumbá – MS.

A partir da leitura do depoimento 2, quais os argumentos utilizados para defender a posição de um trabalhador rural sem terra?

 

I.                    A distribuição mais justa da terra no país está sendo resolvida, apesar de que muitos ainda não têm acesso a ela.

II.                 II. A terra é para quem trabalha nela e não para quem a acumula como bem material.

III.              III. É necessário que se suprima o valor social da terra.

IV.              IV. A mecanização do campo acarreta a dispensa de mão-de-obra rural.

 

Estão corretas as proposições:

A)

I, apenas.

B)

II, apenas.

C)

II e IV, apenas.

D)

I, II e III, apenas.

E)

III, I, IV, apenas.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

264)

Observe os dados apresentados na tabela abaixo.

0

Analise as afirmativas a seguir.

I) Tem ocorrido uma concentração da população idosa nas áreas urbanas.

II) Desde 1970, as mulheres têm sido as principais responsáveis pelo aumento da concentração de idosos nas áreas urbanas.

III) A concentração da população total nas áreas urbanas ocorre de uma maneira repentina, a partir da década de noventa.

IV) A concentração da população idosa nas áreas rurais tem aumentado.

Com base na tabela e nos conhecimentos sobre população brasileira, estão corretas as afirmativas:

A)

II, III e IV.

B)

I e IV.

C)

II e III.

D)

I, III e IV.

E)

I e II.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

265)

Faça a leitura da charge, analise as proposições e identifique a alternativa INCORRETA.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uepb2008geo34.png

A)

O Polígono dos Castanhais em Marabá foi praticamente destruído pelos projetos de madeireiros e agropecuários que se instalaram na área, contribuindo para o seu declínio e ameaça de extinção das espécies.

B)

Os projetos agropecuários e florestais introduzidos na Amazônia priorizaram atividades predatórias do ponto de vista social, contribuindo apenas para a devastação de áreas de floresta e para a pobreza regional.

C)

A “conquista” recente da Amazônia e o desflorestamento dos corredores de ocupação não removeram em diversas áreas os fundamentos naturais da economia extrativa.

D)

Sob a Liderança de Chico Mendes, os seringueiros do Acre resistiram ao avanço das empresas madeireiras nas áreas de seringais nativos e conseguiram através de decreto que se criassem reservas extrativas comunitárias.

E)

Segundo Aziz Ab’Saber (Apud Magnoli, 1998) as propostas de reflorestamento ou da chamada “exploração seletiva” das madeiras da floresta encobrem políticas criminosas de devastação do ecossistema.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

266)

Observe as obras da artista Tarsila do Amaral (1886-1973).

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UNCISAL2008geo29.png

Embora com abordagens diferentes, as obras de Tarsila do Amaral retratam a região brasileira:

A)

Norte.

B)

Nordeste.

C)

Centro-Oeste.

D)

Sudeste.

E)

Sul.

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

267)

Um estudo realizado no Hospital da Universidade de  Brasília revela: “Mulheres brasileiras estão sendo laqueadas na faixa dos 20 anos, sem serem informadas das implicações do método – que, dependendo da técnica utilizada, pode ser irreversível – e muitas vezes por vontade do parceiro e não delas próprias. (...) O Brasil tem um dos maiores índices de laqueaduras de trompas do mundo, com 40% das mulheres em idade reprodutiva – de 10 a 49 anos – esterilizadas, ao lado da Índia e China, segundo a Organização Mundial da Saúde. Além disso, se hoje há uma relativa facilidade de fazer laqueadura pelo sistema público, o acesso às cirurgias de reversão ou ao tratamento de reprodução assistida é mais restrito. A Federação das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia defende uma maior oferta e promoção de procedimentos menos agressivos como a pílula, o DIU, os anticoncepcionais injetáveis e os implantes.”(...)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uff0658.bmp

Adaptado de Jornal Folha de São Paulo, p. C1, 20 junho de 2005.

Com base no texto, um programa de esclarecimento e de assistência à saúde capaz de melhorar a situação descrita deve ser:

A)

voltado para o companheiro de cada esposa, em especial das classes sociais com maior nível de renda e de escolaridade, com uma linguagem especialmente voltada às áreas urbanas.

B)

dirigido a mulheres com menor nível de escolarização e de renda em relação à média brasileira, com uma linguagem passível de ser compreendida tanto em áreas urbanas quanto rurais.

C)

centrado nas mulheres, sobretudo naquelas com menor escolaridade e menor poder aquisitivo, com linguagem adaptada exclusivamente às residentes nos grandes centros urbanos.

D)

centrado no companheiro de cada esposa, com ênfase aos migrantes do sexo masculino com menor poder aquisitivo e menor nível de escolaridade, residentes em cidades médias.

E)

direcionado tanto a mulheres quanto a homens com boa escolaridade e alto poder aquisitivo que, em função da redução do nível de vida nos grandes centros, migraram para pequenas cidades.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

268)

Tendo em vista que aterro sanitário é uma forma de disposição final dos resíduos sólidos gerados pelas atividades humanas, e é objeto de investimentos governamentais, analise o gráfico abaixo.

Destino do lixo para aterro sanitário, segundo as Grandes Regiões do Brasil

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/questoesoffline/questoes/95141-616-imgs/img0.JPG

Sobre o destino do lixo no Brasil, analise as seguintes afirmativas:

I) Mais de 60% dos municípios dispõem o lixo adequadamente em aterros sanitários em todas as grandes regiões brasileiras.

II) Na região Sudeste existe um número maior de municípios dispondo o lixo em aterros sanitários do que nas regiões Sul e Nordeste reunidas.

III) Os dados do gráfico permitem deduzir que os investimentos públicos em relação à correta destinação do lixo são insuficientes.

Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s):

A)

I e II, apenas

B)

I, II e III

C)

I e III, apenas

D)

II e III, apenas

E)

I, apenas

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

269)

Os textos abaixo são relacionados ao processo migratório:

POEMA DE CORDEL

O povo que antigamente Era da zona rural Mudou-se prá capital Ou cidades diferentes; Agora é fato real Em nosso campo local Temos muito menos gente.

Mas quem no campo ficou, Coisa de trinta por cento, Inda tira seu sustento Das coisas do interior; De carro ou de jumento, Abrigado ou no relento, A tarefa continuou. NOTÍCIA DO JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO (07 de fevereiro de 2006)

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/uff0757.JPG

O poema de cordel e a notícia de jornal retratam uma realidade socioeconômica que se observa no território brasileiro.

Quanto ao poema e à notícia, dois processos ligados a movimentos populacionais são identificados, respectivamente, em uma das opções a seguir. Assinale-a.

A)

Movimento pendular e êxodo rural

B)

Transumância e movimento pendular

C)

Migração intra-urbana e nomadismo

D)

Êxodo rural e migração de retorno

E)

Migração de retorno e transumância

 

Resposta: D

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

270)

Quanto às reservas indígenas e a política de direito territorial dos grupos indígenas do Amapá, analise os itens seguintes e, posteriormente, marque a alternativa correta.

I- Os Waiãpis ainda não possuem suas terras demarcadas, pelo fato de que são formados por cinco grupos divididos em sete aldeias espalhados pelo território amapaense e guianense.

II- Relativamente aos Galibis do Oiapoque brasileiro, apesar de terem suas terras demarcadas, muitos integrantes vivem fora da aldeia, nas cidades de Macapá, Oiapoque, Belém e Brasília, fato que não compromete sua identidade cultural.

III- Parte do grupo indígena Palikur vive em território brasileiro, em aldeias localizadas no Oiapoque e, parte, no território francês, no perímetro urbano de Caiena e Saint George de L”Oyapock, em bairros construídos pelo governo francês para abrigá-los.

IV- O Amapá é um dos estados brasileiros que, através de políticas públicas, garante relativa qualidade de vida do povo indígena e o direito ao território, através da demarcação e homologação das terras reivindicadas.

A)

Apenas I e III estão corretos.

B)

Apenas II, III e IV estão corretos.

C)

Apenas I e IV estão corretos.

D)

Apenas III e IV estão corretos.

E)

Apenas I e II estão corretos.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

271)

A manchete em questão destaca o crescimento expressivo da classe média no interior da Estrutura de População, segundo as atividades econômicas.

http://www.educandusweb.com.br/ewbco/portal/upload/xinha/UFLA20082geo17.png

São análises corretas e que decorrem da interpretação da figura, EXCETO:

A)

Com percentuais de composição próximos dos 50% para a classe média, na prática, isso significaria um salto no aumento do consumo.

B)

As mudanças indicadas para as classes C, D e E também ocorreram nas classes A e B nos períodos indicados.

C)

O país tem conseguido reduzir a população que estava alojada dentro da faixa de miserabilidade.

D)

O percentual de alteração nas classes C, D e E foi o mesmo.

 

Resposta: B

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

272)

Trecho do discurso de posse do presidente Barack Obama

“... Nós levaremos a ciência a seu lugar de merecimento e controlaremos as maravilhas da tecnologia para aumentar a qualidade do sistema de saúde e reduzir seu custo.

Nós usaremos o Sol e os ventos e o solo para abastecer nossos carros e movimentar nossas fábricas. Nós transformaremos nossas escolas, faculdades e universidades para suprir as demandas de uma nova era. Tudo isso nós podemos fazer. E tudo isso nós faremos. (...)

Sabemos que nossa herança multicultural é uma força, não uma fraqueza. Somos uma nação de cristãos e muçulmanos, judeus, hindus e ateus. Somos moldados pelas línguas e pelas culturas de cada parte desta Terra; e por causa disso provamos o sabor mais amargo da guerra civil e da segregação e emergimos desse capítulo mais fortes e mais unidos; não podemos senão acreditar que os velhos ódios passarão um dia; que as linhas das tribos vão se dissolver rapidamente; que o mundo ficará menor, nossa humanidade comum deve revelar-se e que a América vai desempenhar o seu papel em uma nova era de paz. (...)

(Adaptado de: Discurso de posse de Barack Obama, em 20.01.2009. Disponível em http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,veja-a-integra-do-discurso-de-posse-de-obama,310201,0.htm

A importância dos rios Amazonas, São Francisco e Tietê, no período colonial brasileiro, deve-se

A)

ao grande potencial energético neles existente, o que fez do Brasil o maior fornecedor de energia elétrica de toda a América Latina.

B)

à larga exploração de drogas do sertão (ocorrida ao longo do Amazonas), à criação de gado (ao longo do Tietê) e à instalação de fazendas irrigadas ao longo do rio São Francisco.

C)

ao fato de eles terem sido as vias que levaram a colonização, nos séculos XVI e XVII, aos pontos mais remotos do interior, promovendo a formação de um território de dimensão próxima à atual.

D)

à exploração do látex para a produção de borracha, existente à época em todo o território nacional, ao longo dos grandes rios.

E)

à fartura de espécies raras e exóticas para a pesca, à construção de uma hidrelétrica no São Francisco e ao sucesso do projeto de despoluição do rio Tietê.

 

Resposta: C

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

273)

“A falta de estrutura nos principais portos do país pode prejudicar o aumento da demanda, provocado, principalmente, pelo maior volume no escoamento por rodovias e ferrovias. O porto de Santos, o maior da América Latina, está funcionando no seu limite. Além de escoar parte da safra agrícola, que cresce a cada ano e promete um novo recorde para 2004, o porto de Santos também responde por 40% das exportações de produtos industrializados que precisam ser transportados em contêineres, hoje em falta no porto.”

Fonte: O GloboOnline, 26/7/2004. www.globo.com.br

Com base nas informações do texto e em relação à política portuária brasileira, é CORRETO afirmar que:

A)

o Custo Brasil é o responsável pela intensa competitividade entre as indústrias, porque possibilita uma diversidade de opções para a exportação.

B)

o escoamento de mercadorias através de rodovias e ferrovias diminui o custo da mercadoria, estimulando a competitividade entre os portos.

C)

os containeres são recipientes utilizados para exportar apenas grãos, por isso estão em falta nos portos brasileiros, provocando o aumento dos custos.

D)

as empresas estrangeiras, que compraram os portos brasileiros, esperam financiamento do BNDES para empreender a modernização necessária.

E)

apesar da importância do porto de Santos, o custo embarque/desembarque é muito alto, em consequência de ineficiências, como o excesso de mão-de-obra.

 

Resposta: E

_________________________________________________________________________________________________________________________