Dinâmica interna da Terra e suas representações


ATIVIDADE DE GEOGRAFIA PARA 8ºS ANOS - SALESIANO
(ANOTAR PERGUNTAS E RESPOSTAS NO CADERNO)

       

1. Os três esquemas acima, embora feitos por autores diferentes identificam, praticamente, as mesmas informações. Descreva-as.

A Terra é formada por uma estrutura composta de três camadas principais:

Crosta (litosfera): fina, fria e sólida;

Manto (Astenosfera): espessa, quente e pastosa;

Núcleo (NiFe): espessa, muito quente e sólida


 



2. Qual movimento está sendo demonstrado no esquema acima? Explique sua formação.

Movimento de Convecção. O manto é formado por material derretido e portanto flúido, que se movimenta conforme a diferença de temperatura: o magma perto do núcleo é aquecido e se eleva e quando chega a superfície (crosta) se esfria e desce, iniciando o ciclo novamente.




3. No esquema acima temos vários movimentos feitos pelas placas, resultantes do movimento de convecção. Liste-os.

Conforme o esquema, temos os seguintes exemplos: 1- Convergência (encontro) de placas oceânicas, 2- Divergência (separação) de placas oceânicas, 3- Convergência (encontro) de placa oceânica com continental e  4- Divergência (separação) de placas continentais.

 

 



4. Explique cada um dos esquemas que representam os contatos entre as placas tectônicas e descreva as consequências geológicas (estruturas formadas) e as consequências para o homem (forças naturais destrutivas).

1º- Encontro de placa oceânica com continental: formam-se as montanhas no continente e fossa no oceano, podendo provocar terremotos e vulcanismo.

2º- Encontro de placas oceânicas: formam-se as montanhas (ilhas – NÃO dorsais) e fossa no oceano, podendo provocar terremotos e vulcanismo.

3º- Encontro de placas continentais: formam-se as montanhas, podendo provocar terremotos e vulcanismo.

 

 

 

   

5. Diferencie os encontros convergentes nos esquemas acima, ressaltando as diferenças na formação e nos resultados.

No primeiro esquema, a placa oceânica (mais frágil) desce e a placa continental se enruga, formando montanhas.

No segundo esquema, há o encontro das placas no oceano, quebrando a placa e causando vulcanismo, o qual gerará ilhas.


 



6. O modelo anterior representa a dinâmica de separação de placas tectônicas. O exemplo pode ser comparado ao que ocorre no oceano Atlântico. Pode-se dizer que o tamanho das placas foi alterado? Explique.

Sim. O contato entre as placas pode ser construtivo ou destrutivo. No modelo anterior (separação de placas) dizemos que o contato é construtivo, ou seja, a medida que as placas vão se afastando, a fenda gerada é preenchida por lava, aumentando lentamente o tamanho delas.


 



7. Podemos reparar no esquema que a espessura da placa tectônica não é a mesma em toda sua extensão. O que explica isso é o princípio da ISOSTASIA.

PESQUISE AQUI SOBRE O PRINCÍPIO DA ISOSTASIA E ANOTE SUAS CONCLUSÕES.

 

O princípio da ISOSTASIA explica a existência de espessuras diferentes nas placas. Isso ocorre pois, a placa, ao “flutuar” sobre o manto, necessita de entrar em equilíbrio. Assim, se existe uma grande elevação superior a placa (uma montanha, por exemplo) também haverá uma maior massa rochosa abaixo, dentro do manto. (o processo é parecido ao que ocorre com os Icebergs)


 



8. Tudo o que vimos até agora nos ajuda a explicar a teoria da Deriva Continental ou Separação dos Continentes. Observe os esquemas e faça uma descrição dos acontecimentos, baseando-se nos conceitos aprendidos até o momento.

 

Há milhões de anos havia apenas uma única massa continental – Pangéia (placa continental). O movimento de convecção foi, lentamente, quebrando e separando os pedaços formados, dando origem aos continentes atuais.

 

 



9. Tomando como base o mapa das placas tectônicas acima, responda:
a) Em qual placa tectônica encontra-se o Brasil?

Na placa Sul-Americana

b) Qual placa tectônica está a Leste da do Brasil? Qual seu movimento em relação ao Brasil?

Placa Africana. Está se afastando da placa Sul-Americana.

c) Qual placa tectônica está a Oeste da do Brasil? Qual seu movimento em relação ao Brasil?

Placa de Nazca. Está se chocando com a placa Sul-Americana.

d) Porque o Brasil está livre de vulcões ativos?

Os vulcões ativos são encontrados nas bordas das placas tectônicas que se encontram ou se afastam. O Brasil encontra bem ao centro da placa Sul-Americana, portando, longo das áreas de ocorrência dessas forças destruidoras. 


Bom estudo! Prof. Padovani